domingo, 26 de abril de 2015

Oi galera, como vocês estão? Hoje quero falar com vocês de uma das coisas mais importantes que aprendemos com Jesus. Perdoar. Dá um play e confere a canção enquanto lê ao texto! ;)


Quem nunca enfiou o pé na jaca? Ou até mesmo disse, ‘Ah, se arrependimento matasse! ’. Nós sempre fazemos coisas das quais muitas vezes nos arrependemos, olhamos muitas vezes para o passado e não nos reconhecemos... 

Imagino que depois que Pedro, Paulo e muitos outros foram transformados pelo evangelho, olhavam para o seu “Perfil” e não acreditavam no que eles tinham “curtido” no passado. É incrível mesmo quando Deus nos transforma e muda as nossas vestes.

Na última terça, feriado nacional, eu saí com alguns irmãos em Cristo e compartilhamos assuntos que tratamos eventualmente em eventos e textos aqui no site. Lembro-me de uma fala de um dos irmãos que dizia, sobre aquela passagem bíblica que fala a forma como o marido deve amar a esposa, lá em Efésios 5:25-26.

“Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a Igreja, e a si mesmo se entregou por ela. Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água pela palavra”.

Todas as vezes que leio essa palavra observo como o amor de Cristo é realmente grande. Mas infelizmente essa noiva está muitas vezes corrompida no pecado, envolvida com prostituição, dormindo com o adultério, acordando com a mentira, negociando com a soberba, abraçando a falsidade. E sabe qual a única certeza que tenho sobre isso? Haverá perdão para ela e se o arrependimento for verdadeiro ela será purificada pela Palavra.

Agora, vamos refletir. Suponhamos que você, “Varão”, tenha se casado recentemente e que sua mulher não mante um relacionamento de intimidade com você. E se de repente descobrisse que sua esposa está lhe traindo e que ela mente. Você conseguiria perdoar a ela? E purificar, seria mais fácil?

Eu acho que não. Mas Deus a todo tempo consegue nos perdoar, mesmo nós, noiva de Cristo, muitas vezes, não tendo intimidade, traindo e mentindo para Ele. Jamais ao pedir perdão Ele negará, mas estará sempre com os ouvidos abertos para nos perdoar e ainda derramar seu favor imerecido sobre nós, a sua maravilhosa Graça.

Certa vez Jesus estava com os seus discípulos ministrando concelhos e os ensinando. Então, Pedro perguntou a Jesus, “Mestre, quantas vezes o meu irmão pecará contra mim e eu o perdoarei? Até sete? ” E Jesus respondeu: “Não te digo que até sete, mas até setenta vezes sete”. Mateus 18:21-22 (Modificado).

Acho que todos nós sabemos que Jesus sempre gostou de parábolas e de “complicar um pouquinho”, mas eu tenho certeza que Jesus não falou que éramos para perdoarmos APENAS 490 vezes. Ele quis nos mostrar que sempre devemos perdoar, porque Ele sempre nos perdoa. 

O perdão, assim como o amor, é um dom espiritual. Quer tê-lo? Busque em Deus, guarde seu coração no Senhor e mais do que isso experimente os frutos do espirito (Gálatas 5:22) no seu dia a dia. 

Quando um amigo vier pela a milésima vez contando o mesmo problema, respira fundo e converse mais uma vez e ore. Peça a Deus sabedoria e discernimento. Esteja sempre aberto a perdoar e assim como Jesus orou lá em Mateus 6:12, “ Perdoa- nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores”. Devemos orar e “perdoar”, na verdade, prefiro o termo liberar o perdão, já que quem perdoa a todos nós, é Deus que derramou a sua infinita redenção através da morte do Cristo ressurreto. O cordeiro Santo que tira o pecado do mundo.

Na dúvida respira fundo e conte até dez,rs. Até a próxima, fiquem na paz,   
Isabelly Santos      

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons