Archive for Outubro 2014

Às vezes

Às vezes (muitas vezes) esperar não é uma tarefa fácil. Às vezes você até tenta fazer correr a dor num texto, mas as palavras nem sempre são tão amigas. Às vezes você quer escrever, mas tem medo. Às vezes, às vezes e às vezes – se tornam tantas vezes que você queria que às vezes fosse diferente. Às vezes você quer acreditar naquilo que é bom e que lá de dentro lhe diz que vai ficar bem, mas às vezes mesmo o que você queria é simplesmente o que você queria, mas não tem e nem vai ter, mas tudo bem, as coisas não são e nem vão são ser como você quer às vezes. E isso significa que às vezes as coisas podem ser bem melhores do que você imaginou. Às vezes a luta é tão conturbada dentro de si, que dá vontade de desistir, mas neste caso se ninguém venceria, se tornaria só uma guerra fria contra você mesmo. Então, o que fazer? O mesmo que faço todas as vezes. O único refúgio que encontro todas as vezes. A única paz suficiente todas as vezes. O único presente todas as vezes. Eu me escondo. Me escondo em tua presença e invoco o teu abraço, sim, Tu me tomas pelas mão direita e me diz: “Não temas, Eu sou contigo, tu não estás sozinh@, não te assombres, Eu te sustento, Eu te amo e Eu tenho um propósito contigo e  tudo coopera para o teu bem...” E todas as vezes, tua voz me acalma.
Mas agora, assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça. (Isaías 43:1; 41:10)


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

No meu barquinho está...

E essa era uma pergunta que eu me fazia há algum tempo... Quem estava no meu barquinho?

Quem está no SEU barquinho?

Quando nos encontramos em plenitude com o Pai, temos a certeza de que Ele se encontra no barco, mas, e quantas vezes nos sentimos insatisfeitos com a nossa realidade e desacreditamos que Deus pode nos satisfazer e nos preencher e que não existe motivo de insatisfação quando ELE está, simplesmente porque ele É o barquinho.

Navegamos nele e com ele! Sem Ele NADA do que foi feito teria sentido! Não existiria sentido navegar se ELE não for o Porto que queremos ir.

Por isso, muitos de nós (me incluo nessa) se perdem em devaneios e questionamentos sobre a existência de quem deveria ser soberano em nossas vidas. Quando pomos em prova o cuidado de Deus para conosco, estamos entrando em contradição quando dizemos que confiamos nele. Se confia, por que não consegue CRER? Qual é o medo de se entregar?

Os planos de Deus são maiores... MAIORES que os seus! Só Deus faz o que você não pode fazer! Você não faz ideia do que Ele tem pra você, nem do que Ele tem poder pra fazer. Não é porque ele permite que você tenha momentos de aflição que você deve parar de lutar! Estamos em GUERRA!

“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do diabo, pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.” (Efésios 6:11-12)

Se Deus estiver no seu barco, se Ele for o seu barco e permitir que você seja guiado para o porto Jesus de Nazaré... Tudo em sua vida se ajeitará! Haverá perdão, as feridas cicatrizarão, sugirá o arrependimento e a mudança (sim, aquela mudança) que você tanto espera dos outros, estará em VOCÊ.

Persevere, PERSEVERE...

Te dar o meu mundo e entregar os meus dias, como um barco no oceano Tu me leva em tuas mãos! Sou todo teu Senhor, Me alegro ao seu dispor, meu Mestre!

Que esta seja a nossa canção todos os dias!

Com amor em Cristo,

Natasha Zucolotto.

.: E pra quem se interessou belo belíssimo trecho, a música é essa daqui:

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

10 Motivos que lhe prendem àquela história de "amor" Parte II



 Olá! 

 Você ainda não leu a primeira parte? 
 Clique ali:

10 Motivos que lhe prendem àquela história de “amor”

Continuando...

6- Dificuldade em liberar perdão

Esse ponto é bem batido né? Mas muitos de nós estão enganchados nele, ora ou outra, mesmo por momentos curtos nos enganchamos ai. A dificuldade em perdoar nos sufoca. Estados emocionais como o ressentimento, rancor e sentimento de culpa nos alertam para a necessidade de liberar (e pedir perdão) sobre nossas vidas e sobre a vida do outro.
 “Soltai, e soltar-vos-ão.”Lucas 6:37
Decidir querer perdoar pode ser o primeiro passo para momentos de mais satisfação pessoal e liberdade consigo mesmo, com os outros e com Deus.

7- Insegurança

A insegurança como consequência de perguntas sem respostas, ou em processo de maturação sobre nós mesmos, o que queremos, o que gostamos, quais nossos limites, dificuldades, habilidades, sonhos, vivência da fé, se estamos prontos ou não para viver uma nova história com outra pessoa, é um fator que pode nos manter paralisados na área sentimental. “Conhece- te a ti mesmo”, já dizia Sócrates. Somos únicos. O caminho para encontrar- se também é único. É um trilhar, por tempo indeterminado, entre você e o seu Criador em meio aos demais.

Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. Salmos 139:23
8- Permanecer acomodado

Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor. Salmos 31:24
Precisamos fazer tudo o que está ao nosso alcance. Empregar força para ir além do nosso habitual, mesmo que inicialmente seja desconfortável, ou que fiquemos decepcionados com nosso desempenho, precisamos sair do lugar. Pedir a Deus coragem, ânimo, sede de transformação. Planejar pequenas mudanças, cuidado maior com o visual e com a saúde; dar asas aos sonhos de Deus em nós; buscar mais comunhão com o Senhor, no caráter, mentalidade, atitudes, para ter discernimento de quando e como agir diante de cada barreira. Entregar- se ao Senhor de nossas almas para que ele possa ministrar a cura para nossas feridas, seja de modo instantâneo ou processual, de acordo com a vontade de Deus e a fé de cada um de nós.

9- Pouco envolvimento com as pessoas

Precisamos nos envolver com pessoas, criar laços. Deixar que nossa mãe seja mãe e também ser amigo (a) dela; por que não pedir o guarda- chuva do vizinho emprestado? Por que não contar os causos de sua família para os colegas de trabalho? Por que não puxar papo no ponto de ônibus? Como diria o provérbio, assim como o ferro afia o ferro afiamos uns com os outros. #Pv27:17

10- Sonhos adormecidos ou desfeitos

Reavive os sonhos que Deus colocou em seu coração! Eles estão desfeitos? Peça novos sonhos a Deus!Parecem distantes? Lute por eles! Espelhe- se nos bons exemplos. Esmere- se em realizá- los com amor. Dedique- se. Busque a direção de Deus e confie! Concentre- se em agrada- ló. Não somos perfeitos, mas Deus é. Ele agrada- se dos que esperam na sua misericórdia. Sl147:11

Abraços cheios de esperança!

Bárbara Uinan.


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Sobre a saudade - Crombie #fridaysong ♪♥♫


Vem me acompanhar de perto,
E amanhecer chovendo o dia.
No silêncio, na demora,
Quem nunca provou da sua companhia?
Vem na falta que me faz,
No perfume na canção.
Chega assim sem avisar.
Só da trégua quando eu te encontrar.

Até lá,nem quando, nem onde,
Fecho os olhos, suas cores vem.
Desde sempre te ouço dizer,
Tempo assim é de aproveitar também.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Por que para eles dá certo?

"Puxa, mas eu faço tudo certo e parece que pra mim só dá tudo errado. Olha pra ele, nem orou nem nada, está aí feliz da vida". "Ela engravidou antes de casar, mas pelo menos já tem um filhinho, um marido..." "Olha como eles estão felizes no novo apê que compraram para ir morar juntos!"

Talvez você já fez algumas dessas "constatações" ou se questionou sobre coisas semelhantes. "Eles fazem tudo errado, mas parece que para eles as coisas vão tão bem! Pelo menos eles conquistaram seus sonhos! Mas olha pra mim, minha vida parece não sair do lugar!" A questão não é não querer o bem dos outros, mas "Por que pra mim as coisas não dão certo, simplesmente não acontecem?" É difícil quando nos percebemos cercados de dificuldades enquanto as pessoas que seguem suas próprias vontades parecem conseguir tudo tão fácil. 

Um adorador que marcou gerações, Asafe, também passou por essa frustração e questionou a Deus por que os ímpios prosperavam (Sl 73), mas podemos aprender muito com ele.
"Nossa fé enfrentará desafios e ocasionalmente se tornará instável. Asafe tomou duas atitudes chaves que nos ajudam quando enfrentamos dúvidas e frustrações espirituais. Ele não subverteu a fé de outros por palavras irrefletidas (15). Um homem piedoso prioriza o bem-estar de outros e não expõe dúvidas pessoais diante de cada irmão fraco.  Ele foi ao santuário de Deus (17). A solução para o seu problema veio quando ele começou a adorar o Senhor e considerou a grandeza e majestade dele. Alguns tendem a evitar oportunidades de adoração quando tropeçam espiritualmente, mas em momentos de fraqueza precisamos estar com o Senhor e seu povo mais do que nunca." (Estudos da Bíblia)
Buscando ao Senhor, nos regozijamos com a Presença dEle, então entendemos que qualquer renúncia, qualquer dor vale a pena se por amor/obediência a Ele. Qualquer coisa é melhor que se afastar, nem que seja por um passo, de sua vontade. 

Então permita-me lhe fazer uma pergunta: sua mais profunda motivação é alcançar as bençãos ou o amor ao abençoador é que te leva a obedecer (Jo 14.21)? A pergunta se tudo está certo ou errado depende de a quem você que agradar - a Deus ou a si mesmo. Se você escolhe amá-Lo, então te deixo essa mensagem de esperança:

Não inveje os pecadores em seu coração; melhor será que tema sempre ao Senhor. Se agir assim, certamente haverá bom futuro para você, e a sua esperança não falhará. (Provérbios 23.17-18)
Pra terminar nossa reflexão de hoje, trago alguns dos últimos versos do Salmo 73, as conclusões a que chegou o nosso irmão Asafe:

 A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre. [...] para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor DEUS, para anunciar todas as tuas obras. (Sl 73.26-28)

Ósculos santos,

Iky Fonseca
quinta-feira, 16 de outubro de 2014

10 Motivos que lhe prendem àquela história de “amor”

Somos cativados no decorrer de nossas vidas por muitas pessoas. Mas alguns afetos podem tornar- se algemas. Ficamos presos às lembranças e planos, às feridas que a experiência causou, ao tempo investido na relação, ao desejo que as coisas mudem de repente. Por quais motivos? O que fazer? Como deixar ir esse sentimento, essa história que já não tem lhe feito bem, e que tem lhe privado de viver uma nova história plenamente?

Que possíveis motivos podem estar nos mantendo enlaçados a essa gaiola?

1-   Pouco amor por si mesmo (a)

Ás vezes somos capturados por momentos em que tudo o que afirmamos sobre nós são palavras destrutivas que sopraram aos nossos ouvidos no desenrolar da vida, nos levando a uma visão distorcida de quem somos.

Todos somos pedras preciosíssimas que estão sendo lapidadas. Algumas sabem, acreditam e buscam viver vendo a si mesmas e aos outros com amor, como quem está diante de alguém sagrado, independente do que tenham ou façam, e outras não. O olhar de Deus sobre nós é profundamente amoroso; mesmo consciente de nossos vacilos seu AMOR é IMUTÁVEL.(1Jo4:8/Ml3:6)

Escolha acreditar nas coisas maravilhosas que dizem a seu respeito, principalmente, o que o seu Criador diz. Ás vezes escorregamos, faz parte do processo. Vamos em frente com paciência e coragem! Decida erguer seus comportamentos a partir da visão dEle sobre você.

       2- Desconsiderar o quanto você é amado (a)

Somos frutos de um AMOR INCONDICIONAL, independente do amor que nossa família, e demais pessoas demonstrem por nós, fomos planejados por ele. Amor que também revela- se na grandiosidade das criações de Deus, através da vida de Cristo em nós e da convivência com pessoas que procuram viver regidas por ele. À medida que conhecemos mais esse amor, mais percebemos o quanto somos valiosos e mais satisfeitos nos tornamos em como ele nos vê, nos preenche e em quem ele é. 
Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus. #Ef3:17-19

3- Acreditar que ele (a) é o melhor que poderia lhe acontecer

Algumas pessoas marcam nossas vidas, outras simplesmente passam. Bons momentos, vivências que nos transportaram de nossa rotina habitual, sonhos construídos juntos, conquistam um espaço em uma gaveta particular em nossas memórias. Mas, “há tempo de guardar e tempo de lançar fora.” (Ec3:6
Retenha o que foi bom e esforce- se para esvaziar a gaveta e dar espaço a momentos e memórias melhores. O melhor de Deus ainda está por vir, e ele quer o melhor pra você SEMPRE.

4- Acreditar que àquela história foi a melhor que poderia lhe acontecer

Às vezes somos cativados por pessoas levianas, egocêntricas, e nos apegamos não apenas a elas, mas principalmente a história vivenciada. Algo arrebatador, mesmo com desfechos violentos, passa a nos conferir um caráter de exclusividade. Com receio de não mais vivermos algo tão pontual nos apegamos às lembranças e sentimentos despertados. Quebre o ciclo das imagens dessa história que passeiam em sua mente. O hoje será sempre melhor que o ontem. Esteja presente! O melhor de Deus ainda está por vir.

5-      Viver segundo as expectativas do outro

Começar a viver em prol do que o outro esperava ou espera de você, a menos que seja realmente o que você deseja, apenas lhe prenderá a outra pessoa. Abandone as expectativas do outro sobre sua vida.

Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a esse glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém. Efésios 3:20-21
Continua...

Abraços de amor e paz!

Bárbara Uinan. 
quarta-feira, 15 de outubro de 2014

O tempo de Deus - Rose Nascimento #fridaysong ♫♥♪


Quando ouvi a tua voz, tocou meu coração,
Uma emoção tão forte que eu nunca senti
O anseio de minh'alma, ensinou-me a superar,
E me mostrou várias razões pra que eu pudesse esperar
O tempo de Deus na minha vida,
O tempo de Deus pros meus sentimentos,
O tempo de Deus para o milagre,
O tempo de Deus vai se cumprir
O tempo de Deus pras minhas promessas,
O tempo de Deus pra minha cura,
O tempo de Deus pra me exaltar,
O tempo de Deus... eu posso esperar

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Quando a vida vai se esvaindo

A vida da gente passa por momentos diferentes (Eclesiastes 3), alguns deles bastante difíceis. Há
momentos de muitas perdas e parece que junto com elas a vida se vai esvaindo... Como num fluxo.

Vão se as coisas, outras vezes vai-se a saúde, a esperança, a expectativa, a alegria, o ânimo, a fome, a força. É como um vaso rachado, onde tudo que entra logo escapa. E permanece a sensação de vazio e falta, junto com o desânimo de tentar encher-se novamente. 

Em grande fraqueza, uma mulher que viu sua vida esvaindo,  usou seu pequeno resto de força e foi, provavelmente se arrastando. Havia uma multidão que parecia pouco ou nada importar-se com ela e com sua enorme dor. Ninguém sequer a percebia. Alguns até tentaram sará-la, sem sucesso. Juntando seus pedaços, essa mulher estendeu sua mão e tocou, com , na orla do Mestre. 

E logo se lhe secou a fonte do seu sangue. (Marcos 5.29a)

DEle, saiu um virtude que curou não apenas os sintomas, mas secou a fonte do seu sangue. Imagine você, o poder do Senhor indo na fonte da sua dor e estancando-a! Ah, Senhor! Ela não passou despercebida ao Mestre que desejou conhecê-la. Interrompeu seu atendimento a um grande homem da época que estava com um urgência para ouvir e conhecer aquela simples pessoa que fizera sair dEle virtude. Ele quis ouvi-la. Vendo que não podia ocultar-se, declarou porque o tocara e como fora curada. Então Ele lhe deu o que ela já havia perdido há muito: liberou palavras sobre ela que curaram não apenas seu corpo, mas sua alma!

E ele lhe disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz. (Lucas 8.48)

Que hoje você junte suas forças, ainda que muito poucas, e toque na orla daquele que é o mesmo poderoso para secar todo fluxo que tem feito sua vida se esvair. E que você receba dEle ânimo e paz.

Então, pra nos despedirmos, escute mais uma vez essa canção.



Ósculos santos,

Iky Fonseca

A mulher do fluxo de sangue: Lc8.43-48; Mc5.25-34Mt 9:20-22

P.S.: Recomendo mesmo essa pregação do Pr. Lucinho sobre perdas. Me edificou bastante. Daquelas verdades q vc escuta e quer que o coração anote.  ;)



quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Papéis em branco?

Acreditava-se que éramos folhas em branco, prontas para serem escritas a qualquer momento. A sociedade podia nos rotular e dizer quem éramos, começando inclusive por nossos pais, depois era a escola que tinha esse papel importante de formador de opinião. E por último a igreja, aquela que deveria ter o papel de nos religar a Deus (origem etimológica da palavra) .

Hoje, já se é provado que a partir do momento que vamos a escola, buscar alfabetização, não somos mais tabulas rasas, papéis em branco. Mas será mesmo?
Será que as palavras entendidas de forma errada, doutrinas que visam apenas colocar viseiras em nossos olhos não colocam histórias em nossos papéis em branco?

A mídia tem influenciado o nosso cotidiano e não só ela, mas também a tecnologia. Quantas vezes você parou o que estava fazendo simplesmente para verificar uma mensagem no WhatsApp? Quantas vezes aquele trabalho que você tinha para redigir no Word não foi aberto na page do Facebook?

Temos perdido por muitas vezes a capacidade que só deveria ser nossa, a capacidade de escrever a nossa própria história. Hoje se inicia o processo eleitoral no Brasil, não quero saber o seu voto, nem muito menos fazer campanha eleitoreira, mas você já sabe para quem vai votar? E sim, por quê?

Infelizmente não é só nas eleições que as vezes nos deixamos ser levados por opiniões e rabiscos de outras pessoas, muitas vezes começamos um relacionamento novo por incentivo de amigos, e algumas vezes isso causa uma terrível decepção, e estamos sujeitos a vivê-las porque somos homens e frágeis, porém quero dizer que toda decepção causada pela não autoria das suas histórias tem uma solução.

A solução está em justamente deixar que outra pessoa escreva. Cuma?
Existe um momento na vida da gente que paramos de ser 100% autorais e nos tornamos coautores de uma história, e o autor claro, sabe o roteiro exato para ser o maior Best- seller de todos os tempos. O livro mais lido e preferido da sua vida, a sua própria história.

Permita hoje Deus fazer com que sua história deixe de ser uma prosa e torne uma melodiosa poesia que você ler incansavelmente.

   “O amor é poesia. Um amor nascente imunda o mundo de poesia, um amor duradouro irriga de poesia a vida cotidiana, o fim de um amor devolve-nos à prosa.” Edgar Morin


Se pensarmos que esse amor é o próprio Deus entendemos a veracidade das palavras de Morin, e entendemos o sentido exato de viver esse amor todos os dias!   

Por fim deixe essa canção mais uma vez inundar seu ser! 



Um dia cheio de energia e decisão para todos nós,
Isabelly Santos
domingo, 5 de outubro de 2014

De cara na porta II - A volta dos que não foram (pq Deus não deixou!)

Deus é bastante insistente comigo. Quando Ele quer que eu aprenda uma lição, Ele persistente e amavelmente a repete (nem sempre isso é fácil pra mim). Costumo dizer que Ele me persegue e antes que você me chame de herege, entenda que essa perseguição é como de um pastor para com sua ovelhinha que saltitante, como diria minha amiga Tacila Souza, tenta fugir dos pastos verdejantes. Então em cada canto que vou, lá me deparo com a mesma mensagem de novo e de novo. É por sms, FB, textos de blogs, pregação, oportunidade, conversa entre amigos. É assim com vocês?

Bem, recentemente meu bom Pastor tem me falado sobre portas fechadas, como vocês devem lembrar do último texto. Pois sim, o assunto ainda persiste. A novidade simples da semana é essa: Sabe por que as portas que Deus fecha ninguém abre? Porque senão nós tentaríamos abri-las e passar por elas, mesmo sabendo que foi Deus quem fechou. Como diriam os pentecostais, “Eita manto!”



E não é bem assim mesmo? Mesmo sabendo que nEle podemos confiar e que seus pensamento e caminhos são sobremaneira mais excelentes que os nossos, ficamos em nossas teimosias fugindo do propósito do Senhor.

Hermanitos e hermanitas! Se o Senhor fechou a porta é para nos preservar, é por puro zelo e cuidado. Foi assim quando Ele fechou a porta pra Noé (Gn7.16). Então não tenha medo, nem teime! Apenas descanse e se apegue no amoroso cuidado do Senhor que fecha portas que ninguém abre pra gente não fazer mais besteira de nossa vida. Obrigada, Pai!

Ósculos santos,

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

O que vem depois?













Sim, curvas estão no caminho.
Indo de encontro a elas, não sabemos bem o que avistaremos depois:
Surpresas felizes ou dolorosas,
Desafios ou descanso.
Algumas mais difíceis que outras,
As curvas fazem parte do caminho.
Novas circunstâncias nos encorajam a transformações como cristãos.
Na tentativa de adivinhar o que vem depois,
Nos surpreendemos.
Com quem somos, com as oportunidades que a vida nos traz, com o cuidado de Deus, com tristezas e alegrias!
Um dia de cada vez, o Senhor nos chama a prosseguir com coragem!

Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar".Js1:9

Abraços c/ amor e coragem em Cristo,

Bárbara Uinan
quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons