Archive for Dezembro 2015

Gratidão que transcende




O que você  tem a agradecer?
Normalmente todo ano no mês de dezembro, eu fico bastante reflexiva. Não só por eu estar encerrando mais um ciclo de minha vida, mas também por tantas coisas que me aconteceram no decorrer do ano... fazer aquele velho balanço não faz nada mal,rs.
Não  acredito que esse ano que passou pra você tenha sido de todo ruim, até  porque assim como eu ja falei por aqui pra vocês em outros textos, TODAS as coisas cooperam para o nosso bem! Sendo assim, temos que agradecer por esses acontecimentos, eles são importantes para o nosso crescimento espiritual. O que nos causa dor, alivia a outro no futuro.

Esse ano de 2015 pra mim, por exemplo, foi bastante desafiador e intenso no meu relacionamento com o Senhor, pude buscar e me envolver mais na obra e nos ministérios que ele me deu. Tiveram desafios e questões a serem vencidas, momentos de solidão e de angústia mas, que eu jamais poderia deixar de agradecer a Deus pela sua infinita provisão. Por me mostrar que nunca era tarde pra se sonhar e colocar a criatividade ao dispor de quem me concedeu.
Tive o privilégio de encontrar e de reencontrar pessoas maravilhosas, que marcarão minha vida pra sempre.
Foi um ano de vencer obstáculos e voar mais alto, superar a timidez e a baixa auto-estima, e se dar mais uma chance pra aspectos aos quais eu ja havia criado uma muralha ao invés de pontes de acesso (quem esteve em minha oficina no #work5 vai captar, kkkk).

As coisas estão perfeitas? Te digo que não. Mas com certeza, me sinto agraciada pela vida e pelas coisas que me aconteceram. A gratidão que sinto pelo que Jesus tem feito por mim transcende qualquer coisa ruim que possa ter acontecido.
Posso andar, posso respirar, posso correr, comer,posso viver sem ajuda de aparelhos, posso abraçar minha familia, amigos e quem mais quiser, posso louvar ao Senhor livremente, posso, posso todas as coisas naquEle que me fortalece.

Graças a Deus mais um ano se finda, e eu te pergunto: E se... Você acordasse amanhã apenas com o que agracedeu hoje?

E você? O que tem a agradecer?



Ósculos gratos por 2015,

Natasha Zucolotto.
terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Uma coisa sobre o Natal

Há muito questionamento sobre o Natal, a origem da festa e seus símbolos e blá blá blá. Eu não quero falar disso hoje. Acho que amanhã tb não vou querer, mas isso não vem ao caso rsrsrrs... Mas tem uma coisa que eu acho mt legal no Natal:a onda de solidariedade que ele movimenta.

Penso pra mim que isto tem muito a ver com o (suposto?) aniversariante do dia. Se há uma característica que nem os ateus podem negar em Jesus é sua solidariedade. Toda a sua vida foi em serviço dos outros, principalmente dos marginais da sociedade. Ele amou as mulheres cujo valor não era reconhecido como de um humano, ele visitou e curou enfermos, enxugou lágrimas de mães, alimentou famintos, prosperou o trabalhador. Ele realmente fez o bem.

Mas Ele fez isso também para nos deixar um exemplo, um exemplo perfeito e também uma ordem. Solidariedade, caridade, amor pra Deus não é uma opção, é um critério de seleção para o Reino (Mt 25:31-46).

A ideia da solidariedade está em toda a Escritura, desde Jó 31), que segundo os teólogos foi provavelmente o primeiro livro a ser escrito, nos profetas (uma das queixas de Deus contra Israel Am 2; Ml 3.5), nos livros de sabedoria (Pv 31.8,9), no Novo Testamento. A coisa é tão séria que a injustiça foi a causa de Deus destruir uma cidade:
Eis que esta foi a iniquidade de Sodoma, tua irmã: Soberba, fartura de pão, e próspera ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca fortaleceu a mão do pobre e do necessitado. (Ez 16.49)
Sim, pasmem! Esta foi a iniquidade de Sodoma e não o pecado sexual, como eu sempre pensei. Então concluo o texto de hoje semeando no coração de vocês este desejo de solidariedade, não apenas este natal, mas todos os dias. Que seja algo espontâneo em seu coração, gerado pelo amor que você bebe do próprio Deus, pois só assim faz sentido.

Este é o meu desejo para mim, para você e para igreja de Cristo em 2016, que despertemos para esta causa. Ainda há grandes coisas que podemos fazer, mas que comecemos já com as pequenas, mudando realidades nem que seja por um dia, por um almoço, um abraço, um brinquedo, um reconhecimento e valorização de que aquela pessoa que muitas vezes a gente nem viu era e é um ser humano – pelo qual Jesus nasceu e morreu.

Ósculos de Natal (au au au au rsrsrs)!!!!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Juntamente com todos



Escrevo e não vejo suas reações . Expressões, ritmo, músicas ai, risos, nada.  Somente Deus, eu e as palavras. É maravilhoso ser um (com Ele)Perceber a singularidade que existe no “eu”, e que está grudada no coletivo, em ser humanidade. Na forma estrondosamente sutil que Deus nos criou- únicos e interdependentes uns dos outros, aos seus cuidados.

A interação, os relacionamentos, as parcerias são por demais necessários não apenas para nossa vida psicossocial, como, também, principalmente, espiritual- relações que podem nos trazer vida ou morte. Juntos (como corpo de Cristo,  igreja  além das paredes ) nos edificamos, consolamos, confrontamos, servimos; somos tratados, moldados, espelhados, convencidos pelo Espírito de nossos pecados e mazelas; somos renovados, curados, aperfeiçoados. Rimos, choramos, cantamos, adoramos, nos embelezamos, amamos e somos amados.



Relacionamentos santos (direcionados pelo Espírito e pela palavra de Deus) nos levam a compreender mais do amor dele. A sermos plenos, gratos, satisfeitos na alma.


(...) oro para que vocês, arraigados e alicerçados em amor, possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus. Efésios 3:17-19 

Inteh,
Bárbara
quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

TEU PASSADO NÃO TE CONDENA!



Olá pessoal, como vão vocês? hoje eu quero tratar de um assunto que Deus tem me incomodado a escrever e espero que você que esta lendo esse texto, tenha a resposta que tanto busca. Ou pelo menos um norte para seguir.
Me dói perceber que existem pessoas que mesmo sabendo que foram salvas pela graça por meio da fé, e que isso não vem de nós (pessoas sujas), porque é mérito de Cristo, quando no verdadeiro ato de amor  se sacrificou pra que hoje pudessem viver em abundancia, e que a partir desse momento, Deus passou uma super borracha no seu papel rabiscado e manchado de coisas vergonhosas, te deixando mais limpinho que a neve. Ainda assim, se condena. 

Eu quero que você saiba que você não é o seu juíz, nem é você que escolhe a sentença que você merece.
A tua (e a minha) sentença era a morte, a morte de cruz. Mas teve um advogado (o melhor) que entrou em seu favor e você foi absolvido! Aleluia! O Senhor não te condena mais! Sobre ti ele exerceu o seu perdão! Vá em PAZ, agora você é LIVRE! Onde existia o pecado agora transborda a graça de Deus! Se  fossem em gotas já te bastariam, mas é um mar! Então mergulhe! 
Se perdoe, não tente matar a sua sede em fontes de mágoa! Ele sacia a tua sede e a tua fome.
A única coisa que Ele quer é você. Você por inteiro. Despido e disponível ao que agir dEle.
Ele quer te usar, Ele quer alcançar a sua família através de você. Ele quer que você seja a luz que diminua a escuridão na vida de quem você custa a perdoar. Não tenha reservas em perdoar, Jesus que sem pecado algum, o único que poderia não te perdoar, assim o fez... Porque você, tão pecador quanto seu semelhante, não o perdoa?

Deixe-se fluir, liberte-se dessas amarras.
Ah! E se por um acaso, satanás vier te lembrar do seu passado, responda: Comigo não satanás! Eu não moro mais lá!


Orando por você e por sua liberdade,



Natasha Zucolotto.


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Meu lar que ainda não é meu


Em um mundo tão comprometido com o externo
sinto falta do eterno.
Sempre senti falta de pertencer
a alguém ou a algum lugar.
Até eu descobrir o que é amar.
Amar é se entregar,é dar a vida por completo,
é acreditar no incerto,
por fé,não por vista.
Mesmo não enxergando, insista.
Um dia você chega lá.
Um dia você chega ao lar.
Onde não se sentirá deslocado.
Onde sentirá o cuidado,
de quem criou o verbo Amar.

Presente  de Janine Ângelo
segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Liberdade?

Uma cena que todos nós já passamos é o primeiro dia de aula. Aquela sensação de não conhecer ninguém, uma sensação de desconforto, uma falta de intimidade com os colegas. Ficamos armados, presos em nós mesmos. Coisa é poder ter liberdade...

“Liberdade significa o direito de agir segundo o seu livre arbítrio, de acordo com a própria vontade, desde que não prejudique outra pessoa, é a sensação de estar livre e não depender de ninguém. Liberdade é também um conjunto de ideias liberais e dos direitos de cada cidadão.”

Podemos ver que o direito a liberdade está condicionada ao outro. Ser livre é uma condicional, você pode agir com livre arbítrio, se isso não prejudicar outra pessoa. Isso tem muito a ver com relacionamento e quando tratamos de um namoro/noivado/casamento essa palavra (liberdade), se torna muito importante. Precisamos ter liberdade com nosso parceir@, um relacionamento sem liberdade é frio e sem graça. Poder conversar sobre tudo e sempre é uma grande qualidade.

Depois de um tempo de relacionamento dificilmente vamos ter problemas de liberdade na relação. Já conhecemos o caráter da pessoa, ás vezes descobrimos até o pensamento do outro. Isso é bom, entender que a unificação (1+1=1) do indivíduo é gradativa e começa no namoro. Mas essa liberdade pode ocasionar outro problema, que é mais impactante em casais cristãos, a libertinagem. Que segundo o dicionário é:

“Libertinagem é o uso da liberdade sem o bom senso, parece liberdade, mas é ao contrário por auto se contrariar.”

Duas palavras tão parecidas, mas que na verdade são verdadeiros opostos e que podem muitas vezes se confundir no contexto do relacionamento, levando para o lado sexual e acabando com a santidade de relacionamento.

Você deve ter liberdade para conhecer o outro, mas da maneira que outro permite, porque ao contrário, essa liberdade é vã e não passa de libertinagem. E não vá com o papinho de, “você não vai ser meu espos@ mesmo?!” Seja mais autêntico ora essa! A porta continua estreita, sei que muitas vezes o amor pelo espírito e desejo por permanecer firme parecem pouco diante dos prazeres, mas peça a Deus que  para a chama não se apague e que o temor seja presente na sua vida!


Ouça essa canção e reflita:


Um abraço a todos, lembrando que é tempo de mudança,
Isabelly Santos
domingo, 6 de dezembro de 2015

Todo dia até morrer - Rodolfo Abrantes #fridaysong ♫♥♪

Então, gente, a música é de Rodolfo, tem nem o que falr, né? Vc já sabe q vem coisa muito muito boa por aí. Àlbum de 2015, Joio ou Trigo, já quero pro meu casório. Dá o play ;)


Deus me deu amor
Me deu você
E esse dia pra eu aprender
A usá-lo sem medida
Nosso amor vive
Eu quase morri de saudade
Enquanto eu não levantei e me virei
Pra ver o bem que o Pai me fez
Ele pôs em mim a vontade de ser de alguém
por quem meu coração parou e bateu outra vez
Eu quero me apaixonar todo dia até morrer
Me alegro só de encostar e ouvir seu peito
Eu vou recomeçar todo dia até morrer
Quem sabe eu encontro um jeito perfeito
Deus me deu amor
Me deu você
E esse dia pra eu aprender
A usá-lo sem medida
Nosso amor vive
O jeito que eu te amo, me prova o quanto Ele me ama
Cordão que não se arrebenta,
É forte a nossa aliança
Tão pura quanto uma criança, o Pai me fez te ver
A forma como Ele te enxerga
Sorrindo enquanto te carrega
O zelo com que Ele te cerca
Enquanto você descansa
Gravou em mim essa lembrança
Pra eu saber como fazer
Eu quero me apaixonar todo dia até morrer
Me alegro só de encostar e ouvir seu peito
Eu vou recomeçar todo dia até morrer
Quem sabe eu encontro um jeito perfeito
Eu dedico essa canção a todas famílias,
Pais, mães, filhos e filhas,
Que fazem do lar o melhor lugar
E o Senhor é o mar ao redor
Que protege essas ilhas
Mulher virtuosa quem achará?
Seu valor excede ao de muitos rubis
Ela é mais do que eu quis
É mais que sonhei, Eu sei eu
Sou mais que feliz
Quem encontra uma mulher
Encontra um tesouro
Onde está meu tesouro está meu coração
Minha inspiração pra ser
O melhor que eu puder ser,
O melhor pra você
Deixará o homem sua casa
E se unirá sua mulher
E juntos serão uma só carne
No mais altos do montes
Ou no mais fundo dos vales
O que Deus uniu o homem não separe
Deus me deu amor
Me deu você
E esse dia pra eu aprender
A usá-lo sem medida
Nosso amor vive

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Conquistas, persistência e teimosia

Oi!! Desculpem as quartas sem textos. 
Saudade de aparecer por aqui...


Conquistar: um impulso instintivo e/ou um sonho pensado? Tantas conquistas sonhadas, tantas realizadas já foram. Espaços, decisões, debates, lugares visíveis e não palpáveis. Quem conquista um dia arriscou perder e ganhar. Mas, em meio a essas viagens podem existir tons de persistência e teimosia, determinação e rebeldia.

Em meio a necessidade e/ou desejo de ganhar espaços, coisas, pessoas esbarramos em identidades- quem somos e quem os outros são. Ás vezes as perdemos e tirar a segunda via leva tempo. (De todo modo precisamos renovar sempre nossa identidade, pra ganhar mais de Cristo em nós).

Acontece em meio a corrida, estratégias, entregas, deixarmos esvair princípios da nossa "caixa-preta", legítimos aos filhos do Rei, da perfeita sabedoria. Digamos que se vão por meio de algumas chaves. Às vezes as chamamos de paixões, compatibilidades, "amor", e outras mais.

Porém esses princípios (como da gratidão, obediência, mordomia, de semear e colher, união...) do Reino de Deus, também são chaves pra enchermos essa "caixa" e todos nossos espaços do Espírito Santo e perseverar.

Falando de relacionamentos: Estou interessado (a) em alguém e quero investir na conquista. Como saber se é persistência ou teimosia? Os dicionários dizem que ser persistente é conservar- se firme e constante (num propósito); ser teimoso é ter apego obstinado por suas próprias ideias; conceitos semelhantes. Vamos tentar desembaraçar.

Podemos focar o olhar na atitude que precede essas escolhas: teimar ou persistir.Quem persiste obedece a alguém ou a algo em que acredita (Deus, uma decisão, pessoa, princípio, ordem, uma ideia sua...); quem teima discorda e/ou desobedece a alguém ou a algo. Alguns comportamentos podem ser teimosia pra alguns, persistência pra outros. Ou seja, depende de quem ou ao quê você escolheu servir, obedecer.



Querer conquistar pessoas, pra estabelecer laços e mostrar- se sinceramente confiável- ainda que não acreditem em você- são atitudes saudáveis nas relações, que Jesus também demonstrou. No entanto, sem desrespeitar sua identidade e a do outro como filhos de Deus. Seja persistente, não teimoso (a).

Acaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.Gálatas 1:10
Paz,
Bárbara Uinan
quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Fotos oficiais #work5

Paz, tod@-abençoad@!

Estas são as primeiras fotos do #work5. Em breve você vai poder ver muitas outras em nosso  Facebook e no Instagram. Siga @worksolteiros (vc encontra o link em nossa página inicial.) ;)








terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons