Archive for Janeiro 2013

Soneto de esperar


E tem dias, até mesmo toda uma estação
Que você pulsa mais forte no meu peito
E eu ando pelas ruas meio que sem jeito
Com ar de quem vai lhe encontrar

E tem semanas que o tempo é meu inimigo
Se dizem: o que tens?
Digo não ser nada, apenas poesia engasgada
No subúrbio do cardíaco

Mas meu amigo, tem ano que o tempo se apressa
O coração acelera, a boca seca, por dentro gela
Esperando você chegar

Já não há rima, nem trova, nem verso, nem prosa
Que calcule o tempo que se espera
Para o amor chegar
 
Tércia Coelho
quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Ex-piriguete

Se existe um tipo de mulher que a maioria das outras detestam (e até alguns homens também): são as piriguetes. A ela são destinadas muitas posts no Facebook, canções sem escrúpulos e ofensas variadas. Também o que dedicar àquelas que nada mais querem se não o tão sonhado amor das outras? Àquelas que entregam-se “pirigosamente” (perdoe-me o trocadilho fácil) às mais diversas paixões? Tenho certeza que Jesus responderia de modo bem diferente que nós a essa pergunta. Ele oferece amor. Amor de verdade, amor que sacia (#Jo4.13-18).

Antes de prosseguir nessa reflexão à qual Jesus me convidou, quero deixar bem claro que não sou a favor do machismo que impera, e homens promíscuos são tão pecadores quanto as mulheres, todavia, infelizmente, os efeitos sociais (e não divinos) desses pecados ainda são muito piores para as mulheres.

Voltemos então. Muitas pessoas envolvem-se em muitos relacionamentos ilícitos, contrários à vontade de Deus. Sofrem, machucam-se por dentro e às vezes por fora também. Mas, finalmente, encontram o Amor de Cristo que de braços abertos a recebem para serem suas. 

Contudo, ao entrarem na igreja essas mulheres, ainda que tenham decidido de coração viver uma nova vida, sofrem muito preconceito daqueles que deveriam imitar o Mestre. São rejeitadas, vistas com mal olhos e, se encostam em um irmão comprometido, logo a varoa dá um jeito de aparecer também. Ah até quem diga - veja que incredulidade - que não existe "ex-piriguete". Essas irmãs então passam a se depreciar e dentro de si até mesmo perguntar: “E eu que não escolhi esperar, como faço daqui pra frente?” “Será que Deus me dará um relacionamento abençoado?” “Eu não sou digna”.

Então, Ele, o Amor, me levou até Josué e a história de Raabe. Prostituta, piriguetona profissional, no meio de seu povo pecador, reconheceu que o Senhor é o verdadeiro Deus (#Js2.11) e foi instrumento dEle para conquista daquela terra pelo povo escolhido (#Js2.1-7). Como recompensa, Deus lhe deu livramento e ela e sua família além de salvos, permaneceram em Israel para sempre (#Js6.25). Mas para mim, o mais lindo mesmo é que, Jesus, o Messias, foi geração de Raabe (não acredita? Veja #Mt1.5), sim ela foi a mãe de Boaz, aquele que casou com Rute (ela foi a segunda sogra da nora dos sonhos de qualquer mãe) e” tataravó” de Davi. Ah, e não posso deixar de dizer que ela foi nomeada entre os heróis da fé (#Hb11.31), junto com Abraão, Moisés e outros “top” da Bíblia.

Certa feita ouvi um pregador dizer que o fio de escarlata colocado à porta da casa de uma prostituta, significava que já havia um “cliente” em sua casa. Se de fato era assim a cultura do lugar, ao ordenar que esse fio fosse posto na casa de Raabe (#Js2.18), era como se o próprio Deus dissesse: de agora por diante a casa dela já está ocupada. Agora ela será minha e ninguém mais vai tocá-la indevidamente.

Se você é uma (ex)piriguete, deixe sua culpa ante a cruz e renasça para uma nova vida (#Mq7.19). Acredite nos sonhos de Deus pra sua vida. Não há limites para o que o Amor de Deus pode fazer por você. Ele pode saciar a sede de seu coração (#Jo4.14). Somente vá e não peque mais (#Jo8.11). Ele pode e quer transformar sua história.

Algumas coisas que Deus faz nos parecem bem estranhas. A mim, ao menos. Ele tem um modo bem peculiar de agir. Então não se surpreenda quando uma “ex-piriguete” for contemplada por Deus no consórcio celestial do casamento todo-abençoado - e de muitas outras bençãos também (#Rm9.20). 

Deus a ama.

Ósculos santos,

Iky Fonseca
segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Dois passos na areia



Em amor meu pensamento se compõe.
São doces versos.
A medida indispensável de sensatez equilibra os meus contos.
Meu refúgio sempre alto está; segura fico.
Caminharei, e meus passos na areia um dia vão se desfazer,
Olharei mais uma vez o sol se pôr!
Sentirei com saudades o vento da linda tarde.
Retornarei a caminhar pelas ruas e caminhos conhecidos, que são meus.
 
Um dia um novo caminho terei.
Uma nova canção de amor.
Um olhar que será todo meu.
E castelos de areia não teremos.
Agora os passos na areia serão, quatro passos...
O sol nascerá, e nós o veremos.
A brisa da tarde compartilharemos.
E novas canções cantaremos.

Iguais nunca seremos,
Seremos um.
Divergências possivelmente teremos,
e sabedoria espero ter sempre.
Teremos sonhos meus e sonhos seus, organizados serão.
E cantaremos uma antiga canção.
O silêncio, será necessário muitas vezes...
 
Dois passos na areia ainda existem aqui.
Um mar, um céu, apenas um olhar.
Um coração que abriga a eternidade
Um caminhar seguro,porque só, ela nunca está.
A trina e divina presença ilumina.
Ouço a melodia ressoar,
Não tarda, nunca tardará.

Por Karina do Carmo
quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Quem manda na casa?


Eu estava viajando em busca de um local, num bairro muito distante. Era um lugar desconhecido, nenhuma referência à vida real. Precisei pegar um ônibus e passei por muitas ruas desconhecidas, subi ladeiras, desci por estradas. O ônibus fez manobras tão radicais, como descer escadarias, por exemplo, que eu até duvidava que estivesse acontecendo. Em meu coração havia uma grande expectativa: chegar ao destino. Disseram-me que, ao descer do ônibus, deveria pedir informação numa casa. Desci do ônibus, entrei a casa e deitei-me no sofá da varanda (sem sentir qualquer constrangimento diante do Dono da casa). Depois, me dirigi ao Dono da casa e perguntei pelo local que eu queria encontrar. Ele me informou que bastava descer uma ladeira próxima, virar à esquina e eu encontraria o que estava procurando. Fiquei feliz porque faltava pouco para chegar ao local pretendido. Então, segui pela rua. De repente, percebi que a rua estava vazia. Notei que era perigoso. Nesse momento, enquanto eu andava pelo caminho e avistava a ladeira, vi um homem de bicicleta se aproximar. Ele me encarou com um sorriso sarcástico. Nitidamente mostrou-se mal-intencionado. Pensei rápido: “se eu seguir e descer a ladeira, o homem vai me alcançar, pois, quer me fazer o mal”. “A solução vai ser voltar e me refugiar na casa onde pedi informações”. “Pernas pra quem tem!” O homem desceu da bicicleta e correu atrás de mim, mas consegui manter distância. Desesperada, corri para dentro da casa. Ao entrar, primeiro fechei todas as portas e janelas: da frente e dos fundos. Depois, voltei-me para o Dono da casa e disse "tem um homem lá fora atrás de mim, ele quer me fazer o mal, vá lá!". Senti segurança na certeza que o Dono da casa iria enfrentar o tal homem. Que alívio!

 “Satanás baterá à porta do seu coração com tentações: deixe Deus atender a porta, pois dEle é a casa.” (via J. S.)

Por Aline Cerqueira
terça-feira, 22 de janeiro de 2013
Tag :

Amor ou paixão? Eis a questão!

Essa semana li uma postagem em uma rede social que falava sobre amor e paixão. E se assustem, nessa post falava claramente que a paixão era demoníaca! Ah, absurdo! 


A paixão não deve ser à base de um relacionamento, mas é a cereja do bolo! É uma chama que faz toda a diferença! Mas a paixão sem amor acaba sendo um amor com prazo de validade! 


Quem nunca se apaixonou atire a primeira pedra! E dessas paixões quantas foram em frente? 


É uma pergunta para se pensar, tenho observado que a paixão é a primeira chama, mas o que sustenta o fogo é a lenha! A lenha nesse caso nada mais é do que o amor! É solido consistente, e nunca é destruída, a lenha é abundante é um recurso que nunca se esgota! 


Da mesma forma que o amor vem de Deus, ou melhor, Ele é o próprio amor! A PAIXÃO É UM SENTIMENTO QUE VEM DE DEUS e muitas vezes, na maioria delas, o amor surge da famosa paixão. Se um dia você se apaixonar por alguém que não deveria, não se preocupe a paixão não alimentada não vinga! 


Não é muito comum, mas alguns casais começam pela lenha e depois acham o fogo, isso acontece principalmente no meio cristão. Pelo fato de antes de ver a aparência (característica da paixão) observamos os princípios, principalmente os espirituais e os familiares.


Sou a favor da paixão, mas um relacionamento alicerçado nesse sentimento não é solido e logo ao passar dos dias vai se esvaindo. Mesmo o namoro não sendo estado civil, não é uma atitude correta começar um relacionamento “as cegas” para “ver se dá certo”, um verdadeiro cristão busca um parceiro com princípios, um parceiro que vai ser um companheiro para cuidar da prole! Soa estranho começar um namoro pensando nas próximas gerações, mas ao observarmos a história do povo de Israel vemos que os casamentos eram “eternos” e eram escolhidos dessa forma, pelo povo. 


Todos nós conhecemos a história de Sansão. Que ele teve um caso com Dalila e foi o fim dele e tal, mas hoje vou mostrar para vocês uma parte da história que muitos não leem e as histórias infantis não relatam. No livro de Juízes, capítulo 14, conta o casamento de Sansão. Ele se casa com uma filistéia e seus pais não aprovam por ser filha de um povo rival #Jz 14.3, no mesmo versículo ele diz que ela agrada os seus olhos. Na verdade o casamento não passou de um pretexto para dizimar com alguns homens da cidade. Ao ler vocês observaram que o casamento não vai em frente! #Jz14.20

Mas hoje não é preciso se usar desses artifícios, não há nações rivais ou guerras! (Aqui no Brasil, pelo menos). 

Na verdade estamos em busca de atenção e carinho! 


Na verdade temos o objetivo de não viver só! Queremos um companheiro, principalmente quando nossos amigos começam a encontrar o par.


Não se desespere, porque o melhor vem Deus! Ele está guardando seu coração e seus lábios para proferirem canções melodiosas de amor! Tem uma música tão linda que ouvia hoje que diz assim:


♫ Mesmo assim,
É claro que eu digo sim,
Pra esse jeito,
Docinho, amante, amigo do peito.
Até o fim,
Eu te quero tanto assim,
Nada é imperfeito,
Se a gente aprende a ver com os olhos do amor.
Uma trindade,
Um só feito de três,
Uma trindade,
Deus, você e eu!♫ 


E ela fala exatamente do amor que vem de Deus, do amor companheiro e amigo, mas a letra deixa clara que eles são extremamente apaixonados! 


Paixão vem de Deus? SIM! Lógico! Só não queira uma lareira quente para sempre sem colocar lenha!

Por Isabelly Santos

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Como a terra seca



Ausente por um bom tempo. Nunca fui boa em registros diários pessoais, então, aqui está o resultado. Mas enfim, sigamos!

Os últimos fatos foram extraordinários. Cada dia que passa sou réu confessa do amor de Cristo por mim. Estive com alguns irmãos na cidade de Nordestina-Ba, sertão, muita seca, dias quentes e noites frias. Pela misericórdia que há no Criador, houve chuva na cidade. Após um ano de seca, a água do céu é bem vinda e acolhida com alegria.

Isso me faz pensar como nós somos. Muitas vezes desacreditados das promessas de Deus, inconstantes na fé, vacilantes por rotina, mas Deus sustenta o seu amor. Não deixa de ser fiel, nem vacila, nem erra em suas decisões. 

Nós somos a terra seca, sedenta, necessitada de cuidados  especiais, rachada por diversas circunstâncias experienciadas ao longo do tempo, com muitos motivos para nunca mais germinar a semente e ser infértil. Todavia, recebemos o que não merecemos e isso se chama Graça. É o favor que poderia estar longe de nós, inatingível, mas ELE foi ferido e moído e pelas suas feridas eu fui restaurada. 

E algumas lições eu aprendi e compartilho:

- Tenho aprendido que Deus é amigo. Uma coisa é você falar e cantar, outra é você viver esta amizade. Deus quer se relacionar com você também. O convite é pra ser mais do que servo. 

- Tenho aprendido que amar é um exercício diário. Um colega publicou no facebook que os crentes são irônicos ao cantar “quero te amar, quero amar sem distinção, sem preconceito, sem intrigas e em perfeita comunhão”. Não vejo ironia, vejo o desejo humano de querer amar o próximo como Cristo ama à todos. Isso eu chamo de #1Co11.1

- Tenho aprendido que ver os problemas à volta e buscar uma solução por conta própria nem sempre dá certo. Por isso, a direção que o Espírito Santo dá, esta sim é assertiva. 

Última lição:

- Aprendi que se você quer alguém que ame a Deus e tenha o coração pertinho dEle, queira você também estar pertinho do Pai. Os desencontros podem acontecer por você está na mesma casa, em locais diferentes. 

O meu pedido a Deus é que em mim exista perpetuamente um coração de joelhos, e mesmo que em silêncio profundo, haja uma fervorosa oração.

Por Tércia Oliveira
sexta-feira, 18 de janeiro de 2013
Tag :

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons