Archive for Setembro 2015

Relacionamentos de areia

Você já fez um castelo de areia? Espero que tenha tido infância! É uma sensação muito boa.. Você pensa em estratégias pra incrementá- lo, vai ajeitando pra ficar bonitinho. Temos a sensação de poder fazer algo "mágico" com facilidade (verdade que alguns demoravam bastante, o trabalho era árduo, mas nada que levasse dias)!

Apois, as ondas vinham e só ficava uma fotografia (ainda não existiam selfs) mental com o castelo estampado. Desmanchava- se em poucos instantes. Ficava triste, mas como diz Mario Quintana, "eles passarão, eu passarinho!". Embora alguns exigissem muito empenho, não eram necessárias tantas renúncias, disciplina diária, domínio próprio e equilíbrio emocional, como as grandes construções. Mas, era um passatempo animador!
Mas aí, um dia a gente cresce, e percebemos a necessidade de construir uma tenda, uma casinha de sapê, um palacete, ou um puxadinho que seja, junto com um relacionamento sólido, deixar pra atrás os relacionamnetos de areia.

Como os grãos de areia não sustentam os castelos, nossas relações não se mantém apenas por nossos sentimentos; do mesmo modo no relacionamento com Deus. Precisamos investir em bloco, cimento..., entender o que é essencial pra concretizar algo e por em prática. Você já sabe o que precisa fazer? O que precisa de mais atenção e cuidado em seus dias, ainda que suas emoções não estejam colaborando no momento? Cuidar mais de si?  Do outro? Aprumar as velas da disciplina? Orar mais? Conversar com alguém? Cantarolar? Ter mais momentos de lazer? Rir sobre o futuro? Empenhar- se?

E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade. Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha;
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia;
Mateus 7:24-26
É permitir desmanchar- se pelas ondas do Espírito de Deus. Um pouco mais de morte e vida todos os dias. Abrir mão dos preconceitos sobre os seres que somos, já solidificados em nossos corações, pra um novo ser (em Cristo) sempre.


Bárbara Uinan
quarta-feira, 30 de setembro de 2015

A dor de dizer adeus

Nossa vida é cheia de até logo, tchau, adeus.
Mas em todas essas palavras sabemos que ficará uma coisa chamada saudade.
É gostoso sentir a falta de alguém que você ama.
A distância é boa e ás vezes ela até aproxima.
Esse é o até breve.
A saudade se manifesta também no período de férias do trabalho/faculdade e esse é um tchau constante.
Mas o adeus é uma saudade que dói,
Ás vezes é um amor que não volta,
Ás vezes o pai que já se foi,
E em outras situações é um filho que não volta mais.
Entre essas modalidades de se despedir entenda que todas são necessárias em algum momento das nossas vidas.
E que nenhuma delas dura para sempre, toda dor é por enquanto.
 Good Bye,

Isabelly Santos

domingo, 27 de setembro de 2015

Unfailing love - Jimmy Needham #fridaysong ♫♥

Vamos de internacional hoje... Música linda, batida gostosa, na cadência de um amor que caminha para um sonho maior. Play it!


Você é minha alegria preciosa, insondável, inimaginável
E você é extremamente empolgante e abundantemente mais do que eu poderia pedir
Com sua mão na minha vamos passar através do tempo e espaço
E cada segundo, cada minuto, a cada hora de cada dia eu vou dizer

Meu amor infalível por você não vai ser movido
Por você não vai ser movido
Meu amor infalível por você
E ainda que os montes sejam abalados
E os outeiros serão removidos
Meu amor ainda será infalível

Ele conta a história de um Rei que vem em glória e Ele é
E este mesmo Homem quem arquitetou este plano uniu os nossos com os dEle
E assim de mãos dadas vamos caminhar com Ele, para que nós dois nos tornemos um
E todas as promessas que Ele nos promete, Ele promete que nunca serão desfeitas

Meu amor infalível por você não vai ser movido
Por você não vai ser movido
Meu amor infalível por você
E ainda que os montes sejam abalados
E os outeiros serão removidos
Meu amor ainda será infalível

Seja minha esposa
Meu amor infalível por você não vai ser movido
Por você não vai ser movido
Meu amor infalível por você
E ainda que os montes sejam abalados
E os outeiros sejam removidos

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Relaxa, coração

Queria não ser mais criança
E não estar tão enjoada de mim mesma
Parar de fazer as coisas que não quero
Reiterado dilema de Paulo
Sempre ressuscitado em mim.
Queria deixar de ser tola
Nunca deixar de ser a boba feliz.
Queria parecer menos comigo
Refletir meu eterno amigo
Repetir o que Ele me diz.
Confiar no que Ele me diz.
Suas palavras tão seguras
Para desconsertar minha insegurança,
Firmeza de rocha
Sempre na lembrança
Duma esperança que não é fugaz.
Queria parar de esperar
Pois o que tem que chegar vem
E sem ansiedade, meu bem,
Parece que é mais depressa
Só que esse coração tropeça
Ô bichinho teimoso
Enganoso...
Cala-te um pouco e só recorda
Das palavras que te alimentam de manhã
Do sossego que elas te trazem à tarde
Rumina-as ao longo do dia.
Relaxa, coração,
Relaxa no teu Criador






Ósculos em versos,
quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Simplificando


É que ás vezes a gente quer ser grande em umas coisas, quando a felicidade estar em ser pequeno.
Em outras, queremos ser pequenos, quando a felicidade estar em ver o que é verdadeiramente grande na gente e arriscar ir além.

Ás vezes a gente acha que seremos felizes quando tivermos o nosso próprio poço, quando  no momento só precisamos pegar um copo de água pra agradar a Jesus e estarmos satisfeitos com ele. Como a samaritana de João cap;4. Jo 4:7-14

A gente também acredita que o complicado é mais interessante para se conquistar na vida, e que as coisas simples não são excelentes, ou não precisam ser feitas com esmero- parafraseando minha mãe.

O céu, o mar e tudo o que Deus criou é tão maravilhoso, mas a gente se acostumou. Às vezes a gente se acostuma com a gente e com o outro e com o que Deus fez e faz e de repente as coisas perdem a graça só porque virou costumeiro, mas não perdeu o valor real por isso.

A gente deixa de viver feliz porque a gente só vê o que é comum em nós mesmos, ou porque a gente quer complicar pra não ser tão comum.

A gente acha que sabe fazer algumas coisas e por pensar que sabe não pedimos ajuda, não que a gente não saiba nada daquilo, mas a gente também não sabe tudo sobre.

A gente quer uma vida cheia de emoções e por isso ás vezes a gente deixa que elas conduzam o nosso dia, e digam se estamos felizes ou não. Quando achamos que não estamos felizes, a gente tende a achar que a vida não vale tão a pena, quando verdadeiramente Jesus morreu por nós pra que tenhamos uma vida de comunhão eterna com ele. 

Podemos estar tristes às vezes e ainda assim sermos pessoas felizes. A tristeza pode chegar, ficar um pouco- mas nada de montar acampamento pra ela!

A gente pode fazer coisas grandes. A gente pode viver momentos estrondosamente felizes, a gente pode todas as coisas naquele que nos fortalece, até mesmo sermos felizes nas coisas da nossa rotina rotineira em comunhão com o Pai.

Uinan



quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Não sei se tu me amas, pra que tu me seduz?

Paz do Senhor, pessoas, tudo bem? Hoje vamos conversar sobre um assunto hard, uma palavra de confronto pra todos nós, que escrevo com temor. #PartiuTessalonicenses

Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra, não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus; ninguém ILUDA ou DEFRAUDE nisso a seu irmão, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos. Porque Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação. Portanto, quem rejeita isso não rejeita ao homem, mas sim a Deus, que vos dá o seu Espírito Santo. 1Ts4.3-8

A defraudação é uma prática mais comum do que se pensa, muitas vezes aceita porque passa despercebida, mas não ao Senhor. Das muitas formas de defraudação que poderíamos abordar a partir deste texto, vamos focar nesta hoje: quando você alimenta esperanças de alguém sem ter uma real intenção de ficar com aquela pessoa.

É fato que faz bem para nosso ego ter alguém interessado na gente. Saber que estamos solteiros por opção e não por falta de opção alivia um pouco da tensão desta fase. O problema é que muitas pessoas se aproveitam dos sentimentos dos outros de várias formas: iludem com joguinhos de sedução, olhares, brincadeirinhas, conversas alimentadas nas redes sociais da vida... “Apenas” mantendo um vínculo que sabem que não vai progredir. Por quê? Pelo prazer e vantagens que isso pode trazer, pela sensação de domínio do outro, para gozar de favores, presentes, saidinhas etc. etc.

Então o que fazer? Lembro de uma vez que tinha uma pessoa linda e muito especial interessada em mim. Embora nunca tivesse declarado abertamente, ele também não fazia questão de esconder. Seria ótimo, se eu não gostasse de outra pessoa naquela época, então eu “dei um gelo”, não tratava mal, mas me afastei um pouco. Ele percebeu, seguiu seu caminho e depois acabou se envolvendo com alguém que realmente gostava dele. Se no seu caso, a pessoa falou claramente das intenções dela com você, é ainda mais fácil: seja sincer@ também (não rude, o mundo dá voltas...).

A defraudação é egoísta e injusta, além de ser um mau uso do vaso que somos. Cuidado, Deus é o vingador de todas essas coisas.

Sem terrorismo, com desejo de santificação para nós e ósculos fraternais,


P.S.: Demonstrar que está interessado por alguém se de fato você está não é defraudação. Isso é importante! (Falamos um pouco sobre isso aqui.)
quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Quando a torcida atrapalha



Todos estavam eufóricos. Sem se importarem se o sol estava de rachar o coco, a gaiatice era garantida. Time quase completo, hora de aquecer. A empolgação chamou os olhares das pessoas por ali. A gente gosta de acompanhar, de torcer. Traz inspiração.

Tudo ia bem. Mas de repente o jogo ficou truncado, os passes começaram a sair errados, os ânimos de alguns se exaltaram, de outros murcharam. Não foi uma partida de 7x1, como a do Brasil contra a Alemanha, mas também, já não estava tão interessante assistir.

A torcida mudou. Os olhares vidrados de entusiasmo, foram se convertendo em “narizes torcidos”, expressões de tédio e impaciência. Parte da plateia ria e zombava dos lances mal feitos. Tinha também os que se levantavam e saiam. De um estranho modo as coisas foram se invertendo. A platéia passou a conduzir o jogo. Os jogadores pareciam tristes e chateados com as reações da torcida. Onde foi parar o incentivo do início?


Que viagem, as torcidas! Gosto de torcer e contar com o apoio dos meus. Existem mesmo torcidas fiéis. Que se entristecem e choram junto. Que tentam caçar estratégias intergaláticas. Que ajudam olhando de fora os lances precipitados e clamam do fundo do fundo da alma tentando a todo custo participar e incentivar um lance bem trabalhado, nas áreas do coração também.

Mas existem aquelas que apenas querem assistir o jogo, sem compromisso com seu time. Querem só passar o tempo, se divertirem, comentando a toa de boa. Essas, se os “jogadores” não estiverem seguros do significado da camisa que estão vestindo, dos direcionamentos, correções e palavras de ânimo do Técnico, podem influenciar negativamente no resultado final do placar- 7x1 pra torcida (que estava vestindo a mesma camisa que você- afinal a torcida do time adversário já está bem definida!)

Acredito que ninguém deixa de ir pra o baba, porque não vai ter torcida. Também se ninguém quiser torcer a favor, fique atento, talvez seja melhor nem entrar em campo, converse com o Técnico e seus auxiliares confiáveis. No entanto, uma torcida aliançada ajuda muito! Eles também podem falhar- o que não significa que não te amem e torçam por suas vitórias.

Sejam prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas. Mt10:16

Na torcida,


Bárbara Uinan
quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Todos necessitam de reparos

Preciso contar pra vcs que estou apaixonada... pelo filme Frozen. Gente, achei que odiaria, pq não faz muito sentido pra mim pessoas começarem a cantar e dançar do nada, mas me supreendeu. A aventura congelante traz umas ideias bem legais, principalmente sobre relacionamentos. Quero chamar atenção para esta: todos necessitam de uns reparos! Topa assistir um pedacinho comigo?


Ok. Vou tentar controlar a fofura (que não tenho, mas adquiri por osmose com este filme) e falar sério. Não é mesmo que todos precisam de uns reparos? O galã Kristoff tem algumas características não tão galantes assim. Talvez o boyunção que está te varoando também não (provavelmente não), e se você ainda não descobriu, se prepare! Pode ser um jeito esquisito de andar, uma mania estranha ou estilo meio sem estilo...

Ah, mas ela também precisa de uns reparos, não é, cara? Tipo, ela não sabe cozinhar (ops, isso está ficando pessoal, vamos pra outra), ela é meio desastrada (continua pessoal, outra) ou é meio desligada às vezes (ok, desisto. Eu preciso de mts reparos).

A verdade é que todos precisam de uns reparos nos defeitos que tem. Todos, sem exceção! Então não desanime. Não vai desistir de alguém só pq a pessoa não é perfeita, afinal você também não é, verdade? O segredo é muito simples, como dizem os especialistas em amor:

Ele precisa de uns reparos,
Mas ouça, por favor,
Você pode consertá-lo
Com um pouquinho de amor... <3
Não que dizer que vai mudá-lo,
Porque não vai acontecer,
Mas conte com o poder do amor
Que pode supreender!
O medo faz escolhas
Onde o risco é menor,
Mas põe um pouco de amor
E vai ter o melhor.
O amor traz o melhor!
Todos necessitam de uns reparos,
Essa é a questão:
Pai, irmã, irmão,
A gente cresce,
Vai melhorando em união.
Todos necessitam de uns reparos,
Mas seja como for,
O único jeito de dar jeito no sujeito
É com o jeito do amor <3 <3 <3

Hoje eu não vou deixar ósculos, vou deixar abraços quentinhos,


P.S.: Que venha Frozen 2 ^_^ #ikyfofa #coisarara #MeSentindoFofurizada
P.S.2 (hahaha): Sim, eu só assisti Frozen agora o.O
quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Escolhas

Poderíamos dizer que era a soneca da tarde, coisa rotineira. Não exatamente coisa de baiano, mas de gente que gosta de cochilar. Foi apenas num pestanejar, que o sono tomou conta. Horas a fio se passaram, e lá se foi a vida. Somado aos estudos juntaram-se os cursos perdidos; empregos, amizades, projetos, tudo descendo ladeira abaixo em uma grande bola de neve. (E, a Elza não teve nada com isso!)

Ao lado, na casa do vizinho, o cenário era bem parecido. No entanto, ele não estava cochilando. Deixou os estudos, possíveis cursos, familiares, projetos e resolveu descer a ladeira deliberadamente. Mudou de direção. Nem sempre a gente entende os porquês, sem saber as entrelinhas e a direção do olhar. Não se pôde sondar os porquês. E, muita gente não entendeu bem.

Do outro lado, também por livre arbítrio, decidiu- se investir em tudo o que os vizinhos resolveram deixar, cada qual ao seu modo. Muita gente entendia, outras não. São escolhas.

Outro ainda, não pôde escolher. Houve uma reviravolta, e o cenário foi mudado.

As escolhas vão até certo ponto. As “não- escolhas”, talvez até as linhas dos mares. A gente não escolhe muita coisa, mas muita coisa a gente escolhe.


A todo momento precisamos fazer escolhas. Deixar de escolher, também é uma escolha.

O Pai quer nos dar sabedoria, para que nossas escolhas sejam segundo os seus bons propósitos para a nossa vida, singularmente e em família, propósitos individuais e outros comuns a toda a família de Deus,  e não apenas segundo os nossos sonhos.
se procurar a sabedoria como se procura a prata e buscá-la como quem busca um tesouro escondido, então você entenderá o que é temer ao Senhor e achará o conhecimento de Deus. Pois o Senhor é quem dá sabedoria; de sua boca procedem o conhecimento e o discernimento. Pv 2:4-6
Continue em oração,


Bárbara Uinan
quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Daniel Salles - Primeiro amor #fridaysong ♫♥

Sexta é dia de ficar mais romântic@ <3  ♫ <3 ♫ <3 ♫ <3 ♫ <3




Eu não cruzei muitos caminhos para poder te encontrar
Eu não vivi outras histórias de amor assim
E na memória nem sequer me lembro de outro alguém
Você estava no começo e vai estar no fim
Entenda que eu já não sei como caminhar
sem ouvir o som da sua voz
E eu finalmente vou entender
por que que Deus fez uma só estrada para nós

Sem você, Meu mundo é tão sem graça e tudo é pura solidão
Sem você eu ando num vazio,
num silêncio que destrói o coração
Mas se tenho você estou bem
Eu não cruzei muitos caminhos para poder te encontrar
Eu não vivi outras histórias de amor assim
E na memória nem sequer me lembro de outro alguém
Você estava no começo e vai estar no fim...

Só uma ressalva: não precisa ficar no vazio... Deixa Jesus preencher você ;)
sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Conjugar O verbo

Paz, pessoas! Hoje vamos conversar sobre conjugação de verbo - não qualquer um: O verbo. Sei que vc é espert@ e já sabe - o verbo Amar <3. Verbo de ação, quase sempre transitivo, requer um objeto. E o objeto escolhido hoje é o escolhido (ou a escolhida), o tal "amor de sua vida".

Quando vamos conjugar um verbo temos que considerar algumas coisas:

Pessoa: "Nós vai" é a certeza de que alguém vai sozinho nessa história, né? Chega incomoda os corretores ortográficos vivos de plantão (tipo eu, embora tb erre :/). Quando se trata da conjugação do verbo amar, é necessário prestar bastante atenção à pessoa que tá conjugando (vale à pena?) e observar se você está conjugando o verbo no singular (é um problema quando só "Eu amo") ou se alguém está conjugando com vc ("Nós amamos") - "nós amo" é um conjugação incorreta, vai dar tudo errado!


Tempo: não basta ser só a pessoa certa, tem que ser no tempo certo (Ec 3), se não o Mestre do Amor vai te dar um zero. Se o Supremo Professor falou que o verbo é pra ser conjugado no futuro, segura sua onda - Tu amarás, vocês se amarão. Não adianta vir com "Nós nos amamos tanto!" - tempo errado, escolha errada. O mesmo vale se Ele orientou você a deixar conjugado no passado e você quer conjugar no presente: "Mas eu ainda amo...". Esquece, sai dessa sofrência. O Mestre quem dá as questões e nós precisamos ser aprovados!

Modo: indicativo, subjuntivo, imperativo - não adianta ter a pessoa certa e o tempo certo, se vocês conjugarem o amor do modo errado. O Orientador sempre indica o modo que Ele quer que conjuguemos e nisto Ele é imperativo - amem ao seu próximo como a si mesmos e "vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível." (Efésios 5:25-27) Amar é um verbo que se conjuga de um modo santo, puro, segundo o exemplo do próprio Amor.

Para terminarmos não podemos esquecer a conjugação: 1ª (ar), 2ª (er ou or), 3ª (ir). Conjugação significa junção, ligação e como já deu pra ver, vem de conjugar, que quer dizer, combinar, conciliar, flexionar, prender-se ao mesmo jugo. Nem preciso dizer mais nada, né?

E aí, pront@ para conjugar o verbo amar?

Eu te osculo, tu me osculas, todos se osculam,
Iky Fonseca


Té semana que vem se Deus permitir. =D
quinta-feira, 3 de setembro de 2015

E quem disse que você precisa ser magra?

Ela é linda, tem sorriso brilhante, olhos expressivos e lábios de boneca. Interessante, sabe conversar, engraçada e outras mil qualidades. Mas quando ela sobe na balança e vê o painel marcando um peso que não é o que a sociedade/mídia julga como aceitável, tudo que ela tem de bom cai no mar do esquecimento e o foco passa a ser os quilos que ela "precisa perder".



Ela sonha em casar na igreja mas, tem medo de parecer um "colchão amarrado".
Ela deixou de se divertir na praia por achar que as pessoas não iam gostar de vê-la de biquíni.
Ela não participa da coreografia da igreja porque ela acha que isso é coisa de "gente magra" e que "gorda" não dança bem.
Ela nunca gostou de academia. Não porque ela não quisesse fazer mas, pelo jeito que as pessoas a tratavam quando ela ia.
Ela já perdeu as contas de quantas dietas malucas ela já fez, só pra se padronizar.
Ela já saiu de uma loja chorando porque se sentiu "gorda" demais pra vestir o que ela achava bonito.
Ela já chorou porque comparavam ela com as amigas da escola que eram "magras de ruim".
Ela já se escondeu e sempre quis ficar nos cantos das salas de aula pra ninguém a ver, porque ela se achava "gorda demais".
Ela se achava muito feia. Eu sou gorda - pensava- não posso ser bonita.
Ela achava que nunca iriam gostar dela. Se achava gorda demais pra merecer tanto.
Ela precisa estar magra pra estar de fato feliz.

E deixa eu contar a maior verdade pra vocês: ela é linda mesmo. Ela não percebe os olhares quando ela passa, porque ela está ocupada demais com defeitos sem importância, ela mau sabe que aquela amiga magrela dela sonha em ter as coxas dela. Ela não se deu conta de quanto ela estava ganhando por não ser magra. Agora ela se dá.

Não há nada de errado em querer cuidar do seu corpo, ou se sentir insatisfeita com  o que quer que seja no seu corpo, o que não se pode é condicionar a sua felicidade a isso.
E não esquece,

"Você é toda linda minha querida, em ti não há defeito algum." (Cantares 4:7)

Natasha Zucolotto. 
terça-feira, 1 de setembro de 2015

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons