Archive for 2016

Cuida bem dela...

Sou apaixonadíssima por sapatos. Limpar os meus é todo um ritual que eu não gosto que ninguém faça por mim. Na última vez que fiz isso, me toquei que um deles faz incríveis cinco anos! É um de meus favoritos e usei pela primeira vez na virada para 2012. Meu tio estava em minha casa enquanto "faxinava" e começamos uma discussão sobre a durabilidade das coisas, até que ele revelou o segredo para que as coisas tenham maior durabilidade: cuidado!


Mais do que marca, qualidade, o cuidado é o principal definidor de quanto tempo algo vai durar em sua mão (porque algo muito bom dura mt pouco se não há cuidado nenhum, e algo que não seja tão maravilhoso pode durar "um cadim" se você usa bem). Se você é alguém cuidadoso deve ter alguma história de algo que você teve por muito tempo, então bastou alguém pegar e puff... Adeus!

Com isso eu aprendi sobre relacionamento e tudo mais na vida. Se queremos que algo dure, precisamos cuidar daquilo:

Saber usar: é importante ter zelo ao desfrutar do que você gosta, fazendo as coisas "do jeito certo";

Limpar: isto é, retirar as impurezas e tudo que manchou aquilo que gostamos;

Guardar: por num local seguro, bem protegido, onde o que/quem você gosta esteja livre o máximo possível de agentes externos; 

Reformar: claro que meu sapato de 5 anos já visitou um sapateiro e visitará de novo muito em breve, assim também nossos relacionamentos precisam ir Àquele que manja para alguns reparos necessários.

Cuidar não é tão trabalhoso quanto parece, porém demanda tempo, mas, ó, vale muito a pena! É como uma semeadura: a semente é pequena diante da colheita que é gerada. Que neste novo ano você cuide bem e seja bem cuidado(a) pelos que ama!

Ósculos de santo cuidado,


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Repetir matérias

A mesma sala de aula, o mesmo pavilhão. Alguns colegas conhecidos, mas a maioria eram novatos ali. Apesar de terem dado uma nova cor ao espaço, já tinha uma noção dos assuntos que iria rever. Parte deles poderiam ser tirados da grade que estaria "tudo bem"- que utilidades teriam na vida?

Sabia que tinha sido um bom aluno, nunca fez recuperação ou esteve em uma final na faculdade. Mas existiam algumas matérias em sua vida sentimental que não deixavam dúvidas sobre os momentos de prova final e diversos períodos de recuperação. Cenas que pichavam desde uma pequena dose de dependência emocional a portas fechadas para um possível envolvimento.

Houve também os momentos em que não foi de ninguém e era de todo mundo- se não de corpo e alma ao menos de coração- e veio o alívio por perceber que foi uma fase e alguma coisa tinha aprendido disso tudo. Poderia dizer que tinha levado coisas positivas, vá lá, não era tão ruim assim, dessa vez foi questão de décimos ou no máximo um ponto. Mas o fato é que tinha ido mais uma vez pra final. Já não era aquele aluno desesperado por ter ficado, apesar das repetições parecia estar mais tranquilo.

Repassando todas as provas e os conteúdos dos semestres passados percebeu que foi melhorando. A sede de investir em alguém sem ter um conhecimento prévio sobre a pessoa e sem estar buscando direção na Palavra e do Espírito Santo, as muitas expectativas criadas, as portas fechadas precipitadamente, os momentos em que o medo de perder o outro adiou o passo para a liberdade e outros em que a carência falou mais alto, pouco a pouco foram pontos que saíram do vermelho.


Parando pra pensar conseguia lembrar de cenas de novela mexicana. Embora agora pudesse rir, aqueles dias tinham os tons escuros dos filmes de suspense. Alguns capítulos não eram tão inspiradores quanto outros. Mas sabe aquele verso Todas as coisas cooperam juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito em Rm 8:28?- estava escrito em algum lugar entre suas páginas. Qual seria o X da questão dessa vez? O que estava passando batido?

Seriam as questões com os Nãos? Ouvir e aceitar o não do Pai, dizer esse mesmo não a si mesmo? Não parecia ser isso naquele momento apesar desse ser um ponto trabalhoso no processo. Seria aceitar as direções de Deus com o coração grato? Estava empenhado em entender o que precisava ser aprendido pra passar. Mas já tinha percebido que sozinho não conseguiria. Também já sabia com quem podia contar, Ele estaria sempre ali.

E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. Romanos 8:26

Bárbara Uinan
quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Permita-se!!!

Ontém ao participar de um momento de celebração e despedida ao mesmo tempo, pensei um pouco sobre “Criar laços” sobre cada momento em que vivemos. E duas perguntas veio a minha cabeça. O que tenho feito do meu tempo? O que eu tenho plantado? E fiquei ali por horas a fio a pensar...rsrsr

Ás vezes passamos maior parte do nosso tempo fazendo planos e idealizando tanta coisa, que acabamos esquecendo de quem está ao nosso lado.

Foi quando eu lembrei de quando eu era mais nova e tinha basicamente a minha vida toda planejada. Fazia planos de terminar o ensino médio e logo ingressar em uma faculdade, ter o meu trabalho, e o meu lugar, “ mas não casar”, sempre foi meu sonho ter uma casinha, pois sempre almejei  ter minha própria liberdade e independência.

Mas aí você pode me perguntar: Mas o que tem de errado nisso?! E eu te digo: Nada!!! Claro que temos que lutar pelo os nossos sonhos e objetivos e tal... mas, por favor! Não deixe que isso ocupe outros espaços. Isso passou ser tão importante para mim que o tempo foi passando que eu nem percebia, fui deixando algumas coisas de lado, priorizando outras e percebi que nada eu tinha plantado.

Eu tinha dificuldades em ter que admitir algumas coisas, e em expressar outras, e com isso ia perdendo oportunidades de apreciar a companhia de pessoas maravilhosas e especiais, e melhor, não me permitia admirar as pequenas coisas simples da vida.

Cansei de ouvir meu irmão e até minha  mãe dizer que eu seria uma pessoa solitária e chata, cheguei até pensar assim também... rsrsrs

Me achava super incapaz de cativar ou criar laços com alguém. E é aí que somos confrontados quando partimos para a palavra do Senhor.

Em Gênesis 2:18 parte a do versículo nos diz: “Não é bom que o Homem esteja só.” Ou seja, o Senhor não nos criou para vivermos em função de nós mesmos. Enclausurados em uma caverna (certo que precisamos de um tempo só com nosso  Deus) mas não precisa também se isolar do mundo.

E isso de certa forma foi conflitante para mim. O tempo continuou a passar e acabei me frustrando, prestei vestibular, mas para entrar lá teria que utilizar a nota do Enem, mas eu não tinha feito o Enem, pois na semana da prova fiquei doente e ao invés de  melhorar, acabei piorando , sendo assim impossibilitada de caminhar ou até mesmo permanecer sentada por algumas horas. Chorei, chorei e chorei, porque mais um vez meus planos tinham sido anulado, e eu tinha estudado tanto para isso, dormia ás 3:00, 4:00 horas da manhã. Então comecei a colocar currículos e mais currículos e nada de ser chamada.

E lá em I coríntios 10:31 nos ensina algo muito importante que nos diz assim: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus”.

E aí nos faz refletir sobre nossas escolhas e sobre nossas atitudes, eu não sei se tudo isso que eu estava planejando e querendo muito, o Senhor seria glorificado, ou se ele estava de fato nos meus planos  também, costumamos tanto em dizer sempre que seja feita da vontade dele, mas será que a dele e a minha se coincide? Será que o glorificarei , caso sua vontade seja contrária a minha?!

É nesse momento que entra a parte em ser obediente e confiar plenamente nas promessas do Senhor!

Eu precisei passar pelo deserto para aprender muitas coisas, e confesso que não foi fácil. E foi aos meus 20 anos que me permitir de fato viver algo sobrenatural com Deus e foi quando ele me disse o que está lá em João 3:3 , Provérbios 17:13, e I João 4.7; 20-21.

Ou seja, o Senhor me disse que era preciso Nascer de novo, e que eu tinha que aprender a perdoar e só assim eu saberia Amar!

Hoje aos 22 anos, com o pézinho nos 23 já. Rsrsrs trago um olhar mais maduro sobre as coisas, percebi que aquela menina assustada vem se tornando uma mulher que deseja e anseia exalar o bom perfume de cristo, mesmo sendo imperfeita e falha as vezes.


P.S: Ainda quero ter minha casinha e casar também rsrs, com aquele que topará viver essa aventura deliciosa que é servir a Cristo e viver todos os propósitos que o Senhor tem para nós. Hahaha

Mas uma lição que eu aprendi foi:

“Nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas”

Então, permita-se Viver, se doar e ser mais do que fazer!!!

Permita deixar Deus transformar sua vida e permita-se ser o sorriso de alguém!


Um grande abraço.


Andressa Caldas

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 26 de dezembro de 2016
Tag :

Um menino nasceu!

Antes de começar o texto da um play! ;) 


Hoje é um dia feliz, o dia que representa o nascimento de Cristo. Representa. Não quero dizer que Jesus nasceu 25 de dezembro, mas é um ato memorial e de grande importância para nós cristãos.

No seio de nossas famílias comemos o famoso peru natalino e trocamos presentes nos famosos amigos-secreto. Um momento de comunhão e confraternização e manifesta a sua importância em estreitar laços.

Embora gostemos do partir do pão é importante saber o propósito de Jesus ter vindo ao mundo.

O fato é que desde de o gênesis Deus nos anuncia a vinda de Cristo (Gn 3:15). E durante todo o antigo testamento mostra a vinda dEle.

Durante a história israelita vemos grandes homens e mulheres que exercem a vontade de Deus e conquistaram grandes terras e povos nos quais o Senhor era glorificado através disso, mas ainda existia um problema maior. E o pecado? Do que adiantava tantas vitórias e confrontos se os corações estavam cheios de pecado e idolatria?

Por fora, belos jardins, mas por dentro sepulcros fétidos!

Nesse contexto, Deus usava profetas como verdadeiras bocas (o que deve ter cuidado em nossas igrejas, no contexto atual, ler Hebreus 1:1-2). E o profeta que foi levantado para falar sobre a vinda de Cristo de forma explicita foi Isaías.

No capítulo 9, o profeta anuncia essa vinda do messias, mas o que eu acho mais lindo que antes dele profetizar acerca da vinda ele mostra o porquê Deus enviaria o Messias futuramente.

Logo nos versículos iniciais vemos, o profeta falando das maravilhas que Deus faria no meio de seu povo com o advento da vinda de Cristo ao mundo.

“Aos que estavam aflitos, porém, não haverá mais obscuridade; o povo que andava em trevas, viu uma grande luz; Tu multiplicaste este povo e a alegria lhe aumentaste; todos se alegrarão perante ti; porque Tu quebraste o jugo que pesava sobre ele (...)” Isaías 9: 1-4 (com alguns grifos).

Até o sétimo versículo o profeta anuncia a vinda de Jesus e sabemos que o seu nascimento foi somente para cumprir o sacrifício que nos livrou da ira eterna de Deus.

Glória a Deus nas alturas! Hosanas! Exaltado seja o nosso Jesus! Que esse dia maravilhoso relembre em nós a importância do seu nascimento, vida, morte, mas principalmente, a sua ressurreição!



Um natal maravilhoso para todos nós, 
Isabelly Santos
domingo, 25 de dezembro de 2016

Selfie

Estou com muita vontade de trocar meu celular por um que tenha câmera frontal, afinal quem não gosta de um selfie? Registrar a si mesmo num lugar ou momento legal é a principal tendência fotográfica dos últimos anos. Isso não é de todo mal, porém como toda prática, precisa ser repensada. 

Me chocou descobrir que pessoas morreram ao arriscar-se em busca do "selfie perfeito". Duvida? Busque no Google. Saber disso me fez inevitavelmente lembrar das aulas de Filosofia e do mito de Narciso que tem muitas versões, mas todas com algo em comum: um jovem lindoooo que morre por apaixonar-se por sua própria imagem refletida em um rio.


Será que não estamos apaixonados demais por nós mesmos? Por que amamos tantos os selfies? Por que tanta exposição de nossa vida nas redes sociais? Por que tanto anseio por likes e notificações? O que estamos camuflando? Seria excesso de amor próprio ou tentativa de compensação pela falta dele?

O #work6 me fez ver o mito de Narciso de forma diferente, visualizando-o na perspectiva da busca de prazer em nós mesmos, o que leva, por exemplo, à masturbação, mas ela não é a única. Temos um prazer estranho em expor nossa sabedoria, sobrepondo-a a dos pares. Prazer em possuir muito, ainda que isso custe compartilhar pouco. Prazer no status, seja em larga escala ou apenas em nossos pequenos grupos de convivência. Somos nós no centro da selfie da vida, custe o que custar para estarmos no melhor ângulo.

Bem, o preço pode ser muito alto, porque em nosso "selfishness", transgredimos  os dois mandamentos áureos: amar ao Único que merece o centro de todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos (Mc 12.30, 31). 

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. (2 Tm 3:1-5)

Vivemos já este tempo, em que as pessoas carregam as mesma características de Narciso. Não podem ouvir nada que contrarie sua vontade, ajuntam mestres segundo seus desejos (2 Tm 4:3,4), apaixonadas demais por sua própria natureza pecaminosa. Não é de admirar que a palavra Narciso venha do original grego narke (entorpecido), a mesma etimologia de "narcóticos", porque o narcisismo vicia, entorpece, tira nossa sensibilidade de Deus e de nossos semelhantes. Que Cristo nos liberte de todo narcisismo!

Ósculos reflexivos,

P.S.: Vou botar a mesma música do último texto sim!!!! Mas vc só escuta se quiser

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Encalhad@s?

Gostaria de não ter que encontrar uma definição para o que é estar encalhad@. Pois é possível que tanto eu quanto vc descubra que aos olhos de outras pessoas essa é a nossa situação atual. Calma. Sairemos bem. Já passamos por situações mais difíceis. Mas, se de algum modo acredita que essa é sua situação, precisamos ser confrontados. Está pront@?

Sem nos apegarmos a algum conceito sobre esse assunto, poderia compartilhar aí com seus botões algumas respostas? Vc tem se considerado uma pessoa em situação de encalhamento? Há alguma espécie de convicção aí que afirma isso? Por quais motivos? Idade? Amigos casando, tendo filhos? Sobrinhos nascendo? Nenhum vestígio de aspirante a futur@ namorad@? Bullying dos parentes e amigos? Como estamos lidando com isso? Respire. Vai ficar tudo bem.


(Rs). Embora o melhor seja levar essas questões com bom humor, o assunto é sério.

Me permita deixar mais algumas perguntas pra nós: por que vc acredita que ainda está solteir@? Existe uma parcela de responsabilidade sua, o tempo de Deus ainda não chegou ou as duas coisas? Estamos nos preparando de algum modo e nos dispondo para Deus nos preparar? Ou, estamos fugindo sorrateiramente do assunto? 

Existem coisas que só nós podemos fazer por nós mesmos. Vc tem levado a sério o ponto em sua vida que implica cuidar de si mesmo? (Deus cuida de nós. Em seu cuidado nos ensina a cuidar de nós mesmos e de outros.) Você até diz em alguns momentos que está abert@ para um novo relacionamento, mas alguns sinais seus mostram que não está tão abert@ assim? (Esses sinais podem ser questões bem particulares. Peça ao Espírito Santo que @ ajude a percebê- los :))

Sei que nem sempre é fácil cuidar de pessoas, mesmo que essas pessoas sejamos nós. Mas Deus está sempre zelando por cada área de nossas vidas e nos capacitando a sermos zelosos se estivermos abertos. Ele não apenas cuida, ele zela. O verbo zelar fala de um cuidado maior, um interesse com toda atenção. (Não quero que pense que por estar escrevendo sobre isso eu já esteja muito capacitada nesse aspecto, tenho repetido essa matéria. Mas o Senhor tem sido amorosamente longânimo comigo, assim como acredito que tem sido com você.) 

Em seu zelo ele nos trata, nos permite passar por dificuldades, nos santifica e nos capacita a sermos cuidadores da nossa saúde física, cognitiva, emocional, relacional, espiritual; podemos perceber que cada área influencia uma a outra. Ele conhece nossas necessidades tanto relacionada a alimentação (Mt 6:31-33) como a autoestima. (Mt 22:39)

Quais são os entraves que tem nos impedido? Quais deles podemos vencer pelos meios naturais pelo poder do Espírito (pois em tudo dependemos dEle) e quais apenas pelo agir extraordinário de Deus?

Enquanto esperamos, há territórios em que precisamos avançar, conquistar; não apenas em outras áreas de nossas vidas, mas em nós mesmos; conquistas relacionadas a quem somos em Deus.

Portanto, você, meu filho, fortifique-se na graça que há em Cristo Jesus.2Timóteo 2:1
Com carinho,

Bárbara Uinan
quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

A espera tem um preço?

 Esperar no Senhor nunca foi uma tarefa fácil, não é verdade?

Quantas e quantas vezes paramos para questionar ao Senhor o porquê das coisas não acontecerem como desejamos e esperamos?

Somos jovens e sabemos que, se fosse da nossa vontade, todos os nossos sonhos já tinham se concretizado. Mas, como diz minha mãe, não é bem assim que a banda toca. A própria palavra de Deus, em Eclesiastes Cap. 3 fala justamente sobre isso. Há um tempo determinado para todas as coisas. Existem situações em sua vida que podem acontecer em dias. Porém, existem também aquelas que podem demorar meses e até anos para se concretizar. Mas, não desanime. O tempo de Yeshua não tem a função de fazer você desistir ou ficar triste. Devemos sempre lembrar que ele tem o plano perfeito. Ele escreveu a nossa história de uma maneira surpreendente e vai além do que sonhos, pensamos e imaginamos.




Mas, se tratando do título, você acha que a espera tem um preço?

O que estamos fazendo durante esta espera?

Amados, as coisas não vão cair do céu. Eu sei que esperamos o melhor de Deus, mas temos que fazer a nossa parte. A oração é uma ferramenta poderosa e que nos ajuda a vencer as dificuldades. Devemos sim dobrar os nossos joelhos e ser gratos a Adonai por tudo que ele tem feito em nossas vidas. Ele pagou um alto preço na Cruz para nos dar a salvação. Ele passou por dificuldades também. Mas, em todo momento ele buscava a Deus e o obedecia. Porque não somos capazes de fazer o mesmo? Porque somos fracos? Porque somos pecadores? Porque somos falhos com Cristo?

Quando passamos a ter confiança plena no Senhor, os milagres começam a acontecer. Quando passamos a ter intimidade com o Senhor ele nos surpreende de uma maneira grandiosa. Eu tenho aprendido muito com ele nos últimos dias e posso afirmar que, quando paramos para ouvir a voz de Yeshua, nosso coração se enche de gozo, paz e alegria. Quando conversamos com ele ou até mesmo em silêncio, ele escuta o nosso clamor e ele alcança os céus
.
A espera, em alguns momentos parece um desafio eterno. É como se estivéssemos em meio a um deserto com fome, sede, sem destino e em meio a um vazio. Mas, se vermos a espera como um objetivo de Deus para que estejamos preparados para receber as bênçãos e vitórias que ele tem guardado para cada um de nós, veremos que valeu a pena sim pagar o preço.

Nunca devemos esquecer que a vontade do Senhor é boa, perfeita e agradável. Ele está nos capacitando e nos instruindo para recebermos o melhor desta Terra.

Que Yeshua Hamashia os abençoe!

Beijinhos de Luz!


Rafaella Lima

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 19 de dezembro de 2016
Tag :

Relacionamentos e as bandeiras da paz

Fiquei pensando entre andadas, fila no banco e intervalos da rotina nos vínculos que criamos, enfraquecemos e fortalecemos uns com os outros. Não necessariamente nos términos de relacionamentos ou rompimentos de amizades, nem brigas, ou pessoas que nos afastamos pelas circunstâncias. Mas nos pequenos, médios desentendimentos, estranhamentos, antipatias e chateações por instantes ou momentos maiores. Momentos que nos levam a respirar fundo, ficar com um nó na garganta, ou coisas desse tipo. São comuns. Fiquei lembrando de situações assim. De momentos em que devido a atitudes toscas seja por um deslize de um, do outro ou de ambos, pequenas coisas tornaram- se bolas de neve; e de outros em que pequenas coisas foram apenas pequenas coisas.
É possível que tenha visto bandeiras da paz sendo levantadas através de um copo d´água, um "tudo bem?", curtidas no facebook, um elogio, dando satisfações, algum jeito sincero de dizer "paz". Quantas vezes nos desentendemos com alguém em casa, no trabalho, com amigos, namorado (a), na igreja? As discordâncias, os conflitos são construtivos quando estamos dispostos a aprender. Mas decidir conservar o vínculo da paz seja qual for à relação faz milagres nos relacionamentos. Algum elo precisando ser restaurado com a bandeira da paz?
No que depender de vocês, façam todo o possível para viver em paz com todas as pessoas. (Rm 12:18) Imagem relacionada











Abraço!!

Bárbara Uinan
quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

A princesa e o sapo

Vamos bater um papo de princesa?

Pelo título do texto vocês devem estar pensando que falarei do filme a princesa e o sapo da Walt Disney. Mas, não é. Vamos bater um papo da realidade!



Existem muitas princesas que encontraram os seus príncipes. Melhor dizendo, as varoas lindas e abençoadas encontraram seu varão valoroso. Mas, não podemos esquecer que muitas irmãs não miram no príncipe e acabam escolhendo o sapo. Bem meninas, o sapo não significa que o rapaz é feio na aparência (por favorzinho, não entendam mal rs), mas no seu interior, na sua essência (falei bonito agora rsrs). Tem muitas varoas que mantém um relacionamento com um rapaz que não é cristão e ficam na esperança de que ele vai se converter. Na verdade, o relacionamento não era nem para ter começado. Não que o eu duvide da conversão do rapaz, mas quem converte é o Espírito Santo e isso é algo muito particular. Manter o namoro com essa expectativa não é um bom começo para quem deseja se casar e formar uma família. Imagine que ele não se converta. Chega domingo e você poderá ir sozinha ao culto, porque seu marido prefere sair com os amigos para beber e comemorar a vitória do time de futebol pelo qual torce. Você vai olhar para os lados e ver vários casais juntos na casa do Senhor e vai sentir a falta dele. Os irmãos podem perguntar por ele e ao chegar em casa você pode não o encontrar ou até mesmo vê-lo jogado no sofá. Será que estamos dispostas a passar por isso por amor a alguém?

Nunca devemos esquecer que Jesus pagou um alto preço por cada uma de nós na CRUZ e nada se compara a um amor tão grande que ele tem para conosco. Somos princesas e não merecemos um sapo. Olhe a sua volta. Sei que existem varões valorosos na sua igreja ou amigos de outras congregações de deixar seus olhinhos brilhando de tão abençoado que ele é e analise o exemplo citado acima. Estando em um relacionamento ou casamento com um homem cristão não significa que não terá dificuldades ou problemas. Mas acredito que elas sejam bem mais “leves” do que algo que tire a sua paz e o sorriso do seu rosto. Você merece ter alguém ao seu lado que te ame, respeite, cuide, que zele pelo lar, que professa a mesma fé que você (vocês sabem sobre jugo desigual né? Se não, faremos um textinho sobre isso em breve), que tenha um bom relacionamento com a família, que tenha projetos futuros, que queira formar uma família com você, que tenha prazer em ter a sua companhia, que assuma o relacionamento com propósito, dentre outros.

A vida é feita de escolhas. Cada uma fará as suas. Quem sou eu para julgar você da sua escolha ou impor que você termine agora este relacionamento?

Este texto surgiu de pensamentos meus sobre meu passado e o que quero hoje e para o futuro. O meu desejo é que vocês reflitam e pensem bem. Existem rapazes não cristãos e que possuem boa índole. Mas, não devemos esquecer os pós e contras. Somos mulheres sábias e também sonhadoras. Quando encontramos alguém que nos faz feliz e que nos aproxima de Cristo tudo é diferente, isso posso te garantir. Não imagine que beijando o sapo ele vai virar príncipe. Cada caso é diferente, mas na maioria, só nos contos de fadas mesmo florzinhas de Jesus. (rsrs)

Que possamos buscar orientação do Senhor antes de qualquer decisão. O casamento é para a vida toda. Jesus tem um plano perfeito para cada uma de nós. Esperar às vezes parece uma eternidade. Mas, o segredo é descansar nosso coração no Senhor e deixar as coisas fluírem conforme a sua vontade!

Sorria Princesa!    
Não desanime!  
Seu príncipe está por perto!

Ouvi um amém Igreja? Rsrs

Beijinhos de Luz

Rafaella Lima

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 12 de dezembro de 2016
Tag :

Quando a luz se apagar

"Sou cristão evangélico, tenho 23 anos e namoro há 9 meses. Pretendo ficar noivo em breve. Amo minha namorada. ela me ama. Temos tudo para termos uma família abençoada futuramente. Porém, eu tenho dois grandes problemas: masturbação e pornografia. Já li livros, fiz estudos, mas não consigo parar. Estou ficando debilitado e vejo que isso está me matando aos poucos. Eu quero parar, quero vencer, mas logo faço de novo. Preciso de ajuda, mas tenho vergonha e medo de falar com alguém. O que falta fazer?"

Por que o jovem do trecho acima quer parar com a prática de masturbação e pornografia? Por que tem se sentido debilitado com elas? Será que ele não está exagerando? A masturbação pode ser considerada uma forma de autoconhecimento saudável do corpo? Será que a pornografia é apenas um meio de conhecimento e estímulo de práticas sexuais? Será que estes hábitos poderiam trazer prejuízos pro seu futuro casamento? Que outras implicações elas poderiam trazer? Qual a visão bíblica sobre esse assunto?

A indústria do sexo é a 3ª maior indústria do crime no mundo. Há mais 420 milhões de páginas pornográficas na internet. 100 mil sites oferecem pornografia infantil. 34% dos usuários são expostos a conteúdos pornográficos mesmo sem intenção (exposição não desejada). A idade média das pessoas que tem contato com a pornografia pela primeira vez é de 11 anos. 10% dos adultos admitem estar viciados em pornografia na internet. 47% dos homens cristãos admitem que a pornografia é um grande problema na família.


A cada 10 rapazes na igreja pelo menos 8 tiverem problemas nessa área. A cada 10 moças cristãs pelo menos 3 tem contato com a masturbação e a pornografia. 66,54% dos solteiros evangélicos se masturbam regularmente. 19,54% de namorados evangélicos de 16-24 anos praticam masturbação mútua. Essas práticas não costumam gerar espinhas, pedras nos mamilos, infertilidade, eplepsia, ejaculação precoce, nem impotência sexual como dizia- se. No entanto por que o rapaz do relato considera essas práticas como um problema?

Buscando entender as consequências dessas práticas percebe- se que os maiores danos relacionados são na área emocional e principalmente espiritual- por serem pecado diante de Deus. Embora não esteja explícita na bíblia a palavra masturbação, encontramos várias passagens relacionadas a imoralidade sexual, assim consideradas tanto por suas práticas quanto apenas manifestas por meio de intenções sexuais fora do casamento, como nas passagens abaixo:

Mas eu lhes digo: quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já cometeu adultério no seu coração. Mt 5:28

Alguém vai dizer: “Eu posso fazer tudo o que quero.” Pode, sim, mas nem tudo é bom para você. Eu poderia dizer: “Posso fazer qualquer coisa.” Mas não vou deixar que nada me escravize. Outro vai dizer: “O alimento existe para o estômago, e o estômago existe para o alimento.” Sim, mas Deus acabará com os dois. O nosso corpo não existe para praticar a imoralidade, mas para servir o Senhor; e o Senhor cuida do nosso corpo.Pelo seu poder Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará a nós. Será que vocês não sabem que o corpo de vocês faz parte do corpo de Cristo? Será que eu vou pegar uma parte do corpo de Cristo e fazer com que ela seja parte do corpo de uma prostituta? É claro que não! Ou será que vocês não sabem que o homem que se une com uma prostituta se torna uma só pessoa com ela? As Escrituras Sagradas afirmam: “Os dois se tornam uma só pessoa.” Porém quem se une com o Senhor se torna, espiritualmente, uma só pessoa com ele. Fujam da imoralidade sexual! Qualquer outro pecado que alguém comete não afeta o corpo, mas a pessoa que comete imoralidade sexual peca contra o seu próprio corpo. Será que vocês não sabem que o corpo de vocês é o templo do Espírito Santo, que vive em vocês e lhes foi dado por Deus? Vocês não pertencem a vocês mesmos, mas a Deus, pois ele os comprou e pagou o preço. Portanto, usem o seu corpo para a glória dele. ICo 6:12-20

O sexo é um presente de Deus. Por que não se preservar e preparar- se (biopsicossocial e espiritualmente) para ter uma vida sexual saudável? Quantos males serão evitados? Sobre a pergunta do jovem do início: de modo geral é necessário buscar conversar com alguém (com entendimento de causa) de confiança em que possa contar tudo abertamente, tb sempre que se sentir balançado e cair no erro (Tg 5:16/Pv 28:13/I Jo 1:9); dobrar a corrente de oração com um amigo/irmão- de preferência presencialmente (Ec 4:9-10); jejuar pra vencer as tentações haha- segundo as condições de cada um (Mt 9:15); e principalmente estreitar (ainda mais) seu relacionamento com Deus.

.(Fontes: Fundação de Pesquisa e Educação da Família nos EUA; BEPEC-Bureau de Pesquisa e Estatística Cristã- www.bepec.com.br; "Amor e Sexo:uma conversa bíblica e sem rodeios sobre a vida sentimental, namoro e sexualidade"- de Nelson Júnior e Angela Cristina).

Sem a pretensão de esgotar o assunto, esperamos ter ajudado. :)
Bárbara Uinan 
terça-feira, 6 de dezembro de 2016

No mundo de iguais eu sou diferente


Não temos dúvidas que o Sexo é um presente de casamento, mas o modo como desenvolvemos nossa sexualidade, certamente interfere em como vamos viver essa prova do amor do Senhor. A noção de que vale tudo pelo prazer, à coisificação do ser humano como objeto que satisfaz desejos, as práticas sexuais “alternativas” que cegam as pessoas diante do plano perfeito do Pai Celestial e o olhar acusador da Igreja diante dos pecados sexuais, têm nos afastado cada vez mais do centro da vontade de Deus. 

O jovem cristão é convidado, dia após dia, para uma caminhada que tem como percurso a contramão de tudo o que o mundo certifica como bom, perfeito e agradável.  Dizer não as vontades da carne é um exercício de fé e coragem, pois estamos entregues as concupiscências dos nossos corações (Romanos 1:24) e socialmente expostos a toda sorte de discursos, modismos e teorias que plantam em nós o seguinte questionamento: Já que a carne é fraca vou resistir por que? Porque Deus promete a coroa da vida para quem sofre e resiste a tentação (Tiago 1:12). Para isso, é preciso conhecer nossos próprios limites para podermos evitar possíveis “quedas” e nos encher, principalmente da Palavra de Deus. 

Conhecer a evolução histórica e bíblica da sexualidade pode nos ajudar a entender como chegamos nesse tempo e espaço, onde tudo não vale quase nada. Traçar um padrão de como a mídia vende os ideais que associados a nossa preguiça para mergulhar na palavra do Senhor, nos fazem alimentar a carne no lugar do espírito pode abrir nossos olhos para necessidade de sermos mais prudentes e sagazes, mas o poder real para dizer NÃO para tudo que sexualmente nos afasta do Senhor está na fé, temor e amor que, inspirados pelo Espírito Santo, entregamos ao autor e consumador da nossa fé (Hebreus 12:2). Não desista, insista e siga em frente, pois Ele nos auxiliará na jornada que mortificará nossa carne vivificando a presença real de Cristo em nós.

Samir Santana e Tacila Sousa

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Eu disse sim, mas não disse agora

Entre beijos e delírios estávamos nós, o nosso corpo ardia em agonia, queríamos muito um ao outro, mas sabíamos que sempre depois de momentos calientes, tínhamos horas ou até mesmo, semanas de arrependimento profundo. A ânsia por ter um ao outro sempre foi muito marcante em nosso namoro, mas o desejo por viver a vontade de Deus sempre foi maior. 

A pergunta que inquieta o coração muitas vezes é, “mas será mesmo que Deus tem se importado com as nossas vidas sexuais? Ou então, qual a vontade de Deus para nossas vidas?”

Momentos de ardente desejo são constantes entre casais de namorados, por que somos seres dotados de hormônios e isso merece atenção, mas o que em nós não é cheio de desejo? Na vida cristã precisamos aprender a conviver com tantas coisas "incontroláveis" por que não o desejo sexual?

E se nosso corpo é tempo do Espírito Santo porque temos apetite sexual? Afinal, sexo é pecado?
Sobre os hormônios (por que sempre culpamos a eles por nossos desejos desenfreados?), precisamos entender a grande verdade da vida, sobre o que Deus pensou quando criou o sexo. Assim que Ele criou a Eva o desejo do Criador foi expresso na consumação do ato sexual na vida do homem e da mulher (Gn 2:24), mas isso é desde que seja em um âmbito matrimonial (Nem me fale que Adão e Eva não casaram esse é um assunto para outro dia).

 Se os vilões não são os hormônios, quem são os vilões? 

Bem, a resposta é mais simples do que parece. Depois da queda do homem a natureza corruptível do homem deu o ar da sua graça e nunca mais saiu da humanidade. Por mais que tenhamos obtido a graça divina através de Jesus, ainda precisamos lutar contra a natureza decaída todos os dias! 

Ninguém é santo, okay? Mas não culpe os hormônios (já fiz isso, confesso...) por que foi o próprio Criador que colocou eles em nós e justamente para que tivéssemos como desfrutar da melhor forma possível esse presente de casamento.

O nosso corpo é para a glória de Deus e não somos mais nossos, mas sim d’Ele, conforme I coríntios 6:19-20. Na mesma carta a igreja a corínto Paulo ainda fala nos versículos posteriores que devemos fugir da imoralidade sexual que era tão presente naquela cidade. Agora imagine, as vezes as pessoas falam da deliberalidade do sexo nos dias atuais, mas esse mal é velho! Essa fuga é fundamental porque diferente os outros pecados, a imoralidade é praticada em nosso próprio corpo e a pessoa que a comete se torna um com um que muitas vezes não se torna a sua ou seu espos@. Além do mais tem várias razões para se abster sexualmente até o casamento. Motivos físicos, emocionais e espirituais, tratados com uma clareza maior na nossa oficina!

“Eu e minha namorada não aguentamos e cedemos ao pecado sexual, e agora?”, O conselho óbvio é tentar essa abstinência até vocês puderem casar, iniciar um período de corte e buscar um pastor experiente são boas escolhas. Mas pessoalmente (Isabelly), eu acho que se vocês querem viver para a glória de Deus realmente, deem um tempo, reflitam se vocês acreditam que esse relacionamento vai mesmo durar a vida toda, se vocês não conseguem nem suportar uma abstinência por alguns meses e/ou anos. Geralmente os pecados sexuais, são apenas a parte visível de um coração idólatra e escravizado pela ira, em busca de aceitação ou com vários outros tipos de conflitos. Acredito que seria bom vocês darem um tempo para deixar a razão entrar e agir na espiritualidade de ambos.

Deixando que Cristo aja em todos nós com a graça que foi obtida através da sua morte, me despeço! Com carinho, 
Isabelly Santos 

domingo, 4 de dezembro de 2016

Um fogo queima em mim

A palavra desejo vem do latim desidĭum, é a ação de aspirar a, ter vontade de ou querer algo intensamente. Como jovens solteiros e cristãos, temos a convicção de que o sexo não é pecaminoso, sendo o próprio apetite sexual dado por Deus para que nas condições corretas – o casamento – desfrutássemos de toda intimidade e prazer do ato sexual. No entanto, temos desejos que nos impulsionam para uma vida longe deste propósito! ;(



Muitos fatores corroboram para termos nossos desejos sexuais aflorados – a mídia, os cinco sentidos, a imaginação fértil, a carência, o diabo e suas armadilhas, etc-, mas a bíblia faz um alerta sobre encontramos os culpados por nossas tentações: “Cada um, porém, é tentado pela própria cobiça, sendo por esta arrastado e seduzido.” (Tiago 1:14). Ou seja, nós somos tentado pelo nosso próprio mau desejo. O versículo seguinte ainda nos diz que “então esse desejo, tendo concebido, dá à luz o pecado, e o pecado, após ser consumado, gera a morte”(Tiago 1:15). Não queremos que os nossos desejos nós levem para morte. Este nunca foi o plano de Deus para nós. Queremos vida, e vida em abundância! Por isso, algumas dicas práticas de como combater nossos desejos e viver os propósitos dEle:

1- Conheça a si mesmo. Faça um raio-x de sua personalidade, seus anseios, sonhos e emoções.  Sobre sua estrutura física, não é conhecer como o mundo propõe –com a masturbação e experimentações sexual-, mas saiba quais as áreas mais sensíveis do seu corpo, os sentidos e situações que mexem com você, afim de que sejam preservadas.
2- Combata a fraqueza e fuja dos limites. Sabendo quais são as fraquezas, não brinque com zona de perigo. FUJA DA TENTAÇÃO!
3- Arrependa-se, confesse, deixe e trate. Busque ajuda de pessoas firmes na palavra e confiáveis, abandone o pecado, converse e tenha o acompanhamento dessas pessoas através da oração e exortação. 
4- Perdoe-se! Se você tem consciência de que isso foi um erro e tem buscado fazer diferente? Você está no caminho certo! Não se martirize. Cristo já te perdoou. Volte a sentir o amor pleno e misericordioso dEle. NADA nos separará do amor dEle. (Romanos 8:38-39).
5- Tenha um relacionamento íntimo com Deus. O amor e comunhão com Cristo é a nossa cura. Por isso, alimente diariamente sua intimidade com Ele lendo a bíblia, orando e jejuando.
6- Não somente se abstenha do sexo, busque a santificação. O não fazer o ato não significa que entendemos o cuidado de Deus para que cada coisa ocorra no tempo certo; e cumprir uma regra não livra das impureza de nossa mente. Por isso, purifique-se e seja paciente.
7- Cuide dos 05 sentidos. Principalmente dos olhos. A visão é muito importante na criação e alimentação da nossa imaginação. "Se teus olhos forem bons, teu corpo será pleno de luz. Porém, se teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em absoluta escuridão." (Mateus 6:22)
8-Lute TODOS os dias. Cair um dia, não significa  que cairá sempre. Como também vencer hoje, não te garante imunidade eterna. Por isso, tape as brechas. E lembre-se:  Somos jovens, somos fortes! (1 João 2:14) e tenha bom ânimo, Ele sempre estará conosco. (João 16:33).

Tainan Piatanvinha e Evertom Amorim
sábado, 3 de dezembro de 2016

Aquieta minh’ alma

Sei que parece loucura ou até antiquado para algumas pessoas falar sobre esperar até o casamento para fazer sexo, em pleno o século XXI. Até dentro das igrejas o assunto infelizmente é um tabu, porém não é impossível que casais consigam seguir os parâmetros bíblicos ao que diz respeito a um relacionamento em santidade. E se precisarmos ser a exceção à regra para viver o que lemos na bíblia, não podemos deixar de fazer a diferença. 

Infelizmente em nosso meio cristão pouco se fala sobre sexo e o que dizem é muito limitado. Por exemplo, só dizer que algo é pecado não vai fazer com que um adolescente com os hormônios a flor da pele perca o interesse em satisfazer suas vontades, seja por desejo ou por curiosidade. Esses assuntos precisam ser conversados na igreja SIM, e também é algo que precisa ser discutido em família, pois o embasamento bíblico e a experiência de vida dos seus pais, pastores e líderes é muito importante para um melhor esclarecimento a cerca dessas coisas. 

 Sabemos que todos nós temos desejos e uma necessidade de explorar a nossa sexualidade, pois isso é normal e biológico. Mas é aí que entram as nossas escolhas e também o lado espiritual da coisa toda.



O que nós geralmente ouvimos no meio cristão é: ‘‘fazer sexo antes do casamento é pecado!’’ mas, o que ninguém fala é; como chegarmos ao altar ‘‘sãos e salvos’’!  
  
Acontece que o processo de santificação nessa área se dá a partir do momento que entregamos TODAS as áreas de nossa vida a Deus, com o intuito de deixar que Ele tome as rédeas, aceitando o fato de que quem nos criou vai saber cuidar melhor do nosso coração e dos nossos sentimentos do que nós mesmos. E então, daí em diante é preciso alimentar o nosso lado espiritual, pra que na hora de buscarmos conhecer alguém, o Amor a Cristo seja o algo em comum mais importante a ser observado, e com propósitos ligados ao céu, sendo mais fácil vencer os desejos da nossa carne, a fim de glorificarmos nosso Deus.  

“O sexo é um presente de Deus que não se pode abrir antes da data  Especial.”



Janine Ângelo e Wallace Santana

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Liberta-me de mim

Enquanto o mundo está na 1000ª temporada de Once Upon a Time, eu começo a primeira. Um dos episódios conta uma versão super diferente de Chapeuzinho em que ela é o lobo mau. A mesma menina doce, alegre, solidária, às luas cheias se tornava um lobo feroz e cruel, sem sequer se dar conta.

Bem, me vi nela. Não que a lua cheia me deixe mais peluda, =P mas às vezes (muitas vezes) me surpreendo pelo monstro terrível em que me torno. Basta um pouquinho de falta de vigilância, uma alteração hormonal, oportunidades e olha lá... Unhas crescem, voz doce se altera, a ferocidade se revela. Paulo a chama de carne:
Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado. (Romanos 7:18-25)
Cara, como isto nos descreve! Uma batalha diária contra um lobo feroz em nós mesmos, mas como Paulo, não podemos desistir. A sexta edição do Workshop de Solteiros vai falar desta disputa entre o querer e fazer na área da sexualidade. Vamos conversar sobre pornografia, masturbação, fornicação, nudes, tantas e tantas oportunidades de prazer pecaminoso, carne e mais carne para fortalecer o "animal fantástico que em nós habita". 

O sexo é um presente de casamento e precisamos esperar para desfrutar dEle no tempo e modo certo, o que o torna "aquilo maravilhoso" (SHEEVA, 2016) ainda mais maravilhoso. Conseguir fazer isso é uma guerra de muitas batalhas na qual o espírito vence quando Jesus toma o controle, como dizia uma velha música: "só Jesus tem o poder pra me livrar do que guardo no porão da minha alma" (FRUTO SAGRADO).

Me despeço deixando com vocês a música (linda) oficial deste #work6, tudo a ver com este texto. Ainda temos algumas vagas, garanta sua! Inscrições aqui


Ósculos de guerreira,


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Eu não li o manual

ATENÇÃO NÃO EXISTE MANUAL PARA SE CONQUISTAR UMA PESSOA!!!!!

Cansei! De Lê e vê artigos sobre "COMO CONQUISTAR O NAMORADO IDEAL" "10 COISAS QUE TODA NAMORADA (O) DEVERIA SABER" enfim não vou citar os tantos que já vi porque então iriamos até o ano que vem falando disso, mas a minha indignação é que as pessoas estão deixando de ser elas mesmas para serem as pessoas "perfeitas" de um artigo qualquer de "como fazer", as pessoas querem se tornar aquilo que não são para que a outra pessoa deseja a ame porque se ela não for assim o fulaninho não vai olhar para ela . "CHEGAAAAAAA!"

Reclame quem quiser, mas o que custa você achar a pessoa interessante chegar nela e dizer um simples " Oi!", sem precisar parecer um desesperado (a) por amor, carinho e atenção. Cadê as pessoas que se comunicam de forma saudável, larga seu celular dentro do bolso e olha nos olhos do outro e construa uma conversa, abrace se for preciso, seja você mesmo que você dê uma risada estranha, mas seja você mesmo!

As pessoas hoje não saem de casa, não se socializam sem ser via internet e quando sentem saudades do outro mandam uma simples mensagem e fica por isso mesmo. Levanta meu filho! vai ver o seu "amor", ou seu amigo (a), seja lá quem for que você esteja com saudades levanta e vai, ou você está esperando o próximo artigo a ser publicado "COMO FAZER PARA MATAR A SAUDADE?"  Desculpa meu bem, mas ou você vive a sua vida, ou outras pessoas vão ditar as regras de como você deve viver, falar a verdade somos influenciados o tempo todo, mas esses "10 TIPOS DE FULANOS PERFEITOS" "DESCUBRA QUAL CANTOR FOFINHO SERIA SEU NAMORADO" "DESCUBRA QUAL O SEU ESTILO" Na boa o meu estilo é estou afim de vestir tal coisa, vou lá e visto ou então "é o que tem pra hoje" (camisa xadrez, calça jeans e camisas de heróis amo vocês).

Não estou aqui para dizer que eu nunca fiz isso, ou não faça isso, mas pense bem, "vamos pensar um pouco!" (Lembrei do telecurso) enfim... Quando você termina de fazer a leitura desses textos, quantas vezes você olhou para sua vida e falou "a meu Deus eu não sou assim, tenho que ser assim pra fulano me querer" ou outros tipos de pensamentos, na boa, sinceramente, é um clichê mas minha filha ou meu filho! Quem for gostar ou se apaixonar ou te amar vai ser pelo que você é de verdade, é quando você é sincera (o) consigo, quando você faz aquela coisa esquisita, quando você mistura queijo com doce de leite e ele acha nojento mas mesmo assim experimenta, quando tem tudo para ele (a) ir embora e dizer "o que eu estou fazendo com essa (e) maluca (o)?" e essa pessoa para e lembra os motivos que a fazem ficar.


NENHUM HOMEM É IGUAL E NENHUMA MULHER É IGUAL !!!!!  Estou de saco cheio também desse jargão! Para gente de dizer isso, é só você se frustrar com os manuais que já posso esperar, " homem não presta" sabe o cara que presta? Vou te responder, o homem que presta é o seu amigo, que faz de tudo por você e você faz do coitado um capacho e pisa nos sentimentos dele, assim como isso acontece com as mulheres também. Mas Milena isso não tem nada haver! Tem haver sim, porque hoje todos querem a pessoa ideal ou Escolhi Esperar, meu filho! Escolhi Esperar não é status de facebook e outra coisa o cara ou a mulher perfeita não vão chegar em um cavalo branco e nem ela vai estar dormindo esperando um beijo de amor verdadeiro, meu querido príncipe e princesa. u.u

Não siga o manual, siga quem você é! O que você é importará mais para a pessoa ao seu lado, do que todos os roteiros que você já leu na vida, enquanto você tentar ser perfeito para que o outro te ame, tem alguém sendo imperfeito e fazendo o outro feliz. FELICIDADE NÃO TER REGRA! Felicidade é ser...

Então eu tenho um segredo a te contar, já quiseram me mudar, me fazer ser uma mocinha perfeitinha, andar sempre de salto alto, ser delicada, ser fofa e bla blá, e eu cheguei a acreditar que eu deveria fazer isso, até que eu percebi que se eu precisar mudar algo será por mim e não pelos outros e que quando somos amados pelo que somos não importa os defeitos que encontram em nós, está bem você mesmo e se amar é mais importante do que o manuais de "COMO SER...."


Enfim não leia o manual, só viva e não deixe de ser você!

Milena Santos

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 28 de novembro de 2016
Tag :

Caronas e direções

Olá!! =D

Tudo bem com vocês? Por aqui td tranquilo :)

Esses dias entre uma carona e outra fiquei pensando sobre as dificuldades e facilidades de sermos conduzidos. 

 Resultado de imagem para caronas e direções imagens

Entre um desses momentos rimos enquanto um colega tentava guiar o outro até seu endereço. Antes de sairmos do local em que estávamos ele deu referências ao outro que o mesmo não conhecia, mas o motorista não disse nada e continuou seguindo, meio distraído talvez.

Parecia que estava tudo bem. No meio do caminho o carona desconfiado perguntou:"Pra onde vc ta indo?" O caminho não era aquele. Fomos por um caminho mais longo. Não demonstravam estar com pressa. Mas enquanto um guiava o outro, por alguns minutos pareciam que estavam falando grego. O motorista não conhecia as referências que o outro dizia e o carona ou dava as direções muito antes ou depois de cada curva. Resultado: idas e vindas desnecessárias.

Embora não tenha sido esse o caso, nem sempre queremos conduzir uns aos outros. Mas Deus quer nos guiar. Ele deu Sua vida pra nos conduzir de volta pra casa.  Mesmo que estejamos totalmente distraídos e alheios a Ele. Ele sabe nosso endereço. Ele conhece todas as estradas possíveis e impossíveis. As que já existem e as que nem sequer foram criadas ainda, as visíveis e as invisíveis. As estradas nos relacionamentos, as do conhecimento, as estradas da plenitude, as que levam a morte e as que nos levam a Sua presença.

Ele vive de geração em geração. Entende o tempo de virar em cada curva. Conhece as estradas que foram criadas em nossas almas que estão causando acidentes em nossas vidas e sabe como interditá- las e reformá- las. Sabe os locais que temos que passar correndo, pelos riscos daquela área, e a necessidade de desacelerar diante de um quebra- molas. Ele entende a linguagem de cada um. Conhece o significado genuíno de cada palavra e os significados que cada uma delas tem para cada pessoa na face da terra. Sabe as referências que conhecemos e as que são gregas para nós. Ele entende cada alma vivente.

Nos perguntamos como entender na prática as sinalizações de Deus:

"Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos." Sl. 119. 105.

O quanto estamos anelando experimentar seus ensinamentos em cada estrada de nossas vidas? O quanto estamos desejando ter mais intimidade com Ele, conhecê-lo melhor?

Abraço!!



Bárbara Uinan
quarta-feira, 23 de novembro de 2016

O Amor Perfeito

Shalom amadinhos e amadinhas de Jesus! 

Tudo bem com vocês? 

Vamos falar de um assunto sério agora e isso serve de lição para mim e para você. 

Voltando ao passado não tão distante, lembram quando éramos crianças ou adolescentes e achávamos que tudo era fácil de conseguir, que tudo na vida é perfeito e agradável? 

Pois é. Se você ainda está com esse pensamento, vamos atualizar esse software? 

Nem tudo na vida é perfeito. Na vida você terá problemas para resolver, passará por dificuldades ou não, pode ter frustrações, decepções, mágoas, rancor, etc. Ninguém é perfeito, somos seres humanos que cometem erros e falhamos muitas vezes com o nosso semelhante. A vida não é um mar de rosas e isso é notório. 

Mas, falando de amor, nem tudo é perfeito. No início do namoro, tudo é tão lindo, tão florido, tão mágico.... PARA TUDO PRODUÇÃO! 

Namoro não é conto de fadas e o par perfeito não existe. Todos nós temos defeitos e qualidades e não descobrimos isso somente no relacionamento, mas na amizade também. No namoro, o casal poderá ter algum desentendimento, poderá ter alguma atitude que não te agrade, o rapaz ou a moça poderá agir com estresse ou sem pensar, poderá ter alguma característica que seja contrária a sua, dentre outros. No casamento tudo pode acontecer. Devemos lembrar que teremos a nossa própria casa e nossas regras. Além disso, passará a conviver com o marido ou esposa até ficarem velhinhos, de bengala (sendo fofinha rsrsrs. Casamento é pra vida toda). No casamento vocês passarão por uma fase de adaptação e isso pode gerar muitas mudanças em você e na sua maneira de pensar. Quando casarem, devem também compreender que os defeitos também vão existir, mas não devem se apegar a esse detalhe. É preciso um bom diálogo e buscar orientação para que estes não gerem conflitos maiores. 


O amor não é perfeito, mas às vezes, os defeitos da pessoa também nos completa. Isso mesmo que você leu. Na vida, nem tudo vai ser como queremos. Você que já conheceu alguém e está namorando ou em um noivado sabe do que estou dizendo. Você também terá defeitos e a pessoa que está do seu lado te ama do jeitinho que você é. Se algo incomodou, nunca devem esquecer que o diálogo é uma ferramenta poderosa no relacionamento. Além disso, devemos estar sempre prontos para ouvir o que o outro tem a dizer. Guardar mágoa ou rancor só irá gerar barreiras entre vocês e acredito que não é bem esse o objetivo de vocês certo? 

Pra finalizar queridos irmãos, quero dizer a vocês que somos princesas e príncipes do Senhor. Não fiquem com receio de mostrar ao outro seus defeitos durante a amizade ou relacionamento. É importante que o outro te conheça, pois de alguma maneira, os defeitos influenciarão nas suas decisões. Não deixem este passo para depois do casamento, para que não haja decepções ou arrependimentos. Lembre-se que você é perfeita e perfeito aos olhos do Pai. 

Você não precisa ser 100% perfeito (a) para alguém te amar. Se alguém ama você, é porque te aceita como você verdadeiramente é! 

Que o nosso Deus e amado pai os abençoe! 

Rafaella Lima

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 21 de novembro de 2016
Tag :

Muro que tapa o sol!

Olá, pessoas! Mais uma quinta juntos e quase nostálgica. Semana passada sei lá pq, lembrei de uma peça que apresentei na igreja qd criança (tenho fotos fofas). Contava a história de uma formiguinha desobediente que saía do formigueiro em pleno inverno e acabava com a patinha presa na neve. Desesperadamente ela pediu a ajuda do sol, mas o muro estava na frente dela, portanto ela clamava:

"Muro, tu que és tão forte, que tapa o sol, sol que derrete a neve, solta o meu pezinho!"

Tá, Iky, o que eu tenho a ver com isso? Tvz nós dois tenhamos muito! Foquemos na frase: "muro que tapa o sol". É comum nesta nossa vida de "formigástica pequeneza" darmos de cara com obstáculos muito, muito maiores que nós. Eles parecem tão grandes, insuperáveis, verdadeiras muralhas! 


Mas estou aqui para te trazer uma mensagem de esperança. Wow! Ainda que você não consiga ver o sol, porque o obstáculo enorme está ali tão perto, acredite, o sol existe e ele é surpreendentemente maior que o muro. Talvez o muro bloqueie um pouco sua visão, mas ele não pode conter o sol, o astro-rei continua lá, imponente em força e luz!

Na maior parte das vezes a questão é que estamos perto demais do muro e muito longe do sol. Se aquilo que poderia expurgar nossas friezas e prisões parece inalcançável, eleve um pouco o olhar, sim, estique o pescoço o máximo que puder e "olhe para o céu: o amor vem de lá", o sol da Justiça continua brilhando lá, liberando seus fachos de luz sobre nossa pequeneza! Muros não podem escondê-lo, mas se tentarem, Ele até derruba as muralhas, Ele já fez isso antes. =)

Bem, hoje eu tenho que me despedir com esta música!


Ósculos solares =D,


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Eu mudei. Foi pela CRUZ!

A vida é repleta de mudanças. Desde o ventre da nossa mãe o Senhor tem cuidado de nós de uma maneira poderosa. Aos poucos, fomos crescendo e assim formando a nossa personalidade. Alguns cristãos nasceram e cresceram no evangelho. Outros, com o passar dos anos, decidiram mudar os rumos da sua história e trilhar nos caminhos do Senhor.

Ao crescermos e termos nossas responsabilidades, passamos a enxergar o quanto nossa vida mudou. Será que somos os mesmos que há cinco anos atrás?

Pode até ser que na aparência permanecemos os mesmos ( com 25 anos, mas com a cara de 15 haha), mas algo mudou no nosso interior e na nossa mente, porque fomos transformados pela cruz. Hoje você pode ter os mesmos sonhos de quando era criança, mas algo mudou. Você não é mais aquela menina que acreditava em príncipe encantado. Você não é mais aquele rapaz que achava que seria o top dos jogadores de futebol. Você agora pode estar se perguntando o que quero dizer com este texto.

Quero te dizer que Jesus nos moldou e molda o nosso caráter. Ele transformou e transforma a nossa mente. Ele purifica a nossa alma e toca o nosso coração de uma maneira sobrenatural quando ficamos mais pertinho dele. Meus amados (as) irmãos (as), não somos mais os mesmos. Somos povo escolhido desde o ventre da nossa mãe. Todos os dias ele cuida de nós, dos nossos sonhos, planos e projetos. Não somos mais crianças. Aprendemos que a vontade do Senhor está acima da nossa.

Aprendemos que para conquistar o que desejamos é preciso trabalho e esforço. Que casamento exige responsabilidades e que é uma das decisões mais importantes da nossa vida. Que a palavra de Deus é nosso guia. Que tudo que fizermos deve ser para glorificar o seu nome. Que devemos amar a Deus acima de todas as coisas. Jesus é tudo em nossa vida.

Eu te convido a pensar na sua vida, desde a infância até hoje. O que mudou no seu interior?

Quem somos nós?

Quais os nossos sonhos e pensamentos?

Como está o nosso coração e a nossa mente?

O que quero para o presente e o futuro?

De uma coisa eu tenho certeza: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vive-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2:20)


Mudamos sim. Não somos mais os mesmos, pois CRISTO habita em nós!


Rafaella Lima 

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 14 de novembro de 2016
Tag :

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons