Terra Fértil


Em um dos tantos e tantos ensinamentos, Jesus a beira-mar submetia mais outro: uma parábola sobre um semeador. Segundo o nosso Mestre, havia um lavrador que saiu a semear e na trajetória algumas sementes caíram pelo caminho. Essas sementes não tiveram a oportunidade de germinar, foram comidas por aves. Outras sementes caíram em solo rochoso, aonde chegaram até a germinar rapidamente, mas não possuíram raízes firmes e logo suas folhas secaram. Além dessas, outras sementes ainda caíram entre os espinhos, mas ao germinarem, foram logo sufocadas. Por fim, o restante das sementes caiu sobre terra fértil, onde as sementes frutificaram.

Em off, Jesus explica aos discípulos que as sementes que não caíram em terra fértil são como aqueles que ouvem a mensagem de Deus mas de alguma forma deixa morrer. Entre tantos ensinamentos, o bom Mestre traz mais um: seja terra fértil!

Não podemos nos tornar terras inférteis. Os espinhos e as rochas da vida são o rancor, a mágoa, a decepção, a frustração... Tudo isso nos torna terra infértil. Precisamos tratar nossas dores e tudo àquilo que nos tira a paz e a leveza de viver.

Examine seu coração, tire toda dor que os espinhos trazem ao espetar seu dedo; tire o peso e o fardo pesado de carregar uma pedra. Seja terra fértil! Plante coisas boas. Deus quer que você tenha uma boa colheita!



terça-feira, 23 de abril de 2019

Rabiscos de Sábado: Já pensou nisso hoje?!


Interrompemos nosso “Intervalo Comercial”!!! 😶😜😎


Estava eu no ônibus indo para o trabalho e como sempre, pensando na vida. Lembrei de um filme, onde a protagonista afirmava que “30 é a idade do sucesso” e, mesmo tendo muito para desbravar profissionalmente eu sei que, de fato, estou em uma fase muito frutífera nesse quesito. E lá ia eu, pensando no eu, prospectando coisas para o eu, comemorando as conquistas e chorando as lágrimas que eu.... Quando do nada minha atenção foi chamada para uma mulher que estava fora do ônibus: algumas sacolas ao seu lado, pés descalços, olhos perdidos tentando acompanhar o movimento da cidade e um ar de cansaço ao seu redor, enquanto muitas pessoas passavam como se ela já fosse parte da paisagem.
Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta:
Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.
Gálatas 5:14

Nessa hora meu “eu” me fez entender como esquecemos de observar e cuidar uns dos outros com simples atitudes: aquela mulher grávida ou com uma criança de colo que não recebe um lugar para sentar em um ônibus lotado; um colega de trabalho que teve uma mudança brusca de humor e, mesmo percebendo fingimos que tudo está normal e até mesmo um desconhecido que com um simples ato de educação nosso poderia ter um dia melhor.

Você e eu somos muito mais iguais do que diferentes: olhos, orelhas, boca e nariz, sem esquecer da cabeça, ombro, joelho e pé (😅). Não sei se um dia conseguirei amar todas as pessoas do mundo como amo a mim mesma, mas posso ser cada vez melhor, a partir do momento em que entendo a verdade de que todos, independe de qualquer coisa somos filhos de Deus. E, no mais, por hoje eu só preciso dizer ...
[...] Que se não der para adiantar
Te atrasar não vou
Se não der para melhorar
Piorar não vou [...]
Quero ser luz, caminhar na luz
Seguir os passos e o ensinamentos de Jesus
Não basta ser do bem
Tem que fazer o bem [...]
Serei Luz – Natiruts


Beijos e Queijos,


Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste  trabalho em  https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/.
sábado, 13 de abril de 2019

Fuja!

Dias desses acompanhei uns trechos de uma novela nova que tinha estreado há poucos dias na TV. A narrativa mostrava a história de uma família que morava na Síria, o país estava em guerra e a família precisou procurar abrigo em um acampamento para refugiados. O filho mais novo do casal estava doente e precisava de tratamento. Um Sheik muito poderoso e ambicioso ficou muito interessado na filha mais velha do casal, assim que a viu fez de tudo para que o seu desejo pudesse ser concretizado, inclusive se aproveitar da doença do irmão da moça comprando-a em casamento da sua família (em algumas culturas isso é comum). A filha mais velha foi a procura do Sheik para aceitar sua proposta de casamento e ter em troca todo o tratamento do irmão custeado, já que a família havia perdido todo dinheiro durante um assalto (em outra cena vemos que o Sheik se certificou que tudo ocorresse como planejado durante o assalto que ele mesmo planejou para deixar a família sem dinheiro).
Com o correr dos dias a criança morre e ela resolve fugir para não se casar com o Sheik. Talvez você esteja lendo e se perguntando "ela tá mesmo fazendo um resumo de uma novela?"
Calma! E se eu te disser que essa história tem muito a ver com nossas vidas?

Em 1 Pe 5:8 está escrito: Sede sensatos e vigilantes. O Diabo, vosso inimigo, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem devorar. Vamos trocar esses papéis por um instante? O Sheik é o inimigo de nossas almas, Satanás, muito interessado em cada um de nós, astuto e sempre planejando os detalhes do seu ataque as nossas vidas. Nós somos a filha, muitas vezes desatentos e cegos diante das investidas de satanás, de suas propostas e bandejas bem apresentadas.

A bíblia nos adverte a sermos vigilantes. Vigilante significa: zeloso; precavido. Precisamos permanecer atentos a todo o tempo, seja quanto ao nosso falar, sentir, pensar e agir. Devemos estar o tempo todo em posição de guarda. Pois o inimigo anda ao nosso derredor, faminto como um leão pronto para nos tragar.
Mas assim como a filha, nós podemos fugir das investidas de Satanás. Sendo vigilantes, orando em todo tempo e não baixando a guarda.
E você querido leitor tem sido vigilante?

Com amor,
Isnaile


sábado, 6 de abril de 2019
Tag :

Pobre oferta, rico valor


Mais um momento de louvor e celebração. Havia ali gentes de todos os tipos. Alguns mais extravagantes usavam todo o seu corpo, toda a sua expressão. Vozes de júbilo, saltos e danças a de alegria. Quão grande fartura se via entre eles!

Lembro-me de quando eu também tinha muito e não vinha sozinha adorar. Estava farta de amigos e família, estava saciada de amor e toda sorte de riquezas, eu tinha a quem abraçar e nada me faltava, tinha sustento e como eles eu derramava muito sobre o altar.

Mas hoje eu estou só, desprovida de qualquer recurso e meus pés não tem o que os apoie. Uma mulher desamparada se achega ao lugar de entrega - O que eu tenho para dar? - tudo que restou da fartura que tinha. Em lágrimas, em fraqueza, com pouca esperança, sem rumo ou norte, timidamente entrego em adoração as últimas moedas de vida  que restaram nos cofres esvaziados da minh'alma. Sim, te dou todo amor que me resta, te entrego toda alegria que ainda tenho, te dou toda força que posso reunir, toda gratidão porque estás aqui - ainda que meus olhos não te vejam. 

Tinlintintin... Minhas moedas de adoração tilintam sobre as montanhas de grandiosas ofertas já feitas fazendo um retumbante som no céu. E Ele, graciosamente responde: ela me deu mais do que todos os outros!

Ósculos de Graça,
Iky Fonseca
quinta-feira, 4 de abril de 2019

Somos perseguidos todos os dias



Certo dia um tal Rabin da Galileia cujo nome é Jesus Cristo, conhecido por seus grandes atos e poder extremo sob o mundo espiritual, se direciona a um deserto após o seu retorno ao Jordão. Durante 40 dias e 40 noites ele não se alimenta de pão, nem de água e vendo isso, o diabo se aproximou de Jesus que aquela altura do campeonato sentia fome e faz uma sugestão maravilhosa: “Se tu és o filho de Deus, transforma aquela pedra em pão!”. Jesus nega e repreende aquele sujeito. Num relance, o diabo mostra a Jesus todos os povos da Terra e promete poder sobre todos eles e ao ouvir a tentadora proposta, Jesus nega novamente e repreende o sujeito. Com a última jogada, o diabo oferece uma ótima aventura a Jesus, levando-o para um local alto e propondo: “Se joga daí, você é o filho de Deus e os anjos virão te salvar”. Jesus, provavelmente deu uma olhada fulminante quase que solicitando a retirada daquele ser, disse “Não ponha à prova o Senhor teu Deus”. Em seguida, o diabo se retirou. Após esse episódio, Jesus se encheu mais do Espírito Santo.

Somos perseguidos todos os dias e não é apenas por homens, mas por nós mesmos e pelo inimigo. Ele nos oferece deliciosas bandejas que atordoam nossa carne – que só produz coisas horríveis – e espera cairmos para vir com o dedo acusador tentando nos fazer lembrar daquilo que queremos esquecer.

Não esqueça que jamais seremos provados além do que possamos suportar e se ainda cairmos e pensarmos que é o fim, Jesus nos ergue e segue junto a nós. Mesmo em dias difíceis, não podemos esquecer que os dias mais sombrios também são do Senhor. Por isso, DIGA NÃO! Satanás quer nos tirar do foco. DIGA NÃO! Diga não e ele fugirá ao ver que em você habita um enorme Deus. Jesus nos mostrou que é possível recusar as tentações e quando fazemos isso, nos enchemos mais ainda de Deus.

  É tempo de revisitar as escrituras; é tempo de revestimento. Seja uma terra fértil para Deus!

Lucas 4:1-14




Samir
segunda-feira, 1 de abril de 2019

Sonhos reaquecidos

Esse texto é sobre sonhos que morreram. Você lembra de algum sonho que um dia foi muito vivo em você mas que hoje você olha e vê que está morto? Se esse for o seu caso, acredito que ler esse texto vai te fazer muito bem.

Não se trata sobre o quanto você tenha se esforçado ou não para fazer com que esse sonho venha a se tornar realidade. Vamos dispensar as bagagens com qualquer indício de culpa. Vamos partir do princípio que somos perdoados, que já nos perdoamos e vamos seguir isentos de culpas, certo?

Esse texto não é apenas sobre sonhos que morreram, mas sobre a possibilidade deles serem reaquecidos. Reaquecidos na memória, reaquecidos nas expectativas de realizações, e também, reaquecidos espiritualmente.

O Espírito Santo de Deus é aquele que sonda os nossos corações. Aquele que soprou Seu fôlego de Vida sobre a humanidade. Aquele a quem podemos entregar a vida todos os dias e desfrutar coisas novas.

Não se trata sobre o que você pode fazer. Quero te lançar o desafio de olhar para tudo o que hoje está morto em sua vida, e fazer uma oração de súplica a Deus. Peça a Ele que Se estenda sobre seus sonhos, que sopre sobre tudo o que está sem vida e traga um reavivamento que só Ele pode trazer. Suplique a Ele com todo o seu coração. Ele é Deus, pode todas as coisas. E, se for necessário substituir sonhos antigos por novos sonhos, deixe o que velho ir para que o novo ocupe o seu lugar.

Obs: Esse texto foi pensado tendo como partida o texto de II Reis 4:32-35, logo abaixo.

“E, chegando Eliseu àquela casa, eis que o menino jazia morto sobre a sua cama.
Então entrou ele, e fechou a porta sobre eles ambos, e orou ao Senhor.
E subiu à cama e deitou-se sobre o menino, e, pondo a sua boca sobre a boca dele, e os seus olhos sobre os olhos dele, e as suas mãos sobre as mãos dele, se estendeu sobre ele; e a carne do menino aqueceu.
Depois desceu, e andou naquela casa de uma parte para a outra, e tornou a subir, e se estendeu sobre ele, então o menino espirrou sete vezes, e abriu os olhos.”


Abraços,

Bárbara

quinta-feira, 28 de março de 2019
Tag :

Rastejando


Minha vontade era parar, ficar deitada e poupar o que me restava da pequena força. Não que eu tenha sido sempre assim, já fui uma mulher vigorosa, na labuta diária, no trabalho, em casa, nas ofertas... Parecia um fluxo normal, era comum como acontece com todo mundo. Mas simplesmente não parava. Dia após dia, após dia, após dia, que viraram meses, viraram anos e eu só sentia minha vida se esvair. Não havia nada que eu fizesse que pudesse contê-la. Tentei usar meu dinheiro e investir em mim, continuei a escorrer; Tentei indicações de amigos, mas não foram eficientes comigo. O relógio e o calendário só me afligiam, cada ocaso do sol zombava da esperança no próximo alvorecer. Já não era mais tão jovem e perdia minha beleza, as pessoas lentamente se afastaram e me perdi na solidão. Sem recursos, ouvi que o Poderoso estava por perto, mas corri o risco de enfrentar o que mais me doía: o olhar das pessoas e sua possível rejeição. Quis correr, pelo menos andar, mas só pude me arrastar e rastejando, como criança que não sabe andar, como velho sem forças para levantar, como soldado ferido nas trincheiras, dependente, limitada, fui silenciosa até Ele. Estiquei com grande esforço minhas mãos debilitadas e toquei na pontinha de suas vestes. Eu não poderia esperar mais que isso, quem era eu para querer sua atenção? Ouvi a voz dEle. Quão doce, quão suave, quão acolhedora! "Quem me tocou?" Como um toque tão fraco pode sensibilizar alguém que tem tanto a fazer? Me sinto amada, me sinto nova, perdoada, como um vaso refeito que retém o vinho novo de sua própria vida.

Ósculos de esperança,
Iky Fonseca
quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

Jesus Cristo te ama e em breve vai voltar!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons