quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Esse texto foi escrito mentalmente há muito tempo, como diria minha amiga Tainan Piantavinha. Mas aprouve que agora ele saísse de meu cérebro pra sua tela, sabe Deus por quê. Pois, ele foi escrito quando eu estava num daqueles momentos que eu achava que estava por cima da carne seca, rsrs, que tinha vencido um sentimento e tava “diboaz”. Não precisou muito para que eu percebesse que não e aquele sentimento voltasse com força total. Me senti péssima. Péssima pela sofrência em si e péssima por estar sentindo-a de novo.

Quem nunca? Tem gente que bebe e logo sente vontade de ligar pro ex. Tem gente que nem bebe e faz isso, rsrs... Às vezes é mágoa, ressentimento, feridas do passado, coisas ou pecados que voltam quando você pensou que já os tinha vencido.

Nesse momento “trágico” da minha vida, o Espírito me lembrou de uma passagem bíblica que gosto muito (até já escrevi sobre ela em outro post): Pedro em alto-mar (Mt14.22-32). Acredito que Pedro e os outros discípulos estavam cansados e com medo no meio daquele vento contrário. Quem não estaria? Aflição, angústias de morte, vários sentimentos ruins misturados.

Eles viram alguém andando sobre as águas, ficaram com mais medo ainda, achando que era um fantasma (26). Mas aí Jesus se identificou para eles e Pedro, ousado todo, desafiou Jesus “- Se é o Senhor mesmo, faz-me andar sobre as águas!” Jesus chamou-o e ele veio (27-29). O cara tava tirando onda literalmente. Imagino aquele mar agitado e Pedro lá se achando. Gabriel Medina (nosso campeão, uh!) sabe de nada inocente perto desse cara.

Só que aí veio um vento... E o vento trouxe de volta o medo para o coração de Pedro. E ele começou a submergir, até pedir socorro ao seu Mestre (30). Talvez você esteja como eu e Pedro. Já estava tirando onda, pensou que tinha vencido todo medo/dor/pecado/sofrência que precisava, mas bastou um vento para lhe trazer de tudo de volta e hoje você se sente submergindo, afogado, sufocado em tanta coisa que você não queria mais.
Pedro nos ensina o segredo: peça ajuda a Ele – mais uma vez. Ele está sobre as águas. Há uma diferença significativa entre o Pedro do barco e o Pedro no meio do mar: agora Jesus está com Ele. E está com você também. Você não precisa ser afogado por tudo isso. Há esperança pra você! Cristo pode te desafogar (31). Foi o que Ele fez comigo. =)

Ósculos com fé,
Iky Fonseca

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons