Archive for Março 2014

O "silêncio" de Deus

Quantas vezes nos deparamos com situações que trazem temor e ansiedade. Conhecedores da palavra que diz: “Clama e responder-te-ei...”(Jer. 33:3); “Ele me invocará e eu lhe responderei...”(Sal. 91:15); “Antes que clamem eu responderei...” (Isa. 65:24), às vezes nosso discurso diante de Deus é “Oh, Senhor, porque te demoras em responder-me?”.

Lembremo-nos que Deus vela sobre a sua palavra para cumpri-la (Jer. 1:11). Vamos passear um pouco pelo texto sagrado! Vejamos o que alguns servos fiéis pensaram, fizeram e disseram em situações como esta.
“Depois disto, o Senhor respondeu a Jó de um redemoinho e disse:...” (Jó 38:1) Depois de ouvir tantas acusações e de ter tirado força de onde não tinha para se defender, por ter o seu coração angustiado, dentro de um redemoinho (uma ventania), Jó fica em silêncio e finalmente, ouve Deus. Quantas vezes damos mais atenção às vozes dos outros ou à nossa própria voz, na intenção de ter o nosso coração aliviado pelo muito falar e expressar.
“Que fazes aqui Elias?” (1 Reis 19:9) Depois de vento, terrremoto e fogo, uma voz mansa e delicada
questiona Elias: “ Que fazes aqui?” Então Elias expôs a situação de perigo de morte que estava enfrentando. E Deus diz:“Vai. Volta...”. Ao ouvir a voz do Todo Poderoso lembrou-se de que Ele é o Senhor da vida e que precisava cumprir sua missão, o propósito dele na face da terra. Mas foi preciso ouvir a voz!

Tão importante quanto falar com Deus, é ouvir Deus, um diálogo de fato. E quantas e quantas orações permanecem sendo apenas um monólogo, onde apenas nós falamos. Mas não porque Deus não responde. Ele sempre responde. Vejamos o exemplo de Daniel:

“Estando eu ainda falando, e orando, e confessando o MEU pecado e o pecado do MEU povo... o varão Gabriel,..., veio voando rapidamente... E disse: Agora saí para fazer-te entender o sentido. No princípio das tuas súplicas saiu a ordem, e eu vim para to declarar...” (Dan 9:20-23)
Fantástico! Nem tinha terminado de falar e a resposta já estava diante dele. Ah! Mas às vezes não é bem assim. Não é?!

“E me disse: Daniel,..., está atento às palavras que te vou dizer,..., porque eis que te sou enviado... Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia se pôs defronte de mim 21 dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me... Agora saí para fazer-te entender...”(Dan 10:11-14)

As circunstâncias espirituais contrárias não fizeram com que Daniel desistisse de clamar e apesar de a Bíblia deixar claro que ele era um homem sujeito às mesmas fragilidades e fraquezas que nós, ela também deixa evidente que ele estava atento à voz:“... Contudo, ouvi a voz das suas palavras...”(Dan 10:9)

Paulo, cheio do Espírito Santo, diz em sua segunda carta aos Coríntios: “Acerca do qual orei três vezes ao Senhor, para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta. Porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.” (2 Cor. 12:8-9)

Difícil ouvir como resposta não aquilo que queremos, mas o que precisamos. Sabiamente, Paulo tomou a mesma atitude que Daniel, de compreender e humilhar-se perante o seu Deus.

Também não é nada fácil ouvir: “Filha(o), não estou em silêncio. Eu não deixei de te responder. Também não deixei de falar com você. Mas você desaprendeu a me ouvir!”

Que reaprendamos então, se for necessário. Que possamos estar atentos ao apelo do Senhor quando diz:
“Se ouvirdes a minha voz...” (Exo. 19:5)
“Ouve, ó Israel...” (Deu. 5:1)
“Ouve, filho meu...” (Pro. 4:10)
“Atenta para as minhas palavras...” (Prov. 7:1)
 “Ouve vós que estais longe...” (Isa. 33:13)
 “Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz...” (Apo. 3:13)
Que o Santo Espírito de Deus coloque descanso e alegria em nossa mente e em nossos lábios.

Em Cristo,
Rosineide Bispo Carvalho

segunda-feira, 31 de março de 2014
Tag :

Cuidado, simplicidade e amor

Me perguntei durante dias o que escreveria hoje, normalmente eu escrevo antes de domingo. Mas essa semana foi diferente, nessa manhã de domingo, logo após levantar corri para o PC para escrever. Um vizinho com bom gosto me acordou com músicas boas, o cuidado de Deus não cessa e não tem fim!
Essa semana foi de fato atípica, mas é assim que Deus faz! Ele é um Deus de novidade! Bênçãos, vitórias, tristezas e lutas, mas em todo tempo aqui estou, pois o Senhor esteve zelando de mim. Hoje sei que o cuidado especial que o Senhor dispensou sobre a minha vida não é exclusivo! Ele dispensou sobre as nossas vidas! O primeiro grande cuidado, a maior prova de amor, sem dúvidas digo, foi a nossa redenção! Mas Jesus apaixonado que só por nós, derrama todos os dias demonstrações de amor menores, aquele sms de Bom-dia. Aquele, chamar na madrugada para ouvir a sua voz. O maior amor que você pode ter sem dúvida é o relacionamento com o Espírito Santo.
A toda hora os nossos planos e projetos mudam, e ás vezes na verdade Deus os faz mudar. Essa semana Deus com seu imenso cuidado me proporcionou conversas incríveis, com pessoas incríveis, e sei que cada uma delas foi o propósito de Deus e porque não dizer que foi o Senhor falando comigo. Por mais triste que você possa estar nunca se esqueça de que mesmo assim você pode ser canal de bênçãos para vida de alguém. Um simples relatar de experiências já pode mudar toda uma história.
Percebo que nunca vão existir dias em que tudo esteja bem. As aflições do mundo são tão grandes que Jesus achou melhor deixar relatado. Viver nos caminhos que Deus tem para nós é mais que difícil, é muito complicado por que a espera se torna o ingrediente principal, é a farinha do bolo. E nós não nos acostumamos a esperar, a geração internet não tem tempo para isso! Ficar sem fazer nada é inaceitável, imagine ficar solteiro! É um absurdo! Você é tão novo, tem mais que aproveitar! Para que pensar em casar, pensar em ser feliz? Seja feliz e pronto isso basta! Não é a toa que a bíblia fala que o mundo está no maligno. O mundo é imediato. Deus, todavia é eterno! Por isso que os planos, principalmente a dois devem ser para uma vida duradoura. 
A ideia de estar só atormenta a mente humana, não existimos para estarmos sozinhos! Mas o amor de Deus não nos deixa sozinho, ele nos ampara e muitas vezes levantam pessoas para cuidar da gente. A complexidade de estar solteiro deixa de ser complexa quando entregamos as nossas carências na mão do Senhor. Diferente do que muita gente pensa existe áreas que só o amor de Deus chega e nos completam. O lema do solteiro cristão é:

Solteiro sim, sozinho nunca!
Por Isabelly Santos 
domingo, 30 de março de 2014

Mariana #fridaysong ♫♥

Eu gosto dessa música. Ela tem a leveza de um amor verdadeiro ^^


Mariana - Felippe Valadão
Foi com você que eu conheci o verdadeiro amor
É por isso que eu hoje bem aqui estou
Se é pra te amar na alegria ou na dor
Faço tudo pra provar que eu sou o teu amor

As minhas lágrimas antigas eu já enxuguei
Pois pra casar com uma princesa tem que ser um rei
Agradeço ao meu Deus que me apresentou
A mais bela criatura que Ele já formou

Mariana,
você um sonho, você é tão linda
A mais perfeita,
Tudo o que um dia eu pedi pra Deus
sexta-feira, 21 de março de 2014

Bençãos fazem aniversário!

2 anos se passaram de Workshop de Solteiros (18 mar 12). Puxa! Lembro do primeiro Workshop como se fosse ontem (o que aconteceu ontem? Brincadeira, rsrs). Mas lembro mesmo. Da expectativa, das atividades, dos resultados, dos participantes, das palavras ministradas. Simples, em nossa igreja local, Betesda, foi assim que tudo começou.

No Work² Deus nos deu esse blog que virou site. Nos deu colunistas, sonhos. Agora pessoas de outras igrejas e cidades estavam conosco. Foi edificante, engraçado, divertido. No Work³ Deus nos ensinou tanto! Esse site ganhou novo layout, novo endereço. Ganhamos uma promoção do EEE e em pleno domingo de Work recebemos os livros em casa. Mais gente participando, mais curtidores na página do Facebook, a mensagem chegando cada vez mais longe.

Ao olhar pra trás meu coração encontra gratidão e eu tenho a certeza que os sonhos de Deus são maiores que os nossos. Ao mirar para a frente, esses sonhos me levam a passos mais firmes e largos, muitas vezes no colo dEle.

Hoje minha identidade está atrelada à do Work. Alguns amigos resenhistas me chamam de “pastora dos solteiros”. Eu caio na risada. E tremo. Quando pesquiso imagens com meu nome, são as imagens das posts que encontro lá. Jamais imaginei isso. Mas sabe, isso também pode acontecer com você. Deus pode atrelar sua identidade aos sonhos dEle pra sua vida. Apenas confie e se entregue. A liberdade muitas vezes depende de soltar as amarras das perguntas.


Quando escolhi a imagem para essa post, selecionei um pedaço de bolo porque eu creio que esses 2 anos são apenas o início daquilo que Ele tem pra minha, para as nossas vidas. Hey, deixe que as bênçãos de Deus em sua vida façam aniversário <:D

Mais sobre a história e o propósito do Workshop de Solteiros clique aqui
quinta-feira, 20 de março de 2014

A maior história de guerra que conheço - Parte II


            Era noite quando escutaram aquele prenúncio de derramamento de muitas lágrimas. Pela manhã, o servo do profeta levantou-se e viu que a cidade estava sitiada. Retornando, disse ao seu mestre: “Ah, que faremos? Eles estando vindo para cá!”. O profeta, confiante no seu Mestre, respondeu: “Não tenha medo, maior são aqueles que estão conosco do que os que estão com eles”. Maior? Nós somos apenas dois homens pacatos, eles são uma multidão treinada para matar quem se opõem pelo caminho - talvez tenha pensado aquele discípulo. Antes dele esboçar algum comentário sobre a situação, o profeta disse em voz tranquila em oração: “Eu lhe rogo, Senhor, que abras os olhos dele para que veja”. Então o criado viu que no monte onde estavam havia cavaleiros e carros de fogo ao redor deles. Quando o profeta percebeu que o inimigo se aproximava dali, disse: “Peço-te que eles fiquem cegos, que não descubram quem nós somos”.

            Assim, declarou o profeta aos homens: “Não é este o lugar que procuram, sigam-me que vou guiá-los até o homem que buscam”. Impressionado, o servo seguiu também, ansioso para ver o que aconteceria, mas pouco apreensivo com medo de que descobrissem quem eles eram antes de chegarem à cidade e estarem a salvo. Quando chegaram a Samaria, o profeta, mais uma vez, orou: “Senhor, abra os olhos destes homens para que vejam”. Eles olharam em volta e se deram conta de que estavam no meio da cidade inimiga. Nada poderiam fazer, estavam cercados por israelitas.

            Aproximando-se o rei de Israel, perguntou ao sábio profeta: “É nossa oportunidade de matar a todos eles?”. O profeta disse: “Majestade, não os mate. Matarias aqueles que tomaste cativo com vossa espada e vosso arco?”. “Tens razão”, replicou o rei. “Sábias palavras, meu caro vidente”, disse o rei enquanto ouvia atento os conselhos que só poderiam ter origem no Senhor dos Exércitos. “Então o farei”. “Cavalheiros!”, disse o imponente rei, venham a um banquete preparado especialmente para vocês. Hoje comeremos juntos, quero que saibam que não há motivo para guerra, que embora tenhamos lutado durante anos, esse momento é para todos nós, uma ocasião singular e não mancharei com o sangue de ninguém.

            Houve um vasto banquete. Atônitos que estavam desde que chegaram, os soldados sírios ficaram ainda mais pasmos quando perceberam que aquele banquete não era uma miragem ou o início de um sonho trágico, mas uma estranha e prazerosa realidade. Comeram, beberam, e voltaram ao seu rei. A partir deste dia, nunca mais foram registrados nas crônicas do rei de Israel o ataque pela Síria. Nunca mais vieram as bandas armadas da Síria à terra israelita.

            Que história! Ter o inimigo “na palma das mãos”, aqueles que tanto nutriram ódio por você, e antes de dar-lhe o pago merecido, deu-lhes benevolência, honra, perdão. Essa linda história de guerra, da guerra que virou banquete, pode nos dar a chave para nossos relacionamentos. Certamente, um inimigo vencido espera a morte, não espera nada de bom daquele que o venceu. No entanto, ao quebrar com essa expectativa, conquista-se um exército inteiro, uma nação, um rei. Se um rei sedento por sangue teve sua ira aplacada, quando mais aqueles com os quais nos relacionamos. No auge do estouro de uma guerra, ofereça um banquete. Dê ao outro o que ele jamais esperaria, sua humildade, seu reconhecimento de quem ela(ele) é para você. “Convide-o para uma linda refeição.” Os dois não irão apenas saborear delícias ao paladar, poderão conhecer a doce paz de viver na harmonia vinda direto do Senhor dos Exércitos.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Alegria! :D

A verdadeira prisão do homem é a tristeza. Quando estamos tristes o mundo perde as cores, nada tem graça, a sua comida preferida não desce. A única coisa bebível são as lágrimas, que escorrem dos olhos, molham o rosto e somem na boca.
Ei, você que chora enxuga as lágrimas! Tenho uma boa nova! O reino de Deus é de alegria também! #Rm14:17
A alegria do Espírito aquela que não se esgota, que não se finda e que liberta.
Liberta o jugo, a opressão, a tristeza. Essa é a verdadeira alegria! Sorrir em meio as adversidades, festejar antes da vitória, crer que Deus sabe o que faz.
“Tens transformado meu pranto em festa!”
Não estou falando para você parar de chorar, porém digo: Chore nos braços do Pai, pois Ele te consolará! #Mt5:4
A liberdade está condicionada a alegria, porque quando a tristeza nos invade algo nos aprisiona, a angústia puxa a nossa alma para baixo e o sorriso não habita mais em nossas faces.Ore, peça a Deus a alegria do espírito. Chore, chore muito, mas lembre-se:

“O choro dura uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer.” Salmos 30:5
Tome doses diárias de alegria, busque entender como é grande o amor de Deus por você, lembre dos momentos em que vc não aguentava, mas a mão dEle te sustentou. Ah, pensei que não ia suportar, todos temos dias maus, momentos de desanimo, mas temos que ter sempre no coração que tudo é permissão de Deus, e mais do que isso, ter a consciência que as nossas orações chegam ao céu e que o Senhor na sua infinita sabedoria vai derramando sobre nós o que temos pedido.
Quantos de vocês já pediram paciência a Deus? Sabiam que são as tribulações que produzem essa paciência?! #Rm5:3 E sabemos muito bem que as vezes é essa tribulação que arranca a nossa paz e tira os nossos sorrisos. Relaxe, tudo é trabalhar de Deus, deixe que Ele aja em seu favor. Alegre-se porque o Senhor tem cuidado de vós!
“Grandes coisas fez o Senhor por nós e por isso estamos alegres!” Salmos 126:3 
Isabelly Santos 
domingo, 16 de março de 2014

Meu sonho - Novo Som #fridaysong ♥♫

Hy, guys!

Eu sei que a música de hoje é superrrrantiga.. Mas ela é linda então está supervalendo ^^

Meu sonho - Novo som


)
Um sorriso, um brilho lindo em teu olhar
Fez acelerar meu coração
Disse tanta coisa mesmo sem falar
Fez a música do amor tocar
Fez nascer no meu sonho
A rosa azul tão rara do teu jardim
Despertou na menina dos olhos
Todo amor que existe em mim
Quando você olha pra mim
Tudo fica mais lindo
Então agradeço a Deus
Por Ter feito você pra mim
Quando você olha pra mim
Eu me vejo em teus olhos
Oh, minha princesa
Diga que vai ser sempre assim o nosso amor
Bem na linha do horizonte eu vou buscar
A mais bela flor para lhe dar
Com as cores do arco-íris vou pintar
O teu nome entre o céu e o mar
Vou cuidar com carinho
Da rosa azul que você plantou em mim
Pra te dar num buquê o meu sonho
Todo o amor que existe em mim
sexta-feira, 14 de março de 2014

O Lepo-Lepo

A música ganhadora do carnaval 2014 já era hit na Bahia antes da festa. O cantor começa contando sua difícil situação financeira:

Ah, eu já não sei o que fazer
Duro pé-rapado, com salário atrasado
(ah, eu não tenho mais por onde correr)
Já fui despejado, o banco levou o meu carro

E aí fica na dúvida se sua namorada ainda vai querê-lo nessa situação:

Agora vou conversar com ela
Será que ela vai me querer?
Agora vou saber a verdade
Se é dinheiro ou amor
(ou cumplicidade)

Mas por que será que a música faz tanto sucesso? Só por que muita gente se identifica com a situação financeira do cara? Penso que não. Hoje mesmo assisti uma matéria em que um terapeuta de casais declarou que a maioria dos casais que o procuravam com problemas no relacionamento estavam em dificuldades financeiras, e essa é também apontada como uma das principais causas de divórcio. É fato que as finanças são importantes para o bem-estar do casal e por isso sempre enfatizamos a importância de começar a se preparar, também nessa área, antes mesmo de arranjar namorad@. É simples calcular: para fazer uma faculdade por exemplo, não leva menos de 4 anos. Já pensou se você espera começar a namorar pra iniciar essa etapa?

Contudo, assim como o autor da música concordo que o amor e a cumplicidade tem que ser maior e mais importantes que as riquezas, para que o casal possa vencer as tempestades juntos. (As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam. Cânticos 8:7)

Só que a música não para por aí e descobrimos o que segundo ela é o mais importante e pode segurar o relacionamento: 

(Refrão)
Eu não tenho carro
Não tenho teto
E se ficar comigo é porque gosta
do meu
rá rá rá rá rá rá rá
Lepo-Lepo
É tão gostoso quando eu
Rá rá rá rá rá rá rá
O Lepo-Lepo

Não, não estamos falando de um relacionamento fundado no amor, mas em "fazer amor" (não curto essa expressão, mas isso é outra história). O segredo dessa relação é o Lepo-Lepo. E aí eu vos pergunto (rs), subsistiria uma relação fundada no Lepo-Lepo? Namoros que só continuam se tiver Lepo-Lepo. Casamentos que mais parecem campos de guerra e só se resolvem no Lepo-Lepo. Relacionamentos onde o melhor de tudo é o rá-rá-rá-rá... Diz aí, e quando a impotência vier, quando a libido diminuir? E se algum acidente ou enfermidade impedir precocemente o Lepo-Lepo? Será que ainda vai ter amor e cumplicidade? Rá-rá-rá-rá...

Não vejo tanta diferença assim em um relacionamento fundando no dinheiro ou no Lepo-Lepo. Ambos estão no paradigma da modernidade em que qualquer relação deve contribuir para a auto-satisfação, auto-afirmação e ganho mútuo, essas coisas vem antes do amor (na modernidade, segundo Mark Rolands). Claro que tudo isso, assim como o dinheiro e o Lepo-Lepo são importantes, mas... O amor vai muito além de tudo isso e só ele é capaz de alicerçar um relacionamento, o amor ação (1 Coríntios 13).

Para finalizar, li recentemente uma reflexão postada por meu amigo Gustavo Pestana (do Eu Escolhi Esperar) em que ele falava do amor e da inutilidade. A gente sabe que ama verdadeiramente alguém quando continua a amá-l@ mesmo quando essa pessoa não pode mais lhe trazer benefício algum. É esse tipo de amor que os pais tem por seus bebês, ou que nos fará cuidar de nossos pais ou futuros cônjuges quando eles estiverem bem velhinhos. Esse amor é muito mais cúmplice que qualquer Lepo-Lepo.

Ósculos santos,

Iky Fonseca
quinta-feira, 13 de março de 2014

Respostas


Decisões a serem tomadas. Planos frustrados. Perdas. Problemas de saúde. Situações que nos pedem mais confiança em Deus, fases de transição, ou até mesmo apenas um posicionamento diante da vida, desencadeiam crises a curto, médio ou longo prazo no nosso mundo interior.
Os pensamentos ficam tais quais fios emaranhados, as emoções parecem entrar em curto circuito e sob a pressão do mundo exterior o homem interior suplica para o fim dos seus enigmas antes de ser devorado por eles. Buscamos respostas!

Podemos buscá- las com esperança, ou nos largar desanimadamente ao desespero. Horas em pé em uma longa fila pode ser exaustivo, mas se não desistirmos seremos atendidos, pois as portas para os favores imerecidos que vem de Deus à nós estão abertas, e antes mesmo de chegarmos até eles, Ele vem chegando gentilmente e nos alcança com uma voz suave: “posso ajudar?”
#1Re19:11-12

Mesmo quando rejeitamos a sua ajuda, mesmo quando desistimos de esperar, ele persiste em querer nos mostrar o caminho, nos oferecer saúde no corpo e na alma, insiste em querer nos abastecer de força, às vezes com sacudidas próprias de um pai que ama e quer ver reações de coragem e ânimo do (a) filho (a), outras vezes com o silêncio companheiro da paz; Ele está sempre do nosso lado nos perguntando se queremos seu favor, nos pedindo para confiar em sua providência. Mas nossa é a escolha: aceitar ou não esse amor mais profundo que os oceanos.

As respostas que alcançamos dEle são sempre imerecidas. Como recebê- las? Busque- O em espírito e verdade, exalte- O em seu coração; com os sinceros Ele desenvolve intimidade; seus segredos são revelados àqueles que o temem. # Sl25:14/Pv 3:32.

É verdade que nem sempre as respostas que o Senhor nos oferece são de acordo com o nosso querer, mas elas são sempre apontamentos para o crescimento, para um caminho de comunhão com ele que é a fonte de toda plenitude de vida, a fonte da real felicidade.

A bíblia nos direciona para mergulharmos no relacionamento com Deus. Na intimidade com ele e no tempo dele sempre encontraremos respostas para as nossas perguntas. A intimidade vem a partir de uma busca sincera, diária, persistente...

E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração. Jeremias 29:13

Empolgue- se nessa busca. Cristo vive!! 

A fé é fundamental para obtermos as respostas de Deus.

Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte.Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa.Tiago 1:6-7
E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade.Marcos 9:23-24
A perseverança tb é manifestação da fé.
E contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer,Dizendo: Havia numa cidade um certo juiz, que nem a Deus temia, nem respeitava o homem.Havia também, naquela mesma cidade, uma certa viúva, que ia ter com ele, dizendo: Faze-me justiça contra o meu adversário.E por algum tempo não quis atendê-la; mas depois disse consigo: Ainda que não temo a Deus, nem respeito os homens,Todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte, e me importune muito.E disse o Senhor: Ouvi o que diz o injusto juiz.E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele de dia e de noite, ainda que tardio para com eles?Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra? Lucas 18:1-8

Abraços !!!

Por Bárbara Uinan

quarta-feira, 12 de março de 2014

A maior história de guerra que conheço

            Há incríveis relatos de guerra ao longo da História. Guerreiros fortes que lutaram até a morte por um ideal. Outros que com tão poucos soldados venceram grandes exércitos, valentes guerreiros foram quase lendários, tanto pela resistência que tiveram, como pela honra que demonstraram à sua nação. Quem nunca se impressionou ao ouvir relatos como dos 300 de Esparta, ou os 300 de Gideão... Porém, para mim, a mais surpreendente história de guerra foi a de uma guerra que não aconteceu.

            Era um período difícil, os povos da Antiguidade viviam em guerra - matava-se ou morria, sempre era caso de vida ou morte. Essa incerteza rondava reis, seu exército e o povo que desejava um basta na ansiedade por não saber se amanhã sua amada terra seria invadida por homens cruéis. Que glória era voltar de uma guerra a salvo, que satisfação era poder descansar sabendo que seu inimigo foi vencido (pelo menos por um longo período). No entanto, nada se compara ao relato da guerra que deixou de ser um derramamento de sangre e lágrimas, por algo oposto a um massacre...

            Certa ocasião, quando o rei da Síria havia declarado guerra a Israel, ele suspeitava que um dos seus próprios soldados era espião ou traidor. Toda vez que o exército sírio montava acampamento para atacar Israel inesperadamente (que excelente estratégia de guerra!), eles se frustravam, pois Israel jamais passava por ali. Várias vezes isso acontecia, então o rei da Síria ficou perturbado: “Digam-me quem de vocês está do lado do rei israelita!”. Entretanto, um dos seus servos declarou-lhe a verdade: “o fato é que há um profeta, para os lados de Israel, que declara ao rei deles os segredos de guerra que vossa majestade conta para seus homens de maior confiança. É ele quem alerta ao nosso inimigo a não passar por onde nos instalamos.”. O rei pode apenas dar uma ordem, em um tom severo e cheio de fúria: “Prendam a este profeta! Reúnam nossos melhores soldados, tomem os carros e cavalos, quero a cidade principal deles sitiada ainda hoje!”.

            O rei de Israel nada sabia a respeito, desta vez parecia que todos iriam sucumbir pelas mãos violentas de um inimigo cruel. O sábio profeta estava em uma colina em Dotán, quem sabe instruindo ao seu servo, contando-lhe suas experiências, de como ser amigo d’Aquele que é mais poderoso que mil exércitos de cavaleiros, Ele que é tão maravilhoso, que “nunca narra a história da vida” do mesmo jeito, sempre nos dá um final surpreendente. Repentinamente, escutaram um ruído, que a cada momento se tornava mais alto. Era um barulho que fazia seus corações acelerar, seu sangue gelar, sua alma tremer, não restavam dúvidas – um exército inumerável se aproximava.

        Quantas vezes em nosso dia-a-dia nos deparamos com situações semelhantes ao prenúncio de uma guerra? Pessoas levantam-se contra nós, e a situação parece ser tão complicada, que nos sentimos acuados como prisioneiros de um exército. Há piores momentos que esse? Sabemos que somos inocentes quanto ao fato, mas há falso testemunho a nosso respeito, e o pior, não há como nos defendermos, pois muitos fatores nos impedem, como por exemplo, a controvérsia por sermos como somos, com esta e aquela característica da personalidade, o que nos torna suspeitos em potencial.

Todavia, mais difícil ainda, é quando aqueles que amamos, aos quais somos leais, se voltam contra nós. Mesmo em coisinhas simples do cotidiano. Uma guerra interior pode ser travada quando não conseguimos expressar nossos pensamentos com clareza. Aquela pessoa que pensávamos ser tão íntima, não fala mais a nossa linguagem. Aquele alguém que sempre admiramos, parece sentir-se incomodado ou ferido por sabermos o que sabemos, ou sermos quem somos. Em um relacionamento, o homem ou a mulher pode querer se destacar por uma ou outra qualidade, porém não mais para “impressionar” a pessoa amada, mas para não ficar “por baixo”. Como vencer essa guerra interior, que por fora mais parece guerra de sexos? Voltemos à história... (na próxima semana)
terça-feira, 11 de março de 2014

O amor nem sempre é suficiente

Ao assistir um programa de TV, uma enquete entre os entrevistados me chamou a atenção.

“O que te faz mais feliz, uma carreira de sucesso profissional ou um grande amor?”
É claro que o “grande amor” venceu. Mas você já parou para se perguntar por que esse tal de “grande amor” faz tanta diferença?
Amar é de fato um sentimento divino, é um privilegio amar alguém e ser amado de maneira recíproca.
Às vezes ao ler os textos aqui do site vocês (Que nunca namoraram) podem pensar que é um “conto de fadas” e que com amor tudo vai dar certo. Cuidado! O amor é fundamental, mas não é suficiente. Eu realmente não sei a fórmula ou receita para o seu relacionamento dar certo. Sei, que às vezes por um rancor ou sentimento mau o seu relacionamento pode passar por momentos ruins e tristes.
Mas o que fazer se isso aconteceu?
A primeira coisa: é sem dúvida, orar, entregar nas mãos de Deus. Só Ele sabe o que é melhor para ambos.
A segunda coisa: é algo lógico, mas que eu nem pensei, uma amiga me disse, tentar entender qual é o crescimento que aquela situação vai provocar.
E por fim, a terceira é: esperar!

Pode ter certeza que sei do que falo, e sei o quanto dói esperar quando a ferida está exposta. Mas nunca se esqueça de que existe o tempo de cicatrização e que só o Senhor sabe qual é esse bom tempo em nossas vidas.

Por Isabelly Santos
domingo, 9 de março de 2014

Seu corpo não é mercadoria

Esse texto pode se aplicar a homens também, mas dedico em especial às moças, meninas e mulheres que o lerem. Que o Espírito Santo ajude a entender.

Entender de uma vez por todas que seu corpo não é mercadoria que se pode trocar por um suposto amor de um cara que o pede a você em troca de mais atenção. E você troca um pouco do seu corpo hoje por um pouco mais do tempo dele, outro pedaço de seu corpo amanhã, para ter um pouco mais de carinho. E outra parte de seu corpo você entrega num jogo de palavras ditas e não-ditas em busca de não perder aquilo que nunca foi seu.

Muitas mulheres (cristãs tb =/) vestem roupas cada vez menores e mostram mais do seu corpo, em troca de... mais curtidas no Facebook, mais comentários, mais badalação, mais admiração, mais olhares cobiçosos e elogios passageiros. Ei, seu corpo não é mercadoria.

Malham horas a fio, aperfeiçoam aqui e ali e vendem, vendem seu corpo a capas de revistas, à fama, ao "sucesso". Trocam seu corpo por mais status, poder, riqueza, uma vida "melhor", um namorado da moda, o mais cotado, o empresário, algumas noites de prazer. Quanta coisa seu corpo pode te dar... Não, seu corpo não é mercadoria.

Quem você tem atraído com seu corpo? Ao Espírito que nele queria habitar? Pelo que você o tem oferecido? Seu corpo não, não é mercadoria.

Preocupe-se com coisas que só se podem ganhar com aquilo que um dia se vai perder.

"A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e jóias de ouro ou roupas finas.
Pelo contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranqüilo, o que é de grande valor para Deus." 

Ósculos de amor do Noivo para nós.
Iky Fonseca
quinta-feira, 6 de março de 2014

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons