quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Queria não ser mais criança
E não estar tão enjoada de mim mesma
Parar de fazer as coisas que não quero
Reiterado dilema de Paulo
Sempre ressuscitado em mim.
Queria deixar de ser tola
Nunca deixar de ser a boba feliz.
Queria parecer menos comigo
Refletir meu eterno amigo
Repetir o que Ele me diz.
Confiar no que Ele me diz.
Suas palavras tão seguras
Para desconsertar minha insegurança,
Firmeza de rocha
Sempre na lembrança
Duma esperança que não é fugaz.
Queria parar de esperar
Pois o que tem que chegar vem
E sem ansiedade, meu bem,
Parece que é mais depressa
Só que esse coração tropeça
Ô bichinho teimoso
Enganoso...
Cala-te um pouco e só recorda
Das palavras que te alimentam de manhã
Do sossego que elas te trazem à tarde
Rumina-as ao longo do dia.
Relaxa, coração,
Relaxa no teu Criador






Ósculos em versos,

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons