Ei! O rei te chama.

Tudo bem? Estive um tempo sem escrever, mas resolvi voltar aqui para as nossas quartas. Seja bem- vindo/a de volta junto comigo. Quarta- feira também é dia de texto de Tai! Estaremos por aqui. 

Bem, o texto de hoje é uma reflexão sobre o primeiro capítulo do livro de Ester, só clicar aqui  caso queira ler ou reler. Nada muito profissional, científico ou teológico, mas espero que você possa guardar algo de bom dele, certo? Vamos lá!

São dias de festa, de banquetes no jardim Real.  O rei está alegre, generosamente deu ordens para que todos daquele reino e os demais convidados sejam servidos com abundância. Pede para que chamem a rainha a sua presença, no entanto, ela recusa- se a estar na presença do rei. Estaria ela cansada sobremaneira que não pudesse apresentar- se diante dele naquele momento? Ou, com raiva de algo que ele fez ou falou? Seria essa raiva razoável? Ensoberbecida por ser rainha e estar vivendo dias de glória? 

Não sabemos ao certo o que se passava com a rainha Vasti naqueles dias. Mas, podemos aprender algumas coisas com essa passagem. 

Por ser alguém que prefere os bastidores, (se você me conhece de perto sabe do que estou dizendo), acabei me identificando com a recusa de Vasti de estar ali diante de todos. Vamos focar um pouquinho nesse ponto. Uma coisa é estar a sós com o rei, outra é estar com ele diante de outras pessoas. Talvez você seja alguém extrovertido e não fique desconfortável em se expor quando necessário. Ou, seja mais introvertido preferindo momentos de banquetes particulares a sós com ele. 

Mas como igreja e noiva de Cristo somos seus representantes. E, embora em algumas situações não seja tão confortável estar diante das pessoas, é uma grande honra simplesmente estar comprometido com Jesus.

No trecho citado, o rei desejava mostrar a beleza da sua esposa. Quanto da sua beleza Deus deseja mostrar através do seu povo mas, assim como Vasti, preferimos ficar quietinhos em nosso canto do jardim com os mais chegados?  Fomos feitos a imagem e semelhança dEle, o nosso respirar fala sobre ele. Toda a criação reflete a formosura do rei, no entanto, nada, além do homem, foi feito a sua imagem e semelhança (Gn 1:27).

Vasti foi chamada apenas para estar presente, o rei não pediu para ela dançar, cantar, pregar, tocar um instrumento, fazer uma leitura, ele apenas queria a presença dela. 

Talvez o nosso rei esteja apenas solicitando a sua presença nos momentos de banquetes coletivos com seu povo, e você esteja se perguntando por que ir até lá já que, pela Sua generosidade ele tem lhe proporcionado um banquete particular? Poderíamos pensar em muitos bons motivos para explicar a importância da sua presença, junto com todos, para o rei (embora ele não dependa de forma alguma de nós), mas vamos focar no motivo do rei Assuero em chamar Vasti: ele quer mostrar sua beleza.

Há beleza na obra que Deus tem feito na sua vida, mesmo ainda inacabada. Há beleza na presença do Espírito Santo vivendo em você, mesmo diante de suas imperfeições e fragilidades. Há beleza no que Deus quer fazer através de você. 

Você sabe que não precisa aceitar todos os convites, mas daí a recusar uma solicitação do rei? Talvez o Senhor esteja lhe chamando a compor, publicar textos, ou a pregar, cantar, dançar, ensinar, atuar, tocar, se expor de algum modo por ele. Jesus é tão lindo que eu não duvido nada que além de lhe chamar ele faça questão de ressaltar o quanto você é lindo, o quanto você é linda.

Ele se expôs inteiramente por amor ao mundo. Que ele nos dê sensibilidade e entendimento para reconhecermos seus chamados pessoais para cada um de nós.

Resultado de imagem para Ele te chama

Até as próximas quartas!


Bárbara Uinan
quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

POSSO OUSAR NA FÉ?

Em alguns momentos da nossa vida nos deparamos com diversos desafios, problemas, situações de conflito consigo mesmo ou com o próximo, dificuldades, medo, angústia, dentre outros. 

Em muitos desses momentos necessitamos ousar na fé. Já vivi vários momentos que senti medo de tentar ou desistia por achar que não iria conseguir e por isso, vi que seria necessário tomar uma atitude, colocar a fé como prioridade e lançar fora o medo porque deveria ter a certeza de que Deus estava cuidando de cada detalhe. 

O senhor cuida da gente de uma maneira surpreendente e conhece o nosso interior. Ele sabe o que queremos, pensamos, agimos, sonhamos, desejamos, etc. Ousar na fé é tomar posse de tudo aquilo que ele fala ao teu coração. Quando você ora ao Pai que está em secreto e conecta o seu coração totalmente aos céus, ele te revela muitas coisas, semeia a certeza de que está trilhando no caminho certo, confirma e traz paz mediante a uma decisão que pode muitas vezes mudar a sua vida, dentre outros. Ousar na fé é não temer mal algum.

É ter a plena certeza de que, se o Senhor permitiu que algo acontecesse, é porque era para ser assim e ele preparou cada detalhe e está te protegendo e livrando de todo mal cotidianamente. Quando as coisas provêm dos céus é diferente e temos consciência disto. Ousar na fé é entregar tudo nas mãos de Deus e deixar que ele cuide das nossas vidas como um todo, ou seja, do nosso trabalho, família, relacionamento (namoro, noivado e futuramente um casamento, aleluia igreja? rs), situação financeira, saúde, amizades, faculdade, etc. Quando as dificuldades vierem nunca deve-se esquecer de que ele supre todas as suas necessidades e cuida de você. 

Você pode e deve ousar na fé. De fato, somos seres humanos falhos com o Criador, mas ele sempre está disposto a nos ouvir e aconselhar. Quando pedimos algo a ele de todo coração e com sinceridade, ele escuta e muitas vezes até nos surpreende. Quantas vezes você sonhou e ele realizou de uma maneira maior e melhor do que você imaginou? 

Pois é. Não tenha medo de ousar na Fé. Ele quer que você e eu tenhamos atitude e coragem. Que precisamos lançar fora todo o medo e insegurança e lançar-nos nos braços dele, crendo sempre que ele está no controle de tudo. Ousar na fé também necessita de confiança e paciência. Existe um tempo certo para todas as coisas, mas é necessário crer que Abba é poderoso para fazer infinitamente mais do que sonhamos, pensamos ou imaginamos. 
“Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.” Josué 1:9

Até o próximo textinho! 


Rafaella Lima


A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com
segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
Tag :

Rabiscos de Sábado: Foco no Objetivo

Tornei-me “ovelha” em 2011 e, nesse ano em especial, convivia muito com um amigo geógrafo que tinha a seguinte frase, nas Redes Sociais que utilizava: foco no objetivo. Ele, sempre me pareceu muito determinado para dizer sim e não para cada oportunidade que aparecia em sua frente. Aprendi muito com ele, bem como pessoas de outros contextos me ensinaram a ser “sim, sim, não, não”. Determinação não é (na minha humilde opinião) uma característica inerente a todo ser humano. Alguns aprendem na família e outros com a vida, afinal quando dá, usar a chance que se tem na mão é fundamental para avançar, rumo aos objetivos estabelecidos.
Se é do mato, amanse
Trabalhou, descanse
Se tem festa, dance
Se tá longe, alcance
Use sua chance
Use sua chance
Do It – Lenine
Outro amigo (de um tempo muitoooo distante) me ensinou a ser o tipo de pessoa “bora, borá”: eu quero e quero agora, sabe como é?! Lutar, semear, fazer uns arrumadinhos e vender o seu melhor com agilidade, presteza e assertividade, objetivando metas especificas em cada empreitada. O mundo exige uma atitude de ataque e não de espera. A vida passa e nós, cada um ao seu modo, sabemos bem disso. Com tantas distrações, necessidades, e vozes que gritam sobre o que devemos buscar, fica complicado “focar” no que realmente é importante e possui um valor que não diminui com o tempo.


O tempo acelera nos fazendo apressar nossos passos, muitas vezes, rumo a realidades vazias da eternidade. Somos alimentados de necessidades que devem ser saciadas entre o nascer, crescer, reproduzir e morrer, mas essa “fome”, geralmente não diz respeito as coisas do alto. Buscar por realizações finitas em si mesmas, mais cedo ou mais tarde, levará cada um de nós para o lugar onde, pensar no depois daqui de modo tristonho e sem esperança, é um fato inegável. Ninguém é 100% focado sempre. Às vezes, somos surpreendidos por planos que falham e a sensação de fracasso que tais situações provocam, geram aquela vontade de só deixar a vida passar, sabe como é?!
Toda vez que eu chorei, eu Te senti
Quando menos esperei, eu Te senti
Quando já não me aguentava, eu Te senti
Dando a coragem para viver
Sendo mais que imaginei
Eu Te Senti – Preto no Branco
É do Pai que vem o rumo para onde devemos marchar, enquanto “turistamos” pela Terra. Não esqueça que aqui somos apenas estrangeiros, ok?Ok! (1 Pedro 2:11) É super importante pensar, focar, elaborar objetivos e buscar alcançá-los, mas acima de tudo isso sempre estará a vontade soberana de Deus, e essa certeza não deve deprimir nosso coração, mas sim atraí-lo para o Senhor, a fim de que nossos sonhos estejam conectados aos dele para nós. Por hoje, basta que meditemos sobre o futuro sem esquecer que, segundo Provérbios 21:30:
Não há sabedoria alguma, nem discernimento algum,
nem plano algum que possa opor-se ao ­Senhor.

Seguremos na mão de Deus e, mesmo remando contra as marés da vida terrena, sigamos para o único alvo que realmente vale nosso esforço: Ele!


Beijos e Queijos,





Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste  trabalho em  https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/.

sábado, 9 de dezembro de 2017

VOCÊ TEM SIDO UMA BOA PESSOA PARA VOCÊ?

As nossas atitudes e personalidade mostram um pouco de quem somos, porque ainda existem várias palavras que nos definem como seres humanos. Todos nós temos defeitos e qualidades, somos pessoas falhas e não é pelo fato de sermos cristãos que somos perfeitos e que nunca, jamais, em nenhuma hipótese iremos errar.

Ser uma boa pessoa para Deus é algo importante em nossas vidas. Servir a ele, obedecer a sua palavra, cumprir os seus mandamentos, respeitar os seus planos e projetos, descansar nosso coração nele, etc.

Resultado de imagem para tenha fé
Mas, e você? Como está sua autoestima? E o seu coração está em paz ou em turbulência?

Ser uma boa pessoa para si não significa individualismo ou que você está vivendo em seu “mundinho particular”. Mas, é fundamental cuidar não somente dos afazeres pessoais, mas também os do Reino. Tirar um tempo para você e para Deus pode te conduzir a um momento de descanso. Sim. Isso é super possível. Quando reservamos um tempo para ele e conectamos nossos pensamentos aos céus, nosso coração fica mais leve e nossos pensamentos são levados a ele de uma forma suave.

Não foque somente nos seus defeitos ou jamais se ache incapaz de alcançar um sonho ou objetivo que parece até impossível aos seus olhos. Acredite em si mesmo e lembre-se que o Senhor jamais te dará um fardo que não possa suportar ou que ele não cuida dos seus planos do presente ou do futuro.

Jesus te ama desse jeitinho, mas ele quer que você olhe pra si mesmo e pense coisas boas sobre você. Que diga todos os dias para si que você pode todas as coisas em Cristo que te fortalece, mas que não seja da boca pra fora. Que saia da sua boca palavras positivas e a bíblia está repleta delas. Você possui sonhos e projetos e o Senhor conhece todos eles. Além disso, ele conhece a tua estrutura interior e te conhece como ninguém.

Imagem relacionada

Nunca se esqueça que você é ÚNICO (a) para Deus!

Ele te criou de uma maneira tão especial e você está aqui, neste mundo para ser um instrumento dele. Abba tem planos lindos para você. Não desista dos seus sonhos!

As dificuldades sempre vão surgir, mas Creia que ele pode fazer o milagre acontecer!

Seja uma boa pessoa para você! As palavras negativas só trazem desânimo, tristeza, tiram a alegria, etc. Quando se tem fé e acredita em Deus e em si mesmo, muitas portas podem se abrir. A autoconfiança pode te ajudar a vencer muitos desafios!

Quando a dificuldade vier pense até onde você já chegou e o que pode conquistar daqui pra frente. Pense positivo e exercite a sua fé!

O Senhor cuida de você e sempre estará disposto a te ouvir e deixar o seu coração e a sua mente ter voos mais tranquilos!

Deixa a turbulência de lado e confia no Senhor que ele te conduzirá a lindas viagens!

Que o Mashiach te abençoe hoje e sempre!


Rafaella Lima

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com
segunda-feira, 4 de dezembro de 2017
Tag :

Rabiscos de Sábado: “... Coração não é tão simples quando pensa...”


Dezembro começando e 2017 caminhando para o fim (Amém, Igreja?! rs). Mesmo em contagem regressiva para o começo de um novo ano, vale à pena conversar um pouco sobre um órgão do corpo que entre citações na Bíblia, poemas, canções de amor ou não sempre vira protagonista sob o olhar atento daqueles que tentam entende-lo: hoje é o sábado do coração!
Caminhava distraidamente. Tinha um plano perfeito: sair de casa, resolver as demandas do dia e voltar para o aconchego de seu “cafofo”. Embora não fosse vaidosa, nunca tinha saído tão desgrenhada como naquele dia. Viu o reflexo no espelho e disse pra si mesma: quem liga?! Perto do local marcado, passou por uma memória antiga: Ela, ele, um encontro casual em um meio dia qualquer e a sensação boa de um “porque não”. Antes que um suspiro surgisse, desfez o começo da aceleração dos batimentos cardíacos para aquietar o coração. Chegou ao local marcado e comeu como caminhou: focada no mínimo e desconectada de todo resto. Até que foi avisada que uma pessoa estava tentando chamar sua atenção. Pensou em alguém fluindo para outro lugar, mas seu olhar foi orientado para um ângulo mais próximo, a mesa ao lado. E, entre tantos rostos conhecidos, eis que surgiu o da memória contida no meio do caminho. No meio de olhares que se encontram e o toque cordial das mãos, seu coração lhe disse baixinho: agora quem manda sou eu e, aceleraremos em 3, 2, 1...
Era fácil desenhar corações na primeira infância, afinal existiam apenas linhas que se encontravam e eram preenchidas por um vermelho que gritava: presta atenção em mim. A travessia pelas fases da vida nos leva, rumo a novas percepções sobre esse órgão que no real é bem diferente dos desenhos de outrora. Conhecemos paixonites e primeiros amores. Os correspondidos fazem com que, os batimentos cardíacos acelerados comuniquem que cada novo encontro traz consigo uma nova emoção, mas os amores platônicos e as impossibilidades que vem com eles, levam-nos a situações onde mesmo cumprindo a função vital, o “coração emocional” quase morre levando todos os sonhos de uma vida a dois, pensada apenas por um. Não é muito difícil lembrar-se de uma canção não muito antiga que diz:
[...]Coração não é tão simples quanto pensa
Nele cabe o que não cabe na despensa
Cabe o meu amor
Cabem três vidas inteiras
Cabe uma penteadeira
Cabe nós dois
Oração – A Banda Mais Bonita da Cidade

Além das funções físicas estratégicas e fundamentais para manutenção da vida animal, (acho que todos têm coração né?!) existe a relação do coração com nossas emoções, algo conectado ao cérebro e as construções de percepção e valores que todo individuo realiza. Dentre todos os versículos na Bíblia que falam sobre esse “dito cujo”, eis os que mais me chamam atenção, pois comunicam sobre o entendimento do coração como algo amplo e múltiplo.

Compreendo que o amor ao Senhor também passa por ele, embora mova outros setores da nossa carne, afinal: 
Respondeu Jesus: 'Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento'. Mateus 22:37
É inegável que precisamos dele para muitas demandas, mas não podemos esquecer que:
O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável.Quem é capaz de compreendê-lo?
Jeremias 17:9

E, em meio aos problemas cotidianos, ilusões, magoas e ações que nos afastam do Pai, basta fazermos um pedido sincero e inspirado em Salmos 51:10:
Cria em mim um coração puro, ó Deus,
e renova dentro de mim um espírito estável. 

Precisamos buscar na palavra viva do Senhor e no autoconhecimento, a verdade sobre nosso coração. Tire as máscaras e reconheça às vezes que ele te dá uns “fatalitys”, quando você menos espera. Seja um encontro casual, a memória de uma dor ainda latente, nas dúvidas e certezas da fé: entender-se é uma escolha essencial para desviar de perigos e enxergar o mover do Pai, frente ao que precisa ser transformado. Fácil não é... Impossível, também não!

Que dezembro seja de batimentos cardíacos conectados com a vontade de Deus, para todos nós...

Beijos e Queijos,



Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste  trabalho em  https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/.
sábado, 2 de dezembro de 2017

Solidão e Solitude

Você sente solidão ou vive momentos de solitude? Todos nós em algum momento da vida já se sentiu sozinho (a). 

A solidão é um sentimento no qual uma pessoa sente uma profunda sensação de vazio e isolamento.

A dor de está só leva muitas pessoas a buscarem refúgios e escapes para fugirem desse estado. O ser humano em sua essência não nasceu para viver na solidão. Deus quando criou o homem disse: “não é bom que o homem esteja só” Gn 2:18 . Fomos criados para nos relacionar, o proposito do Pai Criador ao formar o homem e a mulher era se relacionar com eles. Em Gn 3:8 vemos o relato de que Deus andava pelo jardim na viração do dia. Ou seja, somos seres relacionais, nascemos e crescemos rodeados de pessoas (família, amigos, igreja). Muito embora, dada às circunstâncias, aprender a lidar com a solidão será necessário.

Resultado de imagem para solitude

O próprio Senhor Jesus, sabendo disso, prometeu está conosco e ainda nos enviou um consolador. A solidão é algo para o qual não fomos feitos. Ninguém vive sozinho, isolado nesse planeta, alguém sempre vai precisar do outro nem que seja para sobreviver. Augusto Cury diz em seu livro Mulheres Inteligentes e Relações Saudáveis “Se o mundo lhe abandona, a solidão é tolerável, mas se você mesmo se abandona, a solidão é insuportável”.

Mas então o ser humano não pode em nenhum momento está distante, ou a parte das pessoas, precisa estar sempre cercado e envolvido em um determinado grupo? Depende das causas e objetivo. Nesse ponto chegamos na solitude, ou seja, a separação, por livre escolha, por um momento, de uma pessoa para viver uma experiência que pode ser de cunho religioso, espiritual. Também podemos dizer que é uma pausa no intuito de uma reflexão interior, higienização mental, com o objetivo de perceber e entender verdades ou prioridades que em meio à multidão é mais difícil discernir. 

Avaliar pensamentos, fazer uma autoanálise e se confrontar diante dos fatos faz parte dessa jornada. Ainda nesse sentido Cury em seu livro Armadilhas da mente argumenta “O senso comum pensa que só os loucos conversam sozinhos. Pois o senso comum está doente (...). Nas sociedades modernas, as pessoas falam diariamente pelos celulares e se comunicam nas redes sociais, mas calam-se diante de si mesmas. Loucura é não dialogar inteligentemente com você mesmo. Loucura é se auto abandonar...”.

A Bíblia narra à história do profeta Elias, que passou por essas duas nuances que aparentemente passa despercebido aos nossos olhos. No livro de 1 Reis 17 após profetizar 3 anos e meio sem chuva, Deus enviou o profeta Elias para Querite onde seria sustentado por corvos com pão e carne junto ao ribeiro. Esse momento na vida dele serviu para aprendizado sobre depender de Deus independente da situação, a maneira com se deu o seu sustento demonstra o poder de Deus e seu controle sobre todas as coisas. A vida de Elias foi preservada da seca e da fome em oásis particular. 

Já em 1 Reis 19 vemos um Elias acovardado, amedrontado, mesmo depois de viver uma das maiores experiências da manifestação do poder de Deus no velho testamento . Após orar e fogo do céu cair no monte Carmelo e morrer os 400 profetas de Baal, ameaçado por Jezabel, ele foge para o deserto e lá pede a Deus a morte em um ato desesperador. Sentindo-se só, abandonado, sem direção, preso na falta de fé e oprimido pelos sentimentos que acompanham a solidão.

Com base na experiência do profeta podemos perceber as diferenças entre esses momentos em nossas vidas.



Solitude
1 Reis 17
Solidão
1 Reis 19
Confiança
Falta de fé
Contentamento
Falta de esperança
Consolação
Abandono
Amor
Medo
Satisfação
Insatisfação
Fidelidade
Preocupação
Orientação Divina
Sem direção



Sendo assim que Deus na sua graça em Cristo Jesus por intermédio do Espirito Santo nos ensine a viver nossa Solidão em Solitude com Ele.



Juliana Porto

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 27 de novembro de 2017
Tag :

Noivei, e agora?

Já faziam alguns meses desde que eu e meu noivo decidimos casar. Sim, você leu certo! Meu noivo! Agora sim fui oficialmente pedida em casamento, mas antes disso já estava nos preparativos do casamento e realmente sinto a necessidade de compartilhar algumas coisas com vocês que estão passando por isso ou passarão em breve. 

Bom, o primeiro ponto que gostaria de tratar é sobre a motivação do casamento. Quando se toma uma decisão como essa, a maioria de conhecidos e familiares estranham e sempre perguntam (mesmo que não para você!) por que você vai fazer isso agora? Especialmente no meu caso, que ainda somos estudantes e sem patrimônios financeiros. Sinto espantá-los, mas na verdade isso tudo é detalhe, o mais importante quando decide-se casar é observar duas coisas:

1º essa pessoa é ideal para você? 
2º estou me casando pela motivação correta?

Ao referir-me sobre pessoa ideal, é óbvio que não estou falando sobre a pessoa feita para você, alma gêmea ou qualquer uma dessas bobeiras. Estou tentando dizer que precisamos ter a convicção de com quem estamos casando e que embora pecador regenerado, semelhante a você, ele é falho e vai errar muito, mas os dois precisam estar cientes que precisam exercer misericórdia e piedade em seu matrimônio, além de se aperfeiçoar um para o outro e consequentemente para o Reino.

Sobre a motivação, vale ressaltar que se estamos em Cristo, precisamos glorificá-lo em tudo que fazemos e o ministério familiar tem um valor importantíssimo no Reino de Deus. Casamos para dar glórias ao Senhor em todo tempo e em tudo que fazemos. Tudo é sobre Ele, inclusive o nosso casamento que foi deixado para nós como uma prefiguração do casamento com Cristo (Dave Harvey).

Por fim, digo que não estou falando para você casar na loucura, sem planejamento financeiro e dar dor de cabeça para seus padrinhos e familiares, mas não espere ficar rico para casar. O casamento não é uma poupança é um ordenamento de Deus para a humanidade para a Sua própria glória! 

Até a próxima, 
Isabelly Santos


  
domingo, 26 de novembro de 2017

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons