domingo, 12 de junho de 2016

Já namoravam a um ano, Ele guitarrista do ministério de louvor e Ela trabalhava com o ministério infantil da igreja. O relacionamento começou bem, debaixo de obediência, oração, seus passeios eram todos com irmãos da igreja ou algum irmão caçula do casal.
Eles se conheceram há mais ou menos uns três anos e meio, Ela sempre pertenceu a essa congregação, mas ele Era da filial em uma cidade grande. O namoro parecia ir muito bem, o desejo pelo casamento crescia mais todos os dias no coração dele, ele insistia que ela era o amor da sua vida.
Cada um acompanhava a sua rotina, Ele já tinha acabado de se formar e Ela tinha começado seu estágio, o curso sem dúvidas era pedagogia. Tudo parecia ocorrer bem, mas um dia Ele chegou na casa dela e os seus pais resolveram ir ao mercado fazer umas compras. Um filme foi colocado, mas uma outra face de seu namorado se revelou e ela se mostrou uma moça em apuros.
Reações primárias surgem:
- Amor, o que vc pensa que está tentando fazer?!
- Amor, eu só quero te amar!
O diálogo foi cansativo e Ela não aguentava mais, então seus pais chegaram e Ele foi embora. Ela jamais esquecerá do egoísmo dele ao querer se satisfazer...
Ela tinha pouco mais de 1,50 m , mas era moça guerreira e de oração. E entregou isso nas mãos de Deus, após conversar com o Pai, Ela recebeu um WhatsApp e viu que era Ele, se redimindo, falando que a amava e pedia perdão. Friamente Ela pegou o celular e respondeu: “Tá”. Ele percebeu que havia algo errado e começou surpreendê-la diariamente. Ela conversou e disse que não negociava o que Deus tinha colocado na vida deles, Ele aceitou o trato. Eles ficaram em uma boa.
Algum tempo depois, em uma noite fria, o celular dela toca é Ele pedindo para ela acordar cedo para ele fazer uma surpresa, no outro dia eles completariam dois anos de namoro e ela embarcou no sonho de talvez ser pedida em casamento.
Os amigos músicos o acompanharam-na serenata e Ele levou uma rosa branca para Ela, a vendou e colocou a no carro.
No carro as músicas românticas embalavam o caminho.
- Amor, chegamos!
Disse ele. Rapidamente, ela perguntou:
- Onde?
Ele sorriu. Quando ele a mandou sentar percebeu que não era um parque, praça ou restaurante. Era uma cama com lençóis acetinados, ela logo percebeu a didática do cafa. Como pôde?! Ela disse. Ele falou: - Eu te amo!
Ela disse não, Ele disse adeus.

Ela seguiu a sua vida perseverando e pedindo a Deus resiliência, Ele sumiu e a notícia é que ele havia engravidado a outra.    

Talvez esse não seja o texto apropriado para a ocasião e quero deixar claro que essa é uma história fictícia. Mas sei que talvez todos nós já vivemos algo parecido ou talvez conhecemos alguém que tenha vivido.

Esse fim poderia ser diferente. Todos nós pecamos, mas se nos arrependemos Deus concede a Graça (não me canso de dizer, favor NÃO MERECIDO!), e conseguimos vencer qualquer tipo de tentação inclusive a sexual.

Que nesse dia dos namorados, pensemos em viver para Deus independente de datas. Presenteie ao Senhor todos os dias com a sua vida, vivendo uma vida de renúncia e santidade, afinal Ele é o nosso lindo noivo e maior amor de nossas vidas!

Feliz dia dos namorados,
Isabelly Santos 

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons