Jardim

Recentemente enquanto orava clamei ao Senhor pedindo que o ano de 2019 fosse um ano de mudanças, que eu viesse a ser como um Jardim nas mãos do Jardineiro. Pedi que não se importasse com o estado que ele poderia encontrar ao entrar nesse Jardim. Ervas daninhas, solo necessitando de adubo, de chuva, de luz, sombra e boas sementes para que o Jardim ficasse florido e bonito.
Clamei pedindo que removesse as ervas daninhas da minha vaidade, soberba e ego. Que fizesse o melhor adubo no solo do meu coração, rico em nutrientes, a sua palavra (2 Tm 3:16), que plantasse em mim sementes de mansidão, humildade, domínio próprio, amor, alegria, paz, amabilidade, fidelidade e bondade (Gálatas 5:22-23). Que derramasse no solo do meu coração a sua chuva temporã, o derramamento do Espírito Santo (Jl 2:23), que colocasse a luz e a sombra necessárias para que as sementes germinassem e no tempo certo pudessem florescer, transformando um Jardim que antes estava desbotado em um lindo Jardim colorido pelas mãos do Jardineiro, o nosso Jardineiro, Jesus!
Que nesse ano de 2019 você seja como um Jardim nas mãos de Jesus. Permitindo que Ele entre, faça morada e se torne o seu Jardineiro!
Que 2019 seja um ano de FLORESCER.



Com amor, Isnaile.
terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Uma História Star Wars

Na série renomada Star Wars, baseada na história de George Lucas, que teve seus primeiros filmes produzidos no final da década de 1970 e início da década de 1980, há um poder metafísico que é capaz de conceder algumas habilidades aos seres vivos que são sensíveis a ele. Esse poder seria um campo de energia que mantém o universo unido e equilibrado, criado por todas as coisas vivas, esse poder é conhecido como Força.

Percebe-se que é algo extremamente poderoso, logo se faz necessário à busca pelo domínio dessa Força que possui dois lados: a luz e as trevas. Esses lados da Força é característica do caráter do ser humano, por exemplo: a Luz é caracterizada pela compaixão, bondade, altruísmo e humildade. O lado sombrio por sua vez é caracterizado pelo ódio, raiva, ganância. Os maiores praticantes dessa Força são as ordens monásticas Jedi, que tinha sua filosofia voltada para Luz e Sith, que tinha sua filosofia voltada para as trevas.

No episódio V da série (O Império Contra Ataca), uma das cenas finais onde o Jedi Luke Skywalker é capturado e levado pelo Darth Vader para o Imperador dos Sith, Palpatine. Luke e Vader entram em combate enquanto Palpatine tenta influenciar o Jedi a fazer parte do lado negro da Força, fazendo com que o jovem Luke deixasse a raiva e o ódio, característica do lado negro, se sobressaísse  a compaixão e a bondade. Embora a situação fosse adversa, Luke consegue ter domínio próprio, se concentra na Força e deixa o lado da Luz se sobressair.

Em Gálatas 5, a partir do versículo 16, Paulo inicia sua tratativa sobre as obras da carne e os frutos do espírito, que são beligerantes e não entram em acordo. A nossa carne, nossa humanidade, produz imoralidade sexual, impureza e outras coisas que o lado negro da Força no mundo Star Wars produz. Todavia, Paulo diz (e nos diz) em sua carta que devemos ser guiados pelo Espírito, que possui frutos que produzem amor, alegria, paz, paciência, domínio próprio, mansidão, amabilidade e bondade, coisas que o lado Luz da Força produz.

Assim como Luke Skywalker, devemos possuir controle próprio, o que se torna difícil uma vez que nossa natureza nos guia para uma coisa e nosso espírito para outra. Dessa forma, precisamos encontrar a nossa Força. A nossa Força é Cristo, é por meio Dele que venceremos nossa carne e conquistaremos o controle próprio e para isso é preciso que o lado espiritual seja alimentado, o lado mais alimentado estará mais nutrido, mais forte e firme dentro do conflito e para isso, Deus usa sua palavra para nos instruir a termos uma vida de comunhão com Ele a fim de que saibamos alimentar da forma correta o nosso espírito, o lado Luz da Força.

Ouça a voz de Deus, não negligencie algo tão importante da sua vida! Seja Luz! Se encha de Deus Que a real força, a força de Cristo esteja com você!




segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

O Caminho Certo


Recentemente comecei a assistir uma série da CBS chamada God Friended Me, que trata sobre questões de ciência e fé por meio do seu personagem principal Milles Finer, um ateu que produz um podcast “desmascarando” Deus. Até que um dia, o próprio Deus o adiciona no Facebook e indica pessoas desconhecidas que necessitam de alguma ajuda como sugestão de amizades. Miles vai seguindo as coordenadas de Deus mesmo duvidando da sua existência e dessa forma, ajudando a vida dessas pessoas.

Sempre que Miles tentava fugir do caminho que Deus traçava para ele, algo dava errado. Deus age na vida de Miles simplesmente por ele seguir o caminho correto, reconstruindo sonhos e relacionamentos familiares. Podemos perceber, quando atentos, que Deus que nos levar a lugares altos mesmo quando não conseguimos enxergar isso. Ele mostra o caminho a ser trilhado para o nosso sucesso.

Rememorando a saída do ainda Abrão do Egito em direção a Betel, uma cidade situada em Canaã, reflito sobre escolher o caminho certo estando conectado com Deus. Abrão estando com seus servos, todos os bens, sua esposa Sarai e Ló, caminham em direção a Terra Prometida, todavia, no meio do percurso, Abrão e Ló perceberam que teriam que se separar, uma vez que a riqueza de ambos era derivada da pecuária. Muito gado junto poderia provocar uma degradação no solo logo, muito provavelmente por esse motivo houve a necessidade de separação.

 Ló foi para um vale no Jordão, um local bem irrigado perfeito para a criação de gado, uma “terra como o Egito”. Esse é o problema. O Egito naquele período passava por uma crise, era belo, mas passava por uma crise: fome, doença, desnutrição e desigualdade social. Apesar de ser bem irrigado, o vale para onde Ló foi ficava próximo a Sodoma e Gomorra, local habitado por homens perversos.
Abrão por sua vez, foi para Canaã, uma região no Oriente Médio, provavelmente próximo a cidade monumental de Ebla, onde hoje se situa parte da Síria. Lá, as relações comerciais eram agitadas além de ser um povo sofisticado, possuindo um alfabeto, dominavam a metalurgia e possuíam uma boa tecnologia de guerra. Lá era a Terra Prometida, onde Deus fez a promessa para Abrão.

Algo que parecia ser o caminho incorreto, na verdade não era, porque Abrão era justo aos olhos de Deus que possuía planos para ele; ouviu também o chamado de Deus. Quando entregamos nossos caminhos ao Senhor e/ou atendemos o Seu chamado, sempre estaremos em caminhos certos que nos levarão a lugares altos, coisas boas, vitórias. Talvez sonhos que pensávamos que era para nós e não era, Deus muda nossa rota para mostrar que Ele tem coisas melhores para nós! Basta ser fiel desde as pequenas coisas, ser íntegro e seguir as coordenadas de Deus. Não espere Deus te adicionar no Facebook para mostrar o que fazer, ore e medite na palavra!




segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Reencontre suas próprias malas




E abra-as já. Na vida tomamos para nós várias responsabilidades que não são nossas. Às vezes movidos pelo desejo de ajudar, de amar, outras por um exacerbado senso de responsabilidade, às vezes porque nos impõem, sutilmente ou não, determinadas responsabilidades, outras porque sutilmente ou não nós as puxamos e assumimos e criamos. Há muitas razões para isto: amor, zelo, medo, submissão distorcida, vontade de consertar o passado, de não repetir os mesmos erros no presente, de ter um novo futuro. Até que chega o dia em que o outro olha para nós e diz: "conto com você" e lá dentro nós percebemos que ele vê aquela responsabilidade como se fosse nossa. E aquilo pesa, aquilo dói. Porque não, não é nosso. Por que demoramos para entender que o que é do outro é do outro e não meu? Eu posso te ajudar, mas nossos lugares e limites precisam claramente ser definidos. Porém quando não delimitamos isso, logo ali na frente, como um esgoto entupido isso vai transbordar e não será agradável. Quando você faltar, muitos vão te ignorar, muitos vão te desprezar, outros vão apenas te substituir, talvez até com alguma tristeza inicial - porque a vida não pode parar - tudo irá se reorganizar. E você se verá só e perceberá como você deixou a si perdido, quanto se abandonou para cuidar do que não era propriamente seu. Neste momento, eu espero, você fará uma viagem para dentro de si, e relembrará de sonhos, de dores, de expectativas e não sei em que estado elas estarão. Não sei quanto tempo você ainda terá, mas só sei aonde você deve levá-los, aonde você deve se levar: nas mãos daquele que faz novas todas as coisas. Reencontre suas próprias malas e abra-as.

Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo.
Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.
Mas prove cada um a sua própria obra, e terá glória só em si mesmo, e não noutro.
Porque cada qual levará a sua própria carga. (Gálatas 6:2-5)


E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. (Mateus 22:39)


Ósculos santos,
Iky Fonseca
quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Work Hard!

Domingo a noite: dia oficial da bad. Ao chegarmos do culto, ou quando estamos assistindo um dos raros bons programas fantásticos da plim plim, ou simplesmente quando o relógio aponta cerca de 22hs, pelo menos uma vez na vida já pensamos “puxa, amanhã é segunda”, com um tom de despedida do final de semana, retomando os afazeres do dia a dia, como estudo e trabalho.

Recapitulando o que já foi dito nesta coluna (ver texto), Deus fez o mundo em seis dias e no último, descansa, abençoando toda a obra que já foi feita, com isso, percebemos que Ele faz as coisas no momento certo e nos incentiva a nos deleitarmos na presença Dele. No decorrer da criação do mundo, Deus cria o homem que é sua imagem e semelhança, batizou de Adão e deu uma coisa que nós não podemos fugir: responsabilidade. Deus deu à Adão trabalho para ser feito. Depois de tudo criado, fauna e flora, Deus atribui à Adão um afazer muito importante, que foi batizar e cuidar dos animais, cuidar da flora, das águas, das bacias, enfim, quanta responsabilidade! Adão tinha um trabalho duro! Todavia, não enxerguei momento algum em que Adão reclama ou se fadiga do seu trabalho, isso passa a acontecer após a desobediência no Jardim, quando juntamente com Eva, ele come o fruto proibido. O trabalho virou algo árduo por causa do pecado.

Deus abomina a preguiça e abençoa o trabalhador. Mesmo sendo consequência do pecado, é também por meio do trabalho, que Deus quer nos abençoar e recompensa os “abensuados” (ver vídeo). No livro de provérbios há quatorze citações que falam sobre os benefícios do trabalho e os malefícios da preguiça (pv: 6.6; 10:4-5; 12:11; 12:27; 15:19; 18:9; 19:15; 20:4; 20:13; 21:25-26; 22:13; 24:30-34; 26:14; 26:16). Trabalhe. Não fuja das suas responsabilidades, plante, are sua terra para que ela produza bons frutos. Não se desleixe e nem tenha preguiça, entretanto, temos que ter o equilíbrio entre o trabalho e o descanso. Deus descansou no momento certo após grandes obras. Em Provérbios 24:33 diz que devemos descansar a medida ideal, se for demais, o devorador atacará sua plantação.

Deus quer que nos tornemos “abensuados”. Quando pensamos em comprar casa, carro, viajar, precisamos ter recursos para isso. Esse recurso vem por meio do trabalho, o qual Deus nos deu e é uma ferramenta por onde ele quer nos abençoar. Com o nosso suor, com a dedicação e esforço, ele nos dará forças para todos os dias de trabalho, inclusive nas segundas. Por isso, agradeça a Deus pelas segundas que nós temos, é o início da semana, mais um dia que Deus quer nos ensinar algo e nos abençoar. Work hard! Não tenha preguiça, deixa sua terra arada para o momento da colheita! Seu trabalho não é uma tarefa, é um chamado!(para entender melhor, assista o vídeo indicado!)

Abraços!
Samir

 



segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Você não precisa de um chamado missionário #workscafé



Hi guys! O texto de hoje é uma indicação valiosa, mas antes de falar sobre o livro em si, vamos tratar de como eu conheci esse autor e o que me levou a compra-lo. No ano de 2015, eu fui para o meu primeiro #CONJUBAG (Congresso da Juventude Batista Grapiunense), um vento muito valioso e importante da nossa região, pois ele traz união e comunhão entre os jovens de toda a nossa região, além disso sempre buscar tratar temas relevantes para o Reino.

Bom, no #CONJUBAG30 tivemos a presença do pastor Yago Martins como preletor dos três dias de congresso, a maioria dos temas que foram trazidos diziam respeito a missões, justamente pois o tema do congresso era “Além dos muros”, ainda mais porque o congressista trabalhou muitos anos com missões em sua cidade natal, Fortaleza e além disso tinha acabado de publicar seu primeiro livro, “Você não precisa de um chamado missionário”.

Preciso citar que queria adquirir esse livro? O título chamou muito a minha atenção e notei que Lino também se interessou, porém na época não estávamos com $$. Então, em uma de suas pregações ele também tratou sobre como decidiu largar seu curso universitário para fazer o curso de teologia. Entre várias oficinas e pregações meu (na época) namorado sentiu-se vocacionado para exercer o ministério pastoral. 

Não sei se foi bobagem da minha parte, mas achei que seria legal dar de presente esse livro para Lino. E então, surgiu uma promoção com frete grátis e nem pensei duas vezes, fui lá e comprei. Mas eu só senti vontade de ler esse livro a poucos dias, e advinha, eu amei o livro!

O escritor trata de um assunto muito importante para nós cristãos, ele trata sobre a grande comissão, o famoso texto, “Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura” (Mt 28:16-20). Ele trata sobre várias questões pertinentes como: missões e motivação, a importância de se estudar teologia para ir a campo, o poderio de Cristo, para quem é a ordem do ide e entre outros.

Todo livro é rico de citações e excelentes referências bibliográficas, um ótimo livro para quem pensa fazer missões e para quem quer iniciar os estudos de teologia, já que o autor embora de maneira profunda, trata os temas de forma acessível e de fácil compreensão a todos os públicos, desde de um estudante de teologia a qualquer outro leigo no assunto.

Com amor e carinho,
Isabelly Lino

domingo, 2 de dezembro de 2018

Expectativa x realidade

Você já parou para pensar quantas expectativas nós temos? Nós idealizamos muito as coisas. Talvez você considere que não, eu também achava assim, mas nos últimos tempos tenho percebido como idealizar pode ser espontâneo. Idealizamos que vamos entrar pra faculdade assim que terminarmos o colégio e que vamos ter o emprego perfeito ou nossa própria empresa assim que sair da faculdade. Projetamos como estaremos e o que teremos com tal idade. Idealizamos como o outro deve se comportar, criamos um modelo ideal para nossos pais e nos frustramos quando percebemos que eles não chegam perto do que esperávamos. Idealizamos até as refeições (eu só queria um yakisoba hoje de noite!) e frequentemente damos de cara com o pão nosso de cada dia (só eu? kkkkkkkkkk).

Não há problemas em criarmos expectativas, desde que a gente entenda que a nossa realidade quase sempre será diferente -
será que estamos prontos? 

Eu sempre sonhei em ser tia, quem me conhece bem, sabe o que penso disso (kkkkkk). Ficava imaginando eu chegando e as crianças correndo pra mim: "Tia Iky, tia Iky!" Depois de muitas orações e alguns milagres eu tive duas sobrinhas, uma delas faz exatamente assim quando me vê: "Tia Iky, Tia Iky!" (exceto se ela estiver assistindo desenho, aí é outra história), mas a outra, bem... Ela tem autismo, como contei no texto passado. Quando ela me vê, ela para onde está, dá um sorriso discreto, abaixa a cabeça e fica esperando meio de lado eu chegar até ela. E eu? Bem, eu vou o mais rápido que posso até cada uma, abraço e encho de cheiro e é uma delícia!

Percebi com isso que mesmo que as coisas não sejam exatamente como imaginei e que às vezes sejam muito, muito diferentes, isso não quer dizer que as coisas não possam ser maravilhosas. Eu tenho o amor sincero das pequenas e isso é mais que suficiente, é sensacional - e eu me sinto totalmente realizada! 

Daqui para frente, quero me relacionar com a realidade assim, aceitando-a como ela é e mudando o possível. E você, como tem se relacionado com suas expectativas?


Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, segundo o poder que opera em nós, a esse seja glória na igreja e em Cristo Jesus por todas as gerações do século dos séculos. Amém. (Efésios 3:20,21)

Ósculos realistas,

P.S.: Vou tentar não escrever sobre minhas sobrinhas no próximo texto kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

Jesus Cristo te ama e em breve vai voltar!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons