segunda-feira, 29 de outubro de 2012



Shalom, juvennnnnnsssss!

Vamos falar sobre uma coisa séria hoje, rsrsrsrs (e eu já começo rindo). Vamos falar sobre o verdadeiro forever alone. Aquele que optou (ou pensa em optar) por ficar - forever - alone. Nossa conversa hoje vai girar em torno de um assunto que mexe com minha cabeça: o celibato. Pelo visto, pelo menos no grupo do Face, (quase) ninguém faz essa escolha hoje em dia. O pior, é que muitas vezes quando ela é feita, sua motivação é totalmente errada. Para quem não sabe, o celibato é a livre escolha por uma total abstenção de relacionamentos conjugais (e consequentemente sexuais, lógico).
O celibato é muito comum na Bíblia e por vezes era determinação de Deus antes do nascimento, como deveria ser o caso de Sansão, pois esse seria um nazireu (para saber mais sobre o nazireado, leia #Nm6). Temos também Paulo, grande defensor dessa escolha e o próprio Jesus. Vejamos que em ambos os casos, o celibato tinha um propósito ministerial. 

Não foi fruto de uma desilusão amorosa ("Agora também não quero saber de mais ninguém!") ou aleatoriamente. O celibato visa uma entrega total e exclusiva ao chamado do Senhor, sem envolver-se com outros cuidados desta vida como Paulo diz em #1Co7.32-35. Contudo, essa é uma decisão muuuuuuito séria! O próprio Jesus advertiu que nem todos podem fazer essa escolha, mas só aqueles a quem isso é dado (#Mt19.11). Dado por quem? Acredito pelo próprio Deus. Veja o versículo seguinte:


“Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.” (#Mt19.12)


Quem pode. Não é fácil. Não mesmo. Um verdadeiro forever alone sempre vai sofrer pressão para casar. Sempre vai ouvir dizer que não é bom que o homem esteja só (e sem Eva, não haveria outros seres humanos para serem amigos, irmãos, outros tipos de companheiros para Adão, já pensou nisso? Era necessário um casamento para que outros tipos de relacionamentos humanos pudessem existir) Quem opta pelo celibato Nunca vai participar das reuniões de casais da igreja. Provavelmente, muitas vezes vai ficar sem assunto com seus amigos da infância/juventude que em sua grande maioria, se não todos, escolheram casar, ter filhos e provavelmente seus assuntos girarão frequentemente em torno disso. Talvez seja excluído de alguns programas. Além é claro da tentação física/sexual que - sempre - vai existir! Portanto, se não consegue aguentar (#1Co7.9), não faça um voto de tolo (#Dt23.21). Case. Isso não é pecado (#1Co7.28, 36), muito pelo contrário. Mas se você consegue se guardar, faz bem em ficar assim (#1Co7.37).

E qual a recompensa de quem paga o preço de ser um forever alone? Jesus responde no mesmo sermão: "E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna" (#Mt19.29).

Faça a sua escolha livremente e, seja ela qual for, em tudo glorifique a Deus. (#1Co10.31)

 Ósculos santos!

Por Iky Fonseca 

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

Jesus Cristo te ama e em breve vai voltar!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons