Archive for 2014

Cartão Postal

Hoje, quando queremos falar com alguém a primeira coisa que se fala é:

- Me dá seu Whats?

Pergunta muito frequente nos meios sociais que vivemos. Na faculdade, trabalho entre amigos e até mesmo entre a galera da igreja.

Confesso que no começo não gostava de redes sociais e isso começa com o finado Orkut, nunca tive interesse por ele, falando em coisas antigas, começo a recordar-me do tempo de criança...
Quando eu ainda era uma menina, eu morava muito longe dos meus familiares e lembro que minha mãe sempre recebia e enviava cartas para os meus tios e avós, lembro-me dela a admirar e permitir que eu conhecesse os famosos Cartões Postais.

Aposto que muita gente dessa nova geração nem imagina o que seja isso! Geralmente eram fotos de lugares turísticos de determinadas cidades e atrás tinham linhas para um pequeno recado e o lugar de um selo. Ah, que tempo bom! Sempre ia aos correios com minha mãe e gostava de colar os selos nas cartas.

Sei que hoje com a nossa era da comunicação digital e tecnologia as pessoas tem abandonado os papéis e canetas e dado lugar aos emails e blogs. É tudo tão rápido! Para que mandar uma carta se você pode escrever no mural do Facebook?

Infelizmente estou ficando um pouco ultrapassada porque ainda prefiro os métodos tradicionais do qual não faço mais uso. É tão bom encontrar um cartão de aniversário amarelado pelo tempo, escrito com a letra daquele que nos ama.

Agora imagine: É tão bom imaginar que Deus escreve em nós com o amor dele todos os dias!

Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens. Ministrada por nós e escrita, não com tinta, mas com o Espírito de Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração.   1 Coríntios 3:2-3

Esse Paulo! Como Espírito Santo o usava! Observe o que ele diz na Carta! Nós somos cartas escritas no nosso coração por meio do Espírito Santo. E vocês acham que o que diz nessa carta?

Essa carta conta várias histórias. Uma linda história de amor mais forte que a morte! Outra na qual um pai apaixonado espera noticias de seu filho sumido! Uma história de um perdão sublime, tantas outras! 

Se a carta é escrita nos nossos corações, o que somos?

CARTEIROS!

Lembro-me agora de uma das minhas canções favoritas!

Quem tem o dom de subverter o mal com a verdade
Sabe tão bem que não pode confiar na própria vontade
Pois a paz que eu carrego é uma carta que não fala nada...
Nada... De mim!


Ouçam e vejam como ela é realmente linda! Segue o link! ;)

Atenção ao sedex, e até a próxima! 
Isabelly Santos

domingo, 28 de dezembro de 2014

Como foi seu 2014?

É natural do seu humano ao fim de cada ciclo reavaliar, rever e às vezes até se cobrar. Fazemos isso
quando percebemos q a semana está acabando e ainda temos muita coisa pra fazer, fazemos isso quando estamos perto de terminar o colégio ou a faculdade, quando está perto do nosso aniversário e quando o ano se acaba então...

Eu sou dessas. Rever é bom. Analisar, estudar o que passou, aprender com o que já se foi. Examinar tudo, inclusive o passado, e reter apenas o que é bom (1Ts5.21). O problema é quando nossa visão do que passou fica distorcida. Quando a gente só consegue notar as dores, as lutas, as perdas. Olhei pra 2014 e senti falta de um monte de gente que se foi e lembrei de um monte de coisa tensa, pesada mesmo que me aconteceu. 

As perdas doem tanto, nos deixando em confusão e escuridão, e por vezes se tornam em pontos cegos que não nos permitem ver o que a luz revela por trás delas. Mas nenhuma escuridão ou cegueira resiste ao brilho de Cristo e de seu amor infinito. Foi assim que num momento de adoração o Senhor me encontrou e começou a me mostrar quanta coisa maravilhosa Ele operou em minha vida esse ano. 

Comecei a perceber os amigos que ganhei. Pessoas maravilhosas - os presentes impagáveis - que entraram para minha história em 2014. Umas q eu já conhecia, mas que esse ano tiveram laços fortalecidos como jamais imaginei. Algumas lindas conquistas na área profissional, experiências incríveis com o Senhor, momentos marcantes na minha jornada com Ele, e algumas coisas sensacionais que me aconteceram ministerialmente, além do que eu esperava e quando eu não esperava (e nem vou falar do Work =D).

Pega esse tanto de coisa não realizada que tanto lateja em sua mente, pega essa bagagem de dor e perda, joga ali no pé de Jesus e pula no colo dEle! Deixa o amor dEle te embalar e começa a olhar para tudo que Ele já fez por você (Sl126.3). Além das bençãos presentes, há as eternas já conquistadas. Olhe 2014 com um olhar grato e você vai perceber quantas bençãos te alcançaram nele, principalmente o tempo, que por si só, já é um presente.

Feliz Natal e feliz final de 2014! =)

Ósculos gratos por sua companhia,

Iky Fonseca
quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Um rabisco qualquer



Desde criança gosto de papelaria. Sempre que pedia um presente, pedia (até hoje) papel e lápis de cor. Algo no papel me chama a atenção. Tem um encanto, uma magia, algo que me faz respirar fundo, um ar gelado, refrescante que percorre o corpo todo quando olho uma folha em branco. Se um lápis ou caneta estiver por perto, ah! Completa meu delírio. Me desligo do mundo, imaginando quanta coisa poderia colocar naquele papel. Criar um mundo meu, onde mando e desmando, risco e rabisco à vontade, desenho, escrevo... E se não gostar, posso simplesmente amassar tudo e começar de novo.

Queria ver a vida assim. 

Queria que ela fosse assim. 

Alguns dizem que é. 

Melhor dizendo, queria ter a ousadia de agir na vida, com a mesma liberdade com a qual rabisco um papel.

Eu vejo, contudo, que a vida é um livro diferente, onde todo mundo risca de caneta, e no mesmo papel. Riscar besteira e sem olhar aonde, pode significar arruinar o desenho de outra pessoa. É também, um livro que todo mundo pode ler o que escrevemos, e mesmo que resolvamos riscar , amassar, começar de novo, ocasionalmente alguém vai aparecer com uma cópia e esfregar na nossa cara garranchos de outrora.

Dá até medo escrever nessas circunstâncias. Medo de errar, medo de desenhar "feio", de ter meus garranchos julgados por leitores aleatórios.

Deus, porém, me motiva a escrever. Ele, em sua infinita bondade, me dá todo dia uma folha limpa, pra escrever como eu quiser. Quem o deixar revisar seus desenhos, terá seu caderno lavado com o sangue dEle. Nesse processo de imersão em sangue, as folhas do caderno amolecem, e são tiradas, jogadas fora. Ele coloca então folhas novas, e voilá, temos um caderno novinho, pra encher como quiser. Já perdi as contas de quantas vezes voltei chorando, com um caderno sujo, rabiscado, rasgado, e Ele me olhou com ternura, e fez tudo de novo, como se fosse a primeira vez que eu estraguei o caderno todo.

Apesar das lambanças, escrevo agora sem medo, porquê tenho a certeza de que vou continuar escrevendo, desenhando e pintando, mesmo quando encher completamente as folhas desse caderno, e quando essa minha caneta da vida terrena ficar sem tinta.

Com traços e rabiscos calorosos,

Emyr Apolônio

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014
Tag :

Nunca me deixou ♫

Graça e paz! O Senhor tem enchido o meu coração de esperança. No começo de esperar e no fim confiar, parece instruções simples, mas a verdade é que esperar dói e confiança exige fé, afinal, ela move as montanhas.

Quantas vezes olhamos para frente e só conseguimos ver as montanhas?

O que é necessário para mover essas barreiras?

Ter fé! Acreditar que as mudanças são necessárias e que tudo está nas mãos de Deus.
Muitas vezes já conversei com Deus e disse, “Ah, Senhor eu não quero muito só queria aquilo desprezível, aquilo de que ninguém enche os olhos...”

Mas a verdade é que Deus quer nos presentear de uma forma nova, de um jeito surpreendente melhor do que desejamos.

Com tudo, não pense que eu estou falando de a vida é bela e que não existem problemas! Temos muitas aflições e sabe para que elas existem? Para que possam ser vencidas!
Jesus já nos tinha alertado sobre isso:

“[...] no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” João 16:33

Por isso hoje quero que você reflita sobre a bondade do Senhor apesar das aflições, apesar dos dias maus, mesmo que sua vida seja um poço cheio de tristeza e desilusão alegre-se! É chegada a hora da vinda do nosso Senhor e teremos a certeza que Ele nunca nos deixou e que mesmo nos momentos piores Ele estava nos moldando e mudando o nosso caráter!

Por isso Ele tem me falado:

"O justo passa por muitas adversidades, mas o Senhor o livra de todas;"  Salmos 34:19

Vamos secando os olhos de tristeza e pedindo o renovo do Espirito Santo e tendo a certeza que Ele nunca nos deixou! Reflitam na letra dessa canção e nesse caso chorar pode fazer parte!



Que o consolo do Pai esteja conosco até a sua vinda!
Isabelly Santos
domingo, 21 de dezembro de 2014

Perfeitos e completos #SQN

Oi, gente, desculpa meu sumiço, é que eu queria tirar uma folga depois do #WsCompletos. #SQN ;) A verdade foi q nasceu mais uma princesa na casa e titia estava aproveitando este momento *_* (agora mais q nunca eu posso ficar pra titia =P). Brincadeiras a parte, o texto de hj é um resumo da oficina que ministrei no Work 4 sobre perfeccionismo.

Existem dois "níveis" de perfeccionismo: o normal, que para alguns nem é considerado perfeccionismo mesmo; e o neurótico, que leva a pessoa a repetir a mesma tarefa inúmeras vezes num esforço excessivo (física ou mentalmente).

Uma das possíveis causa para o perfeccionismo é a exigência abusiva na infância, tipo,
pais que querem que os filhos só tirem 10 (9? Você pode fazer melhor!). Algumas frases que denunciam o perfeccionista (voltei pra acrescentar este link. Cliquem depois q terminarem de ler o texto, rs):

“Não consigo fazer nada direito.”

“Não gostei do trabalho que fiz.”

“Isso tinha que estar um milímetro mais pra esquerda...”

Uma definição interessante que encontrei foi: "Perfeccionismo é a fobia de cometer erros." Mais do que a busca pelo primor ou pela excelência, o perfeccionista teme falhar e as consequências que essa falha pode lhe trazer, principalmente se o erro for notado por outros. O perfeccionismo tem dois amigos: o medo e a dúvida. Ambos paralisam! (Tg 1.6)

Apesar de ser visto como qualidade, o perfeccionismo tem alguns pontos negativos para seu "possuidor": baixa auto-estima, dificuldade em aprender com os erros; pode entrar em depressão por pequenos erros; foco apenas no que não conseguiu fazer, e não nas realizações obtidas; além de ser exageradamente compulsivo. O perfeccionista tende ainda a se desencorajar por não atender a padrões muito altos (que ele mesmo cria), tornando-se relutante em assumir novos desafios ou até mesmo completar tarefas; pode tornar-se ineficiente, com dificuldade de cumprir prazos; sobrecarregar-se de trabalho; ter relacionamentos prejudicados além de uma constante insatisfação consigo mesmo. O perfeccionismo pode até fazer mal à saúde!

O perfeccionismo pode até ser bom, mas faz perder tempo!

Há também pontos positivos, claro. O perfeccionista geralmente tem uma inclinação para planejamento e organização, tem capacidade  de manter o foco, de apresentar qualidade no que faz, além de frequentemente ser premiado.

Nos relacionamento existem três tipos de perfeccionistas:

1 - Introspectivo: cobra demais de si 
“Ele(a) é bom demais pra mim.”

2 - Extrospectivo: cobra demais do outro 
“Ela não, por causa do dedo midinho...”

3 - Complicado (esse nome eu que dei, rs): Cobra demais de si e do outro
Quem não se aceita tende a criticar e hipercontrolar a vida do(a) parceiro(a). =/

Na vida cristã, o perfeccionismo se manifesta numa autopunição constante, sentimentos recorrentes de culpa e incapacidade para desempenho de tarefas ministeriais. No caso de líderes, muitos tendem a cobrar demais de si e/ou de seus liderados. Aprendemos que devemos evitar pecar, mas caso o pecado aconteça, temos um advogado por nós, Cristo (1Jo2.1). A auto-justificação, a tentativa de ser santo com as próprias forças resulta num esforço falido e sem valor, como relata Paulo aos Filipenses 3. Cristo, que em nós começou a boa obra é quem a  aperfeiçoará/completará até o "dia de Cristo Jesus".

Como nos ensina o apóstolo:

Não digo que eu já o tenha obtido, ou que seja já perfeito, mas vou prosseguindo para ver se também poderei alcançar aquilo para o que igualmente fui tomado por Cristo Jesus. Irmãos, eu não julgo ter ainda alcançado; mas uma coisa faço, esquecendo-me das coisas que ficam para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo em direção ao alvo, para obter o prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus." (Fp 3:12-14)

Vamos prosseguir? Com mais equilíbrio e com a certeza de que nós seres humanos somos limitados, por isso precisamos ter mais misericórdia dos outros e de nós mesmos.

Ósculos ainda imperfeitos,

Iky Fonseca

P.S.: Musiquinha que representa:





quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Reflexões de um domingo qualquer

Hoje segundo domingo de dezembro. Eu tenho uma particularidade com esse mês, primeiro porque ele é super nostálgico, alguns dizem que a sexta-feira do ano. Mas também porque para mim funciona como balanço, hora de rever conceitos, hora de introspecção.

Quantos de vocês tem parado para olhar a sua  volta e conversar com o Senhor sobre as situações vividas?

Esse mês tem sido muito especial para mim, e a minha reflexão para o ano é: Seja grato! Em todo tempo, porque Ele não tem deixado de ser bom!

Semana passada aconteceu o #WSCompletos e isso me deixou extremamente feliz, comecei a enxergar a realização dos sonhos do Senhor na minha vida e na verdade os sonhos dEle são realmente os que importam! Deus pode transformar um momento de dor em uma aprendizagem e tudo isso Ele faz através da sua maravilhosa graça.

Ontem li mais um livro do Max Lucado e adivinhem, mas um para a coleção de livros preferidos!

Tem uma frase fantástica! (Na verdade, várias!)

"Sente-se em silêncio por um momento. Posso fazer maravilhas com essa bagunça."

Evidentemente isso são palavras de Deus ditas a nós. Agora imagina o barco afundando, as casas ruindo, os amores  indo e você pensando, ''Cabou para mim, barril dobrado!''. Mas Deus fala: "Posso fazer maravilhas com essa bagunça!"

Nossa mente limitada diz: "Como Deus pode mudar a minha situação?" E eu te respondo através da graça. Essa graça que nos restaura que nos traz para perto do Pai. Graça derramada no mais sublime ato de amor, na cruz.

Muitas vezes quando estamos em uma situação difícil, o desespero bate e assim como a morte de Lázaro uma situação impossível acontece tão somente para que a glória do Senhor se manifeste nas nossas vidas. Você pode meditar mais em João 11.

As enfermidades acontecem para as curas chegarem. Nesse processo aprendemos a ser preparados para viver com o Pai. Em Filipenses 1:6 (Tema do #WSCompletos =] ), Paulo diz: “[...] aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Jesus Cristo.” Esse aperfeiçoamento as vezes dói, mas é necessário para que possamos viver a eternidade ao lado do nosso Senhor.

Agora recordo-me de uma canção antiga...

“Tá chorando, louve, precisando, louve
Tá sofrendo, louve, não importa, louve
Seu louvor invade o céu”

Ora, o louvor também não é uma forma de gratidão?!


A canção não fala apenas para Louvar nos momentos fáceis, pelo contrário, as situações são extremas são as lembradas. Sejam gratos em todo tempo! Nas altas correntezas são feitos os bons marinheiros!
Deus quer transformar sua dor em cura, já dizia outra canção: “ Que das minhas feridas saiam poder para curar!”

Tomem posse de tudo aquilo que o Senhor tem derramado sobre a vida de vocês. Seja dor ou alegria.

Para fechar com chave de ouro ouçam uma das mais belas canções que existem!

Abraços gratos,
Isabelly Santos



domingo, 14 de dezembro de 2014

Coração: um self com a subjetividade

Quando fores confrontado a saber quem és tu, olhe para as suas decisões, para a batalha entre os seus desejos e a vontade do seu Criador, seus sonhos, a rotina de seus pensamentos e a cantiga de suas palavras.

Passe a observar seus passos e guardes um self com eles. Olhe a expressão de sua beleza e imperfeição de frente, perto está de ver mais uma partitura do seu coração, esse lugar tão seu e que nem você mesmo consegue enxergar.

Há de deixar a Luz assumir o primeiro lugar do pódio dessa peleja por saber o que foi roubado, o que ficou, o que precisa ser arrancado e de que se deve preenchê- lo.

Sob a claridade de Suas palavras é possível fazer um álbum completo com letras e melodias próprias de cada foto postada sobre o seu alguém interior, e sobre a companhia que procura para fotos a dois.

O coração não é o melhor conselheiro, e nem apenas uma imagem de nossa vida sentimental. Ele é o lugar onde nossos caminhos são costurados (Pv4:23), seja para a vida ou para morte, a depender de quem você permita que assuma o seu controle, para embainhar e desembainhar o que é necessário aí dentro.


Deixe o Espírito Santo iluminar o seu coração, tirar o lixo e a poeira que se acumulam todos os dias e fazê- lo depósito de tesouros de vida eterna.

Deus é contigo!

Bárbara Uinan
quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

#WsCompletos Fp 4

Paz, estamos na reta final. Faltam apenas 2 dias para o Workshop de Solteiros 4! o/

A reflexão de hoje em nosso tema #WsCompletos é sobre o meu capítulo favorito da linda carta aos Filipenses. Já fez sua leitura? Ainda não? Então clique aqui.

Vamos começar no versículo 4: "Regozijai-vos no Senhor. Outra vez vos digo regozijai-vos" Wow!!!!!!! Que ser humano pode sentir-se completo sem alegria? Mas às vezes isso não é nada fácil. Foi num desses contextos q esse vs começou a me "perseguir", rsrs. "Ah, Senhor são dias tão tristes, difíceis para mim. Como me regozijar? O que quero não acontece, o que espero não vem." 

Vamos lá. Ele não diz apenas para que a gente se alegre, mas se regozije e nEle. Regozijar é causar ou sentir gozo, satisfação intensa, prazer. Impossível não lembrar de Salmo 37.4, ah, e do lindo Salmo 16.11 também. Isso é um convite para estar nEle, na Presença dEle. 


Ok, vamos continuar antes que eu me empolgue mais, rs. Quem quiser ler mais sobre alegria segue o link de um texto daqui e outra da linda da Pati Geiger, no site do EEE). No vs 5 vem outra dica importante sobre o completar da obra de Deus em nossa vida. o equilíbrio! Amadurecer é também encontrar a medida certa de todas as coisas.


E o 6, que fala sobre ansiedade? Ao longo dessas semanas conversamos que o agir do Senhor em nós, a caminhada com Cristo, é gradual, mas é difícil a luta contra a ansiedade nesse processo. Como é!!!!

"Uma das frustrações da vida é que o cronograma de Deus é raramente igual ao nosso. Estamos quase sempre apressados quando Deus não está. [...] Deus nunca é apressado, mas é sempre pontual." (Rick Warren)

Se quiser ler mais sobre ansidedade, clique aqui. O segredo na luta contra ela é fazer os nossos pedidos conhecidos por Deus através da oração (voltamos ao 4, não foi? rsrsrs). Então o que acontece? A paz de Deus que vai além da nossa capacidade de entender enche nosso coração. *____* #suspiros

E aí vem um segredo importante: o filtro! Veja o verso 8. É preciso rejeitar em sua mente tudo aquilo que não passa pelo filtro. Sabe? aquele sentimento, relacionamento, desejo, pensamento que não vai te levar a lugar algum? Não deixa ficar na cabeça não. Coloca uma música, vai cantar, dançar, orar (por outras coisas), tomar banho de mar, sair com a galera mesmo sem ânimo, vai pro ensaio nanana. Pensa na obra que Ele está fazendo em você e no que coopera pra isso.

E no 9 outro importante conselho do missionário. Pratica o que você já aprendeu. Como diz Rick Warren, você pode fazer um registro diário do que aprendeu pra revisar e praticar. Não é registro de acontecimentos tipo "meu querido diário" hahaha, mas de lições. ;)

E por fim, a obra é longa e passa por várias fases e estações, ficando cada dia mais bela (até ser dia perfeito). Mas tem fases bem tensas, então é preciso aprender a refozijar-se no Senhor para se contentar em qualquer circunstâncias. Aí sim você vai dizer com confiança: Posso todas as coisas naquele que me fortalece! o/

Ósculos animados,

Iky Fonseca

P.S.: Desculpa o tamanho do texto, é q esse capítulo me empolga, rs. =D

Leia tb: #WSCompletos Fp1 / #WSCompletos Fp2 / #WsCompletos Fp3
quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Mais um conto sobre meninas e barcos

Esse é mais um conto sobre meninas e barcos, mas dessa vez a narradora que me acha frágil e indefesa conseguiu enxergar a mulher que há dentro do meu ser.
Era uma tarde de segunda (nos dois sentidos que essa palavra pode ter), tinha acabado de sair de férias, sem perspectivas. No meio da tarde veio uma ideia, como aquelas lâmpadas que aparecem para os bonequinhos nos filmes, vou fazer mais uma viagem!

Dessa vez peguei uma mochila e coloquei nela Coragem, acho que isso era o que mais e faltava nos últimos anos. Liguei para um velho Amigo e pedi que ele me indicasse uma boa rota de viagens. Mas só indicasse, porque já decidi carreira solo a muito tempo! Pois bem, ele começou a falar bons lugares para navegar, lugares tranquilos, discretos onde eu pudesse vier à paz que existe na solidão. Como me conhecia muito bem, o meu Amigo, resolveu me mandar um email e me indicou um porto perto da minha casa.

Na manhã da terça acordei antes do sol nascer, tomei um banho de pés à cabeça, com a música na maior altura na playlist favorita, não trocava ela fazia anos. Logo, após esse momento desci até a cozinha e bebi um café forte passado na hora. Sem fazer bagunça, terminei o café e lavei a minha xícara. Saí de casa entrei no carro (ainda cm fones de ouvido), e segui até meu mercado predileto lá tinha todas as coisas que gosto de comer, mas também tudo que fosse o mais prático de ser preparado era uma ótima pedida.

Chegando lá peguei o meu celular e dei uma olhada na lista de compras, me lembrei de que tinha esquecido de imprimir a rota da viagem. Tá legal vou fazer o que tenho que fazer primeiro, pensei. Fiz as compras o mais rápido que pude e fui para casa. Peguei a rota e partir.

Quando estacionei o no porto indicado liguei para meu amigo e perguntei o nome do barco que ele tinha encomendado para mim. E o nome era Confiança.

Com algumas caixas, minha mochila cheia de Coragem e entrei no meu mais novo lar, a pequena embarcação com o nome de Confiança. Antes de desamarrar o barco dei uma olhada no mapa e liguei o rádio de comando. Parecia que pela primeira vez em anos estava tudo indo muito bem. O caminho era tranquilo, a rota ia dá em águas limpas e cristalinas onde nunca se viu um tubarão.

Eu estava decidida e tranquila sabia que o meu Amigo nunca ia me passar uma rota errada.

Comecei. Nos primeiros nove dias tudo estava bem. Mar tranquilo e boas leituras guiavam minha aventura. Ás vezes uma pausa para fotografar o lugar, em outras apenas para dar um mergulho. Tudo estava indo as mil maravilhas, quando de repente, a rota que eu estava seguindo começou ir a um lugar estranho. Apenas confiei.


Passado dois dias a situação piorou a minha confiança se abalou, peguei o celular para ligar para meu Amigo, só que ao discar o número lembrei que em alto mar não existe sinal. Olhei o mapa umas centenas de vezes e nele dizia que estava tudo sobre o controle, mas você acha mesmo que eu acreditei. A rota só poderia está errada, liguei o rádio de comando e o comandante disse que estava tudo certo.

Não sabia mais o que fazer a Coragem carregada já tinha evaporado como éter exposto ao ar. O que restava fazer era pegar o timão e permanecer na rota por mais que ela parece estranha. Mar revolto, tempestade cheia de raios. Uma coisa eu tinha convicção, não posso me desviar da rota dada pelo meu Grande Amigo, Ele sempre sabe que está fazendo. Na maioria das vezes Ele vai comigo, às vezes na minha frente, mas lembro de que uma vez Ele mencionou que chegaria vezes que eu tinha que tomar as decisões sozinha.

Quando me lembrei dessas palavras fiquei mais decidida do que nunca e  fiz algumas perguntas retóricas a mim mesma. Quem é a capitã do Barco da minha vida? Por mais que meu grande amigo tivesse me dado uma rota a seguir, só eu poderia tomar a decisão de governar aquele mar imenso.

Não sair da rota, permaneci firme confiando que um dia o mar revolto ia passar e mais acreditando que esse dia estava mais perto do que longe.

Passados oito dias, as nuvens foram embora o sol radiou meu dia, nunca tinha visto algo tão surpreendente em toda a minha vida, era a imagem mais bonita que o meu coração poderia guardar. Quando olhei para a praia, vi um homem sentado tomando uma água de coco. Ao me aproximar vi que era meu Amigo.

- Não acredito que você está aqui! Falei ao descer do barco.
- Eu sabia que você ia tomar a decisão certa, por mais que estivesse longe estava a todo o momento do seu lado! Nunca tenha medo de tempestades, elas são importantes para molhar as sementes e regar a alma.
Isabelly Santos


domingo, 30 de novembro de 2014

#WsCompletos Fp3

Boa noite, hermanitos e hermanitas! Hoje vamos mergulhar em Filipenses 3. (Falta pouquinho para o Workshop de Solteiros 4!)

Nesse capítulo o apóstolo começa com recomendações a respeito daqueles que queriam pregar a salvação por meio das obras, pela lei. Paulo era um desses caras antes de conhecer Jesus (vs 4 ao 6). Mas no 7 e 8, tudo muda e ele diz que considerou tudo aquilo como perda por amor a Cristo. Duas importantes lições:

1- Cuidado com o excesso do "eu posso", "eu tenho q me esforçar", "depende de mim", "não fiz perfeito", "eu sempre fiz assim". Cuidado com os legalismos e a falsa justificação, pq a verdadeira justiça, única possível, vem pela fé em Jesus Cristo. (9; Ef 2.8-9)

2- Paulo considerou tudo aquilo como perda, como indesejável mesmo. Sabe o que é isso? Para que a obra de maturidade de Cristo se complete em nós, existem certas coisas a que dávamos muito valor, que temos que considerar como um nada, como prejuízo e precisamos nos permitir perdê-las.

"Não há crescimento sem mudanças, não existem mudanças sem medo ou perdas e não há perda sem dor." (Rick Warren, Uma vida com propósitos)

Para ser aperfeiçoado é preciso mudar e isso não acontece da noite pro dia, nem é fácil. Vc não vai sair do Workshop de Solteiros completo e pronto. Vai ser apenas uma parte do processo... Olha o q o apóstolo mogueco Paulo diz:

"Não digo que eu já o tenha obtido, ou que seja já perfeito, mas vou prosseguindo para ver se também poderei alcançar aquilo para o que igualmente fui tomado por Cristo Jesus. Irmãos, eu não julgo ter ainda alcançado; mas uma coisa faço, esquecendo-me das coisas que ficam para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo em direção ao alvo, para obter o prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus." (Fp 3:12-14)

Mudar hábitos - que implicam em nossa personalidade (eu nasci assim, eu cresci assim, vai ficar assim???) - dói, envolve renúncia e chega a ser assustador, pq o que é velho é confortável. É como o sapato quando já pegou o formato de seu pé. A expressão de Paulo relata uma caminhada como a de um atleta. É preciso deixar o peso, o embaraço, as tentações (Mt19.29) senão fica pesado demais para chegar ao alvo, Cristo, autor e consumador de nossa fé. Ainda há muitas coisas adiante de você. Viveu coisas e sentimentos ruins? Já experimentou coisas boas? Ainda há coisas além do que você pediu ou pensou nEle (Ef 3.20). Prossiga!

Sem isso, não há como a obra se completar.

Ósculos santos :*

Se vc ainda não leu os primeiros textos da série, clique aqui e aqui. ;)
quinta-feira, 27 de novembro de 2014

#WSCompletos Fp2

Paz, juvens!!!!! =D Como estão vcs? Eu tô feliz demais da vida. Toda vez que começam os trabalhos do work eu fico como quem sonha. A leitura de hoje é Filipenses 2, fez a sua? Vamos refletir um pouco sobre?

O capítulo 2 de Fp começa com instruções sobre unidade e amor, continuando a temática do primeiro capítulo. Logo em seguida o apóstolo entra num assunto fundamental para ser completo: humildade (vs. 3). Eita, pensou que ia ser fácil? 

Não tem como Cristo completar a obra dEle em nós se não formos humildes para entender a sua vontade e correção. Não tem como nos relacionarmos com ninguém se não tivermos humildade para ouvir suas opiniões, para tratarmos o outro com respeito, para saber que nem sempre estamos certos ou somos melhores. 

Outra importante faceta da humildade é o serviço. Num mundo em que todos são treinados para serem os mais importantes, terem seguidores, dar ordens, serem “principais” e coisas assim, Jesus nos convida a servir, porque no paradoxo do Reino dos céus, o menor - o que mais serve - é o maior, e nosso Jesus é a prova disso.

"De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz." (Filipenses 2:5-8)

(Ele é apaixonante, não? ^_^) Fazer isso implica não prestar atenção apenas às suas necessidades, mas também às dos outros (vs. 4). Anote: nenhum relacionamento terá êxito se não houver serviço. Ser servo não é humilhação, é humildade, é dar, que é bem melhor que receber (outro amável paradoxo do Reino). 

Comece hoje servindo a seus pais num serviço que vai facilitar a vida deles. Expanda isso servindo a algum irmão e na igreja. Os atos de serviço são uma forte linguagem de amor (Gary Chapman). Prova disso é que as mamães, pessoas que mais no servem na vida, são também as que mais consideramos e que mais são recordadas quando se fala de amor humano.

Eu também estou aqui disposta a servi-los. Com uma oração, conselho ou apenas ouvidos (ou olhos) atentos... Só não me peçam pra cozinhar pra vcs, que aí já não é serviço, é tentativa de homicídio, rsrsrrsrs. Um dia isso muda.

Ósculos santos,


 P.S.: Outro ponto superimportante do capítulo é a obediência (vs. 12). Mais uma vez entra em cena a ação de Deus nos ajudando a fim de completar essa obra em nós (vs. 13). A obediência vai nos fazer sermos luz neste mundo!! (vs. 15)

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Sobre sonhar um pouco mais

Um misto de preguiça, falta de ânimo e esperança estavam servindo- lhe de cobertor. Em volta de seu casulo, pouco importava se fazia sol ou chuva, se a terra estava seca, ou envolvida por um bom tapete de pastos verdejantes. A vontade de permanecer emaranhada em um lugar fora da realidade não a deixava despertar. Dormir, sonhar e dormir. Os sonhos não são muito úteis enquanto estamos dormindo. Um tanto de imagens desconexas animadas na maior parte das vezes.

José, o sonhador da bíblia, poderia nos dizer o quanto os sonhos podem mudar a vida das pessoas quando desvendados mesmo em circunstâncias desfavoráveis. Abrir os olhos, acordar, levantar. Os sonhos são desenrolados no plano da realidade.

Acorde! Hoje é mais uma oportunidade de desenrolar sonhos! Deixe os lençóis da preguiça e do desânimo de lado, estire o tapete dos sonhos a sua frente, pés no chão, passo após passo, acredite que é possível vivê- los um pouco mais todos os dias.


Pés no chão, sonhos no coração, 
Deus nos abençoe!

Bárbara Uinan


quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Sobre o amor - Tanlan #fridaysong ♫♥




Essa é canção oficial do Work 4, dá um play e entra no clima! ;)



O som que vem deste lugar me lembra a Tua voz
Posso sentir quase tocar a paz que vem de lá
Soube que Você me preparou um lugar
Para que eu possa descansar e ver
A beleza que vem de Você
 
[Refrão]
Vem me ensinar sobre o amor
Vem completar quem eu sou
Me transformar e preencher
Tudo o que foi e o que vai ser
 
O tempo nem parece passar quando eu estou aqui
Não sou mais eu que mando em mim sou teu até o fim
Mesmo quando eu não quiser ouvir sei que está
Esperando pra que eu possa ver
A beleza que vem de Você

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

#Completos Fp1

A partir de hoje, iniciaremos um ciclo de textos aqui no site a cada quinta até o Workshop de Solteiros 4. Bem, todo o processo de realização do work envolve muita oração, conversa, meditação na Palavra e busca pra conhecer o propósito de Deus para cada edição. Esse ano Ele nos direcionou ao tema #Completos e ao livro de Filipenses. A cada semana eu lhe convido a ler e meditar em um capítulo, começando pelo primeiro (oferecimento: Tio Óbvio). A divisa do Work 4 é o versículo 1.6:
Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará (completará) até ao dia de Jesus Cristo; (Filipenses 1.6)

Enquanto muitos buscam a "metade da laranja", a Bíblia nos diz que a obra em de Cristo em nós será completa. Opa, vc não depende de uma "cara-metade"! O versículo também não diz que já somos completos, mas que há uma obra que já foi iniciada em nós que se completará até o dia da volta de Jesus.

A palavra COMPLETO, na Bíblia tem o sentido de PERFEITO, MADURO, e olha só que "coincidência": a maturidade/maturação também é um processo. Em João 15, nosso Amorzão nos diz que Ele é a videira e nós seus ramos. Fui ler sobre o processo de maturação da uva. Pra não virar uma aula de agronomia (té parece que eu manjo rsrs) vou resumir: a uva amadurece em quatro estágios. Esperar o momento certo da maturidade para colhê-la faz com que tenha a cor ideal (atraência ;) ), mais doçura e menos acidez, ganhe elasticidade (fica mais molinha, macia, maleável entende?)  e mais um monte de outras coisithas.

Assim como com a uva, existe um processo para que estejamos maduros, completos. Não dá pra ser maduro da noite pro dia, mas Cristo já se comprometeu com esta obra de nos fazer parecidos com Ele (Hb 13. 20-21; 2 Co 3.18; 1 Pe 5.10; Jo15.5b). Você também?

Precisamos de vários anos para chegar à idade adulta, e é necessária toda uma estação para que uma fruta cresça e amadureça. O mesmo se dá com o fruto do Espírito.
(Rick Warren, Uma vida com propósitos)

Lendo todo o capítulo de Fp1, entendemos que esse processo de maturação tem a ver com o amor (vs. 9) a Cristo (vs. 21), ao evangelho (vs. 16, 17), ao próximo (vs. 7; Cl3.12-14), ou seja, nem sempre é fácil, mas vale a pena.
E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. (Cl 3.14) Até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo. (Ef. 4.23)
Ósculos amorosos,

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Sente- se! Fique um pouco mais!

Eles olharam em volta a procura do que comer, e não vendo o suficiente para alimentar a multidão acharam por bem a mandar de volta, ao invés de permanecerem ali, num lugar deserto, sem nada que os pudesse saciar. Marcos 6:34-42

Sabe, todos os que estavam ali em meio a multidão, precisavam alimentar- se, assim como eu e você precisamos.

Diante de  sete pães e alguns peixinhos, os discípulos não viram possibilidades de saciar a fome de toda aquela gente. Sugeriram a Jesus que todos procurassem um lugar em que teriam alimento, para que não passassem muito tempo por aquela privação.

Então Jesus perguntou: 
Quantos pães vocês têm? Mc6:38

Confie. Assente- se. Respire. Haverá uma multiplicação diante dos seus olhos. Você não é o (a) único (a), muitos a sua volta tem as mesmas necessidades. Olhe para o que você tem hoje e agradeça (assim como fez Jesus). Tem momentos em que não temos que fazer muita coisa, apenas continuar perto dEle, confiar e repartir o que está ao nosso alcance, mesmo que pareça pouco aos nossos olhos.


Ele não quer que venhamos a desfalecer. Ele nos olha com compaixão. Ele sabe de cada uma de nossas necessidades e nos encoraja a repartir o que temos com os demais. Apenas continue perto de Jesus.

Em paciência,


Bárbara Uinan
quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Qual a hora certa para se apaixonar (de novo)?

Uma vez li em um livro uma analogia muito bonita feita com a palavra “EX”, não me lembro direito, mas falava sobre as linhas que se cruzam do X.

O fim de um relacionamento pode derivar de muitas situações, mas se você acabou um relacionamento e não está entendendo nada, eu te dou um conselho: “Entrega nas mãos de Deus, e relaxe, um dia você vai entender.”

Não gosto muito desse prefixo “EX”, acho que às vezes soa até provocativo e de mal gosto. Mas a verdade é que esse “EX” tem a ver com experimentação, algo que você já provou.

Para um relacionamento acabar é mais fácil do que para ele se manter de pé. Isso porque é um grande desafio suportar o outro. E não se engane, esse outro não é só o seu companheiro (a), é também a família dele (a) e os problemas dele (a).

As vezes quando nos relacionamos com alguém também é um lugar de refugio. Um lugar onde esquecemos dos problemas, um ponto de paz. Não, essa pessoa não é Deus! Mas quando Ele envia alguém em nossas vidas, essa pessoa se torna a extensão do amor dEle por nós aqui na Terra, assim como, as outras pessoas que amamos e que cuidam de nós.

Nem sempre as coisas acontecem da maneira a qual desejamos,  e nosso relacionamento pode findar. Geralmente quando isso acontece os dois sofrem bastante, mas sempre haverá um que tem uma dificuldade maior para abstrair aquele sentimento.

Quando me perguntam sobre esse tipo de situação, digo sempre, “Só se envolva quando ‘não gostar’ do seu companheiro anterior.” Não estou falando de declarar guerra, digo sobre ver e não sentir aquele ataque cardíaco e coisas de quando estamos apaixonados.
Não existe razão em começar um relacionamento se aquele (a) “EX” ainda faz seus coração bater mais forte.
Bem, passado esse tempo de gostar de quem não está mais ao seu lado. É hora (ou não) de começar a orar e procurar outra pessoa, vou citar algumas dicas:
1.Nunca, jamais, em hipótese alguma, busque o seu “EX” no “ATUAL”.
2. Tenha paciência, não deixe se envolver por estar carente.
3. Não minta! Seja honesto (a), com o que você e principalmente com o seu companheiro (a) “ATUAL”, ele (a) não tem culpa do que aconteceu anteriormente na sua vida. Se não o ama, proteja-o de uma decepção futura.
4. Se você quer começar a namorar com alguém que seja uma pessoa que não precise ser completada por seu “EX”.

Acredito que há mais dicas para serem listadas, porém acho que só essas cabem no momento. Mas ainda digo: “Não se precipite! Deixe Deus cuidar do seu coração!”

Abraços de esperança,
Isabelly Santos
domingo, 9 de novembro de 2014

O conserto do concerto

Paz de Cristo! Vamos começar o texto de hoje falando sobre ortografia (concurseiros, anotem, rsrs). As palavras conserto e concerto embora muito parecidas tem significados diferentes:

conserto - ato de consertar, reparar aquilo que foi quebrado, danificado
concerto - aliança, pacto, compromisso

Embora diferentes, estas palavras têm muita coisa a ver. Não existe concerto duradouro, se não houver consertos de tempos em tempos. 

Talvez sua aliança esteja hoje um pouco danificada e você viva uma crise de relacionamento. Você acha isso estranho? De fato, como humanos e falhos, erramos na caminhada e isso pode desgastar os nossos relacionamentos. Mas o sucesso de uma relação não consiste na ausência de crises, mas em como lidamos com elas. 

Um momento de grande dificuldade nos chama atenção para esses erros a fim de que possamos repará-los, consertá-los. As provações, lutas e dificuldades são como o fogo para testar nossas concertos.
O amor é testado nas provações, como a aliança se testa no fogo.

Quanto mais nobre o metal, maior sua resistência, sua durabilidade e valor.
A forma como o casal lida com as dificuldades e um com o outro é muito mais decisivo para o relacionamento do que outras coisas. Não adianta você orar, escolher esperar, fazer tudo certinho como manda o figurino antes de constituir a aliança, se não suportar a fornalha da aflição, se não estiver disposto(a) a administrar as diferenças, perdoar muitas vezes (7? Sabe de nada inocente!), renunciar, se esforçar para agradar e continuar seguindo os conselhos bíblicos para todo o seu relacionamento. E mesmo fazendo tudo isso, tem hora que não tem jeito, tem que consertar.

Quem já teve um anel de ouro? De tempos em tempos tem que limpar, desamassar... Se a aliança de vocês for de um nobre metal, as provações a purificarão, renovarão. Caso contrário ela não resistirá. Aproveitem esses momentos de fogo para consertar o concerto amolecido pelo calor das dificuldades e dores. Aproveitem para serem moldados juntos com essa aliança.

Ósculos santos,

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Cumplicidade

Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão, completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude.Filipenses 2:1-2

Como é bom quando encontramos pessoas que estão tão motivadas e dispostas quanto nós, ou até mais! Como é bom olhar para o outro, dizer “vamos?!", "simbora?!”, e o outro responder “simbora!!!”, ou motivar- se a contra argumentar, afinal cumplicidade também é discordar e corrigir quando necessário, e pela verdade da comunhão insistir em permanecer.

Como é maravilhoso encontrarmos uma onda de encorajamento com amor, de comunhão no Espírito, profunda afeição e compaixão entre um grupo ou um casal que caminham juntos!

Muitas vezes bate o desânimo, e falta de ânimo também para animar o outro. Mas a cumplicidade pode tornar o fardo menos pesado e a alegria multiplicada, ao percebermos que o outro sente o mesmo que nós, ou que entende o que estamos sentindo, um espaço onde é possível conversar apenas com o olhar. 

Ser cúmplice é um exercício do “nós”. Quando nos tornamos mais companheiros podemos motivar o outro igualmente a ser, no entanto, ninguém é cúmplice sozinho. O dicionário menciona as palavras harmonia, companheirismo, entendimento, confiança, apoio, parceria. Nelas percebemos um pouco a importância e a beleza da cumplicidade. Com certeza vivenciando- a entenderemos muito mais.

Nos últimos meses tenho tido o prazer de conviver e trabalhar com pessoas assim.
Nesse último fim de semana especialmente, pude presenciar “de fora” um grupo e um casal com essa característica. Percebi que por trás da cumplicidade há uma aliança, um compromisso, uma vontade de construir em comunhão, um trato diferenciado, e o agir de Deus.

Mais um excelente exercício que fica a ser praticado.

Aliançada no amor de Cristo,

Bárbara Uinan


quarta-feira, 5 de novembro de 2014

A simplicidade da vida está na grandeza de Deus

Uma folha em branco e tantas palavras soltas dentro de mim. Como edita-las e dar vida a algo que está tão bagunçado nos últimos dias?

Quero um poema, ou uma canção que dê ritmo aquilo que não faz mais sentido, como saber se o barco está na rota adequada? Como saber se haverão respostas para tudo aquilo que se pergunta?

A delicadeza da flor não imagina, como as mãos sofrem antes de chegar as pétalas. Os espinhos vem primeiro, já dizia alguém: “Antes do arco-íris vem a chuva!”, e não mesmo a verdade?!

Os cabelos balançam ao ritmo do vento, sentada na areia olhando o mar, vendo aquela imensidão, não dá para pensar em muita coisa, não dá para ver muitos problemas, ficamos inertes sem saber o que fazer. Mas são nesses momentos que vimos como o Criador é grande, na verdade não há como mensurá-lo. E nós não sabemos ao menos entender muitas vezes o que passa dentro dos nossos pequenos corações. Tão complexos, tão abstratos, assim nós somos. Mas o que foi feito por Deus é tão concreto, tão sólido. Parece até que quando entendemos a fórmula molecular da água, o vulgo H2O, sabemos de fato a pureza de como foi criado tal recurso.

Ás vezes uma roupa se rasga e não sabemos o que fazer, então, uma amiga fala: “Leva na costureira!”. Dentro de mim tem uns retalhos e já não sei o que fazer, então, diante da imensidão do mar, diante das mães que carregam dentro de si o milagre da vida, diante da grandeza criada por Tuas mãos, peço que me socorra, que coloque os meus retalhos nem suas mãos. Eu quero sorrir novamente com a simplicidade da vida, traz de volta a esperança para o coração ferido. E faz novamente os meus lábios sorrirem com o coração.

Que a simplicidade dessas palavras encham os nossos corações de paz! Beijos,
Isabelly Santos


domingo, 2 de novembro de 2014

Às vezes

Às vezes (muitas vezes) esperar não é uma tarefa fácil. Às vezes você até tenta fazer correr a dor num texto, mas as palavras nem sempre são tão amigas. Às vezes você quer escrever, mas tem medo. Às vezes, às vezes e às vezes – se tornam tantas vezes que você queria que às vezes fosse diferente. Às vezes você quer acreditar naquilo que é bom e que lá de dentro lhe diz que vai ficar bem, mas às vezes mesmo o que você queria é simplesmente o que você queria, mas não tem e nem vai ter, mas tudo bem, as coisas não são e nem vão são ser como você quer às vezes. E isso significa que às vezes as coisas podem ser bem melhores do que você imaginou. Às vezes a luta é tão conturbada dentro de si, que dá vontade de desistir, mas neste caso se ninguém venceria, se tornaria só uma guerra fria contra você mesmo. Então, o que fazer? O mesmo que faço todas as vezes. O único refúgio que encontro todas as vezes. A única paz suficiente todas as vezes. O único presente todas as vezes. Eu me escondo. Me escondo em tua presença e invoco o teu abraço, sim, Tu me tomas pelas mão direita e me diz: “Não temas, Eu sou contigo, tu não estás sozinh@, não te assombres, Eu te sustento, Eu te amo e Eu tenho um propósito contigo e  tudo coopera para o teu bem...” E todas as vezes, tua voz me acalma.
Mas agora, assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. (Isaías 43:1; 41:10)


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

No meu barquinho está...

E essa era uma pergunta que eu me fazia há algum tempo... Quem estava no meu barquinho?

Quem está no SEU barquinho?

Quando nos encontramos em plenitude com o Pai, temos a certeza de que Ele se encontra no barco, mas, e quantas vezes nos sentimos insatisfeitos com a nossa realidade e desacreditamos que Deus pode nos satisfazer e nos preencher e que não existe motivo de insatisfação quando ELE está, simplesmente porque ele É o barquinho.

Navegamos nele e com ele! Sem Ele NADA do que foi feito teria sentido! Não existiria sentido navegar se ELE não for o Porto que queremos ir.

Por isso, muitos de nós (me incluo nessa) se perdem em devaneios e questionamentos sobre a existência de quem deveria ser soberano em nossas vidas. Quando pomos em prova o cuidado de Deus para conosco, estamos entrando em contradição quando dizemos que confiamos nele. Se confia, por que não consegue CRER? Qual é o medo de se entregar?

Os planos de Deus são maiores... MAIORES que os seus! Só Deus faz o que você não pode fazer! Você não faz ideia do que Ele tem pra você, nem do que Ele tem poder pra fazer. Não é porque ele permite que você tenha momentos de aflição que você deve parar de lutar! Estamos em GUERRA!

“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do diabo, pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.” (Efésios 6:11-12)

Se Deus estiver no seu barco, se Ele for o seu barco e permitir que você seja guiado para o porto Jesus de Nazaré... Tudo em sua vida se ajeitará! Haverá perdão, as feridas cicatrizarão, sugirá o arrependimento e a mudança (sim, aquela mudança) que você tanto espera dos outros, estará em VOCÊ.

Persevere, PERSEVERE...

Te dar o meu mundo e entregar os meus dias, como um barco no oceano Tu me leva em tuas mãos! Sou todo teu Senhor, Me alegro ao seu dispor, meu Mestre!

Que esta seja a nossa canção todos os dias!

Com amor em Cristo,

Natasha Zucolotto.

.: E pra quem se interessou belo belíssimo trecho, a música é essa daqui:

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

10 Motivos que lhe prendem àquela história de "amor" Parte II



 Olá! 

 Você ainda não leu a primeira parte? 
 Clique ali:

10 Motivos que lhe prendem àquela história de “amor”

Continuando...

6- Dificuldade em liberar perdão

Esse ponto é bem batido né? Mas muitos de nós estão enganchados nele, ora ou outra, mesmo por momentos curtos nos enganchamos ai. A dificuldade em perdoar nos sufoca. Estados emocionais como o ressentimento, rancor e sentimento de culpa nos alertam para a necessidade de liberar (e pedir perdão) sobre nossas vidas e sobre a vida do outro.
 “Soltai, e soltar-vos-ão.”Lucas 6:37
Decidir querer perdoar pode ser o primeiro passo para momentos de mais satisfação pessoal e liberdade consigo mesmo, com os outros e com Deus.

7- Insegurança

A insegurança como consequência de perguntas sem respostas, ou em processo de maturação sobre nós mesmos, o que queremos, o que gostamos, quais nossos limites, dificuldades, habilidades, sonhos, vivência da fé, se estamos prontos ou não para viver uma nova história com outra pessoa, é um fator que pode nos manter paralisados na área sentimental. “Conhece- te a ti mesmo”, já dizia Sócrates. Somos únicos. O caminho para encontrar- se também é único. É um trilhar, por tempo indeterminado, entre você e o seu Criador em meio aos demais.

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. Salmos 139:23
8- Permanecer acomodado

Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor. Salmos 31:24
Precisamos fazer tudo o que está ao nosso alcance. Empregar força para ir além do nosso habitual, mesmo que inicialmente seja desconfortável, ou que fiquemos decepcionados com nosso desempenho, precisamos sair do lugar. Pedir a Deus coragem, ânimo, sede de transformação. Planejar pequenas mudanças, cuidado maior com o visual e com a saúde; dar asas aos sonhos de Deus em nós; buscar mais comunhão com o Senhor, no caráter, mentalidade, atitudes, para ter discernimento de quando e como agir diante de cada barreira. Entregar- se ao Senhor de nossas almas para que ele possa ministrar a cura para nossas feridas, seja de modo instantâneo ou processual, de acordo com a vontade de Deus e a fé de cada um de nós.

9- Pouco envolvimento com as pessoas

Precisamos nos envolver com pessoas, criar laços. Deixar que nossa mãe seja mãe e também ser amigo (a) dela; por que não pedir o guarda- chuva do vizinho emprestado? Por que não contar os causos de sua família para os colegas de trabalho? Por que não puxar papo no ponto de ônibus? Como diria o provérbio, assim como o ferro afia o ferro afiamos uns com os outros. #Pv27:17

10- Sonhos adormecidos ou desfeitos

Reavive os sonhos que Deus colocou em seu coração! Eles estão desfeitos? Peça novos sonhos a Deus!Parecem distantes? Lute por eles! Espelhe- se nos bons exemplos. Esmere- se em realizá- los com amor. Dedique- se. Busque a direção de Deus e confie! Concentre- se em agrada- ló. Não somos perfeitos, mas Deus é. Ele agrada- se dos que esperam na sua misericórdia. Sl147:11

Abraços cheios de esperança!

Bárbara Uinan.


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons