Archive for Março 2013

As lágrimas se secaram


As lágrimas se secaram, mas 
Eu sei que existe mais, 
Eu sei que há águas profundas e nelas que eu quero mergulhar.
Esse pobre coração precisa de TI, essa alma te quer mais que nunca.
Eu não sei que palavras falar.
Eu sei, oh Deus que te quero.
Como se amanhã não tivesse dia.
Te quero como se fosse meu último suspiro.
Eu quero deitar no teu colo
Eu quero teu abraço.
Eu quero sentir o teu perfume suave.
Quero mais de ti
Quero ouvir o som da tua voz, na verdade nem é mais querer é necessidade.
Meu coração se aperta e minha alma se encontra desejosa.
Ensina-me te entregar meu coração porque não sei.
Não sei, não sei
Perdoa Pai, por todas as vezes que saí do teu colo.
Perdoa por que às vezes não sei subir novamente.
Perdoa por que não sei como te adorar.
Não sei, não sei
Perdoa por não ter palavras diante de Ti
Perdoa por as canções serem escassas
Perdoa-me por que Te quero muito, mas não sei como chegar a Ti.

Por Isabely Santos
quarta-feira, 27 de março de 2013

Post nº 100: Sonho!!!

Se quiser, solta esse som enquanto lê, lindo e tudo a ver: http://youtu.be/hGeOv6KAw00

Já faz alguns dias que penso na post nº 100. E faz alguns dias também que Deus fala comigo sobre o sonho. De repente eu estava em frente ao espelho no banheiro de casa e veio aquela pergunta: Qual o seu sonho?

Há muuuuuuito tempo atrás, um jovem teve um sonho. Não sei ao certo sua idade, mas seu sonho pertubou os seus irmãos. Um dos menores da casa seria o maior. Se ele fosse brasileiro, seu apelido seria Zé. Talvez um Zé Ninguém. Mas seu caráter sonhador não veio do nada. José era fruto de gerações de sonhadores. Seu pai, Jacó, desejou tanto alcançar seu sonho, herdar a promessa, que utilizou o engano para conquistá-lo (#Gn 25.31; #Gn27.18-29). Sonhou por sete anos até ter sua amada Raquel e trabalhou catorze anos por isso (#Gn29.20, 27, 28). Seu avô Isaque sonhou por ainda mais tempo: quarenta anos até ter sua Rebeca (#Gn25.20) e depois passou mais vinte anos sonhando com um filho (#Gn25.26). Seu bisavô Abraão era tão sonhador que foi considerado o Pai da fé. Deus semeou em seu coração o sonho de ser pai de uma grande nação. Para isso o tirou do meio de sua família rumo a uma terra desconhecida e lhe prometeu uma descendência incontável como as estrelas do céu (#Gn15.5). Porém ele não tinha sequer um filho.

Sentiu-se incapaz, já era velho (#Gn17.17), mas Deus lhe deu o filho prometido. E numa prefiguração do sacrifício que faria por nós, pediu de Abraão esse unigênito. Abraão porém tinha seu sonho no Pai, e sem hesitar, não sem sofrer, atendeu o pedido celestial, sem deixar de crer e sonhar (#Gn22.8), e Deus não tomou seu Filho. Tenho para mim, que ao ver Jesus na cruz, Deus lembrou do amor de Abraão e aquilo confortou seu coração. Tudo isso porque Deus também tem um sonho. Uma família de muitos filhos, semelhantes a Jesus vivendo para sempre em seu lar (#Rm8.28, 29). José também sofreu, como seus três patriarcas. Foi vendido como escravo pelos irmãos, acusado e condenado injustamente, afastado de sua família por anos. Mas viu, na dor, Deus realizar seus sonhos.

Nós também temos um sonho, que nos faz escrever textos e investir tempo administrando uma página, orando por vocês, pensando e preparando frases e mensagens visuais, projetando sempre o próximo Workshop. Nosso sonho talvez se cruze com o seu: é o sonho de uma juventude em santidade, que não se embaraça com os negócios dessa vida, mas sonha com um relacionamento e uma família segundo o coração de Deus. Uma geração que não se subjulga à pressão desse século, que ama a Deus sobre tudo, tem um relacionamento sério com o Espírito Santo e se prepara pra casar com o Cordeiro, pelo que abre mão de qualquer sonho instantâneo desse mundo. É por esse sonho - e só por isso - que não paramos. Porque Jesus sonhou primeiro e deu sua vida por essa causa.

Há quem diga que quem não sonha mais também não vive. E ao seu modo é verdade. A vida e tudo mais vai perdendo o sentido. Às vezes a falta de ânimo é na verdade falta de sonho. Só que Deus restaura sonhos. Seus sonhos são os melhores (#1Co2.9; #Is55.9). Eu já pensei que não iria conseguir sonhar mais. Ele veio e mudou tudo. Fez em mim o que nem eu acreditava ser possível. E Ele pode, quer e eu creio, que Ele fará isso com você também. Os melhores sonhos não vêm rápido, seu cultivo exige força e são regados com lágrimas. E quando eles se realizarem, lembre-se: de nada vale ganhar o mundo todo e perder sua alma. Deixe Deus sonhar em você!


Te deixo ao som de Thaleco e com ósculos santos, te desejo uma noite de sonhos estrelados!




Iky Fonseca
segunda-feira, 25 de março de 2013

O amor vertical e o amor horizontal

A partir do momento em que nascemos em Cristo, nossas expectativas devem ser postas nele, o autor e consumador da nossa fé. Isso não significa dizer que não devemos sonhar com realizações pessoais, mas sim que tais realizações devem ser pautadas em Cristo, pois qualquer coisa fora dele é engano. 
 
Cristo deve ser a rocha sobre a qual construímos nossos sonhos, uma vez que confiamos a Deus toda a nossa vida devemos confiar nele, e sua Palavra nos assegura: Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará. #Sl37.5 Nossa relação com Deus precede tudo o somos, afinal somos sua criação. Embora o homem tenha cortado o cordão umbilical com o Criador por causa do pecado, Deus nos amou de tal maneira que mesmo diante de nossa rebeldia não desistiu de nós. Nosso Pai continua desejando que sejamos sua família e isso estabelece a necessidade de um relacionamento com Ele. 

Deus criou o ser humano para viver em comunhão: primeiro, com Ele, nosso Criador (relação vertical); e, depois, com os seus semelhantes (relação horizontal). Dentro do plano divino para nossas vidas, a família sempre foi projeto de Deus. Partiu do próprio Deus o desejo de nos ver enquanto família, tanto que declarou: Não é bom que o homem esteja só... #Gn2.18, ou seja, Deus se preocupa com o nosso bem estar e estabelece assim em sua Palavra que Melhor é serem dois do que um... (#Ec4.9). Portanto, a solidão se opõe ao plano divino. E o Senhor se preocupa conosco, com nossos sonhos, quer nos ver felizes e sabe o que é melhor para nós, assim devemos nele esperar e confiar. Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes por todos nós o entregou, porventura não nos dará graciosamente com ele todas as coisas? #Rm8.32

Devemos nos acautelar quanto às armadilhas desta vida, porque muitas vezes por ansiedade nos deixamos levar pelo entusiasmo e ficamos apáticos espiritualmente, entregues a paixões da mocidade e esquecemos do nosso Deus e assim pagamos um alto preço.  E nisto o Senhor nos alerta: Não deixe o entusiasmo da mocidade fazer com que você esqueça seu Criador. Honre a Deus enquanto você é jovem, antes que os dias maus cheguem, quando você não vai mais ter alegria de viver. #Ec12.1 

O preço de viver sem Cristo é alto demais, pois sem Ele não poderemos chegar ao Pai. Assim, antes do seu enlace matrimonial terreno ser ligado nesta terra, ligue-o no céu. Agrada-te do SENHOR, e ele concederá os desejos do teu coração. #Sl37.4

A Paz!

Geiza Santos
segunda-feira, 18 de março de 2013

Princesa

Ela é uma princesa, linda, linda, não - muito linda! Seu sorriso fácil nem permite perceber quantas vezes tentaram roubá-lo. E quantas lágrimas ela derramou, muitas vezes sozinha em seu quarto, abraçada com um travesseiro qualquer.

Ela ouviu muitas palavras ruins, até cruéis. As piores foi as que ela ouviu de quem mais amava e de quem mais esperava amor. Palavras perfurantes, como uma lança no peito dos sonhos. Só que ela não deixou de sorrir. 

Seu nome doce, de uma pequena que já é grande, é também de mulher forte, guerreira. Ela desbrava o caminho da esperança, nada é capaz de fazê-la desistir. Teimosa por natureza, só a voz do Amado convence-a à mudança.

Já a tocaram como não deviam, já maltrataram sua flor e feriram seus cristais. Disseram para ela muitas mentiras, enganaram seus desejos, mas quem diria: ela se levantou. E no seu olhar reacendeu-se timidamente um brilho de estrela no inverno.

Não há outra como ela e muitos ainda vão amá-la. Ela é especial, poesia de artista, aquarela de sentimentos. Ela foi escolhida e saltou muitas muralhas. Superou o impossível na força da divina alegria.

Aquele que a ama preparou-lhe um prêmio, e um lugar, e um amor. Enxugará de seus olhos toda a lágrima e a levará para um lugar seguro. Sua alma encontrará descanso - um pasto verde e águas frescas e tranquilas. Essa é sua ardente expectativa. Nisso ela pensa cada vez que o sol a acorda em sua janela. E como alguém que sabe em quem espera, ela não se despera, nem se exaspera, ela apenas acelera. Corre como uma atleta para o seu alvo - o abraço eterno do Amado.



Por Iky Fonseca, com ósculos santos para você. Você é essa princesa.
quinta-feira, 14 de março de 2013

O véu da tradição

Era uma vez um menino chamado Jesus, ele era obediente, porém desde muito cedo era decidido e sabia exatamente o que queria. Quando ele era criança começou a cumprir o propósito pelo qual ele nasceu. E ele nasceu para libertar seu povo do pecado e religiosidade da época. Ele veio rasgar o véu da tradição! 

Ainda com doze anos ele já ensinava os doutores! #Lc2.42, 46.Os doutores da época eram anciões que dedicavam as suas vidas há anos para “alimentar” o povo de Jerusalém. Um povo cheio de costumes, regras e que quando quebradas não havia misericórdia ou piedade. Na verdade as leis tomavam o lugar do amor necessário para aquele povo dominado e aprisionado por Roma. 

Deus teve piedade de seu povo e mandou Jesus para romper com costumes da época. Mas mesmo fazendo milagres maravilhas e derramando o seu sangue para nossa redenção, as pessoas da época pós Jesus não compreendiam a ruptura de alguns costumes. Então o próprio Jesus depois que ressuscitou chamou a Saulo #At9.5. Saulo que hoje é conhecido como Paulo, escreveu várias epistolas com mandamentos, dicas, lições a seguir.

A vida dele é verdadeiramente um exemplo a ser seguido! 

Para quem não sabe Paulo era um romano, fariseu, não precisa nem falar muito para perceber que ele não era o perfil para fazer alguma coisa pelo evangelho, mas Deus escolhe as coisas loucas desse mundo confundir as sábias! #1Co1.27a

É maravilhoso ver o trabalhar de Deus nas nossas vidas! Aleluia!

Voltando a Paulo, ele foi um grande professor e deixou em suas cartas lições e regras do evangelho, ele transcreveu a ruptura de antigos costumes. Ele foi quem disse pela primeira vez termos que nós ouvimos frequentemente nos sermões de domingo, como: E não vos conformeis com esse mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus #Rm12.2.

Essa ruptura do véu da tradição Paulo deixa bem claro nesse versículo: “Mas os seus sentidos foram endurecidos. Porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido; E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles. Mas, quando se convertem ao Senhor, então o véu se tirará. Ora o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade #2Co3.14-17

Mas antes de dizer isso Paulo nos mostra que as leis se resumem em amar! 


Com efeito: não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás, e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor #Rm13.9-10.

Se levarmos em consideração as palavras de Paulo por todo livro de romanos ele fala do amor de Deus por nós ao mandar Jesus para morrer por nossos pecados #Rm5.8. E sem falar em #1Co13 que é um dos capítulos mais conhecidos da Bíblia!
Diante de tudo isso só posso afirmar que o véu foi rasgado! E Jesus não podia ter escolhido melhor professor para nos explicar tudo isso!

Isabelly Santos
segunda-feira, 11 de março de 2013

Entre a razão e a emoção: os dois lados do cérebro




Depois de muitos coraçõezinhos na folha do caderno,
a escola nos traz a grande desilusão:
é no cérebro e não no coração,
onde se desenrolam os amores.
E também as mágoas júbilos e temores,
mesmo as insanas intermitências da paixão!

De forma bem simplória, podemos dizer que nossa lógica e o raciocínio processam-se do lado esquerdo (que sempre achamos que era nosso lado sentimental) do cérebro, enquanto cabe ao direito processar as nossas emoções. Mesmo estando ali bem juntinhos, poderia dizer que esse é um limite de guerra. Como escolher entre a razão e a emoção?

 
Talvez você solteir@ tod@-abençoad@, esteja vivendo essa batalha. Quem é a pessoa certa? 

- Ah, quando eu vejo el@ meu coração dispara na hora, é involuntário. Parece que eu ganhei o dia. Basta ouvir sua voz no telefone. - Olha a voz del@! Como el@ toca bem! Quando a gente se olha, parece mágica, é suspiro, arrepio, é canção! Mas, el@ não estuda, não trabalha. Tem nome de crente, mas não tem compromisso... Hum... =/

- Aquel@ pretendente é tod@-abençoad@. Responsável, comprometid@ com a obra. Esforçad@, empreendedor. - El@ já está estabilizad@, é inteligente, gentil. Sabe a Bíblia de trás pra frente. O genro/ A nora que minha mãe pediu a Deus, mas... Admiro-@ muito, pela pessoa que é, mas nada além disso. Não há atração, nem transpiração, nem desejo.

Qual escolher? A razão ou a emoção?

Na teoria muitos diriam: a razão claro! Sentimentos passam. Mas na prática, a teoria é outra. E vemos um monte de relacionamentos começando e desfazendo-se mais rápido que postagem de foto no Instagram. E você acha que o oposto daria certo? Um relacionamento fundamentado puramente na razão? Que prazer haveria?

Quando Deus nos dotou com essas duas características, atribuindo a cada lado de nosso cérebro funções específicas (veja não um sobre o outro, mas ao lado), Ele lhes atribuiu a mesma importância. É bem verdade que cada um de nós se inclina mais pra um lado ou outro, mas veja que interessante, até no Amor a Ele mesmo, Deus quer que integremos essas duas funções: 

Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. #Mc12.30

Para que um relacionamento dê certo, essas duas dimensões humanas têm que ser “ativadas” a fim que sejamos satisfeitos e plenos. Isso nos traz paz quanto à nossa decisão e a Paz de Deus é o árbitro em nossos corações #Cl3.15, ou seja é o juiz que nos autoriza ou não a chutar a bola e marcar o gol! Esse é um importante segredo, elas se complementam, não podem ser indissociadas. É como a refeição e o sal: separados são intragáveis, mas combinados eles nos saciam deliciosamente. 

Em casos de dúvida, deixo a dica: Quando chegar o amor verdadeiro, ele vai convencer os dois lados do seu cérebro.

Ósculos santos,

Iky Fonseca
quinta-feira, 7 de março de 2013

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons