Archive for Agosto 2016

Vênus e Júpiter se Beijaram

Não, isso não é sobre astrologia. Creio que o signo de todos aqui é Leão de Judá e a resposta dos nossos dias é encontrada nas páginas da bíblia. Mas assim como contemplador das palavras maravilhosas do PAI, também sou contemplador das obras que só as mãos d’Ele são capazes de fazer.
 
Esse sábado voltando para minha casa olhei para oeste no céu e vi algo que me chamou atenção, pareciam duas estrelas juntas como em um abraço. Curioso que sou, após saber que amigos em outras cidades também viram fui pesquisar e descobri que era um fenômeno raro. Alguns jornais noticiavam que Vênus e Júpiter se beijaram, mas se tratava de uma espécie de alinhamento raro, visível aos nossos olhos, mas que só voltará a acontecer da mesma forma daqui a 49 anos.

Me sentir um privilegiado por contemplar algo tão raro. Pena não ter compartilhado minha visão com muitas pessoas, mas posso compartilhar uma reflexão de quanto são 49 anos. Quantos casamentos serão feitos nesse tempo? Quantas vidas serão geradas? Quantas vidas se findarão? Quantos risos, abraços e beijos serão vistos, dados e sentidos? Para o homem 49 anos vale uma vida, são gerações e algo praticamente momentâneo só é contemplado em 49 anos.



Isso é algo entre tantas coisas que nos fazem ver a grandeza do Criador. Você pode viver 100 anos e não contemplar o fenômeno se não prestar atenção, mas pode viver só 22 e ver algo diferente no céu estrelado. Você pode passar uma vida sem sentir a presença de DEUS e digo com certeza, ela não vai valer a pena, ou você pode buscar enquanto pode. JESUS pode voltar antes do próximo “beijo entre os planetas” (assim espero), ou pode voltar daqui a milênios. Não somos senhores do tempo para dizer, mas podemos seguir e buscar a ele enquanto é tempo, o tempo é agora.

Lembre,-se:

“O homem é como um sopro; seus dias são como uma sombra passageira. ” (Sl 144:4

Os 49 anos, os 5 da faculdade, os 18 da menoridade ou as muitas dezenas dos anciãos não são nada perto da eternidade. Não deixe de contemplar a presença de DEUS, a obra, a vida e vida em abundância só JESUS te dá.

Presente de Adriano Pardim 

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 29 de agosto de 2016
Tag :

“... MERGULHANDO NO LEITE E NO MEL ...”

Enquanto, a dita “outra metade da laranja” não aparece madurinha, suculenta e pronta para ser descascada; eu, você e todos os solteiros que querem deixar de ser, investem tempo e criatividade imaginando a face do motivo de uma futura mudança no status na vida civil e espiritual.  

Estar solteiro, para quem sabe aproveitar a vida com ordem e decência; afinal “Tudo me é permitido”, mas nem tudo me convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada domine. (1 Coríntios 6:12); é um momento maravilhoso!  Agora para os que têm um apego todo especial por Gênesis 2: 18 “E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.”; eu tenho um comunicado muito importante pra fazer: Chegou a hora de "mergulhar no leite e no mel"!


 Nãooooo... Ninguém esta dizendo para você pegar todo leite desnatado da dispensa e misturar com açúcar cristal, pois mel mesmo você não tem em casa =D. Se Ester que era a maior “Tchutchuquinha” em formosura física e espiritual, ficou um ano se preparando para conhecer seu esposo e Rei Assuero, quem sou eu para crer que a obra em minha vida já foi concluída? Tudo bem, a palavra de Deus atesta sua capacidade para terminar o que começou, mas eu e você sabemos que muitas vezes complicamos a efetivação desses processos de cura e maturidade emocional, movendo nas histórias que já deveriam ter sido lançadas no mar do esquecimento, né?! Antes de fazermos uma lista com TUDO que idealizamos no outro, precisamos buscar no Senhor as respostas e caminhos para sermos esse “alguém” com quem vale a pena dividir a vida e construir uma história. 

Falta paciência e jogo de cintura com a família? No casamento as batalhas vão ser maiores. Não conseguiu organizar suas finanças ainda? Sustentar uma casa não é brincadeirinha de criança. A frieza espiritual tem um cafofo próprio e bem equipado em teu coração? Não é o sim do altar, muito menos a Lua de Mel, que vai esquentar a tua relação com Deus.  Preparemo-nos diariamente, não apenas para um casamento carnal com um (a) Todo (a) Abençoado (a). Somos a Noiva de Cristo, e os frutos do Espírito Santo precisam ser os adornos que semeamos e colhemos ao longo de nossas vidas até a chegada do verdadeiro Noivo... E Ele logo virá!

 Beijos e Queijos,
Tacila Sousa


sábado, 27 de agosto de 2016

Perto - Henrique Cerqueira feat. Marcela Taís ♪♥♫ #fridaysong

Música fofa como eles dois são. Nosso projeto casa Marcela e Henrique não deu certo, então, vamos arranjar outra amada para ele? ") O #worksolteiros esta semana está muito Henriquesco! (Só essa semana? rsrsrsr)


Teu sorriso tem propriedades medicinais
Uh, I don't know why, it's like a shiny day
When my heart is like a lonely night
Basta ver você sorrindo, baby
Like a shiny day

Olhando uma estrela lá no céu
Ardendo a milhões de anos luz
Eu penso em você
Que mesmo longe, na noite saudosa
Brilha aqui dentro, em mim, maravilhosa
Ponteando no breu da saudade
Meu Sol de bem querer

Ai, que vontade de ficar bem perto
Ver num sorriso o dia amanhecer
Ai, que vontade de ficar bem perto
Bem pertinho nunca vai anoitecer
sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Corpo atlético

Esta semana o Rio se despediu das Olimpíadas e as Olimpíadas se despediram do Rio, mas ainda temos muito o que aprender desta experiência. Hoje eu convido você a pensar sobre o corpo atlético dos nossos olímpicos. "Hum, vamos lá..." (Alguns já se empolgaram a esta altura do texto, espero que continuem empolgados rsrs...)

É impressionante o trabalho que o esporte faz no corpo dos atletas e o mais interessante é que cada esporte deixa o corpo deles diferente. Lembro que não queria fazer natação quando era mais nova com receio de ficar com ombros muito largos (resultado de minha bobagem? Uma criança nada mais rápido que eu #fails). Os ginastas também tem os troncos muito fortes, porque eles sustentam muito peso e exercitam muito essa região, a maioria deles não é muito alta, também. As patinadoras do gelo tem as pernas e o bumbum bem definidos e fortes. Jogadores de futebol geralmente têm aquelas coxas que fazem as moçoilas clamarem por misericórdia apertando os olhos. Assim vamos, esporte a esporte...



Refletindo sobre isso, percebi que o propósito muda você. Quando você vive por algo, se dedica àquilo como um alvo, tal como a medalha olímpica, isso lhe muda de algum modo. Lembro das palavras do meu amigo apóstolo Paulo (é amigo mesmo, pq ele me dá altos conselhos, me fala a verdade na cara... #parça): "trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus." (Gl 6.17b). Esse cara viveu pelo propósito do Reino e trouxe em si as marcas de Cristo. Não, ele não tinha roupas do EEE, do Loucos por Jesus, nem da Juventude de Atitude, tampouco do @worksolteiros. Ele não tinha "Jesus é o Senhor" tatuado nas costas, mas outras tatuagens de chicotadas e tantas feridas por não abrir mão de sua missão.

Como no corpo dos atletas, a mudança naquele que vive por um propósito vem por esforço, vem por meio da dor, do sofrimento, suor, às vezes sangue, muitas vezes lágrimas. É certo que há a propensão natural; força, altura... O comprimento dos braços do Phelps, assim como das pernas do Bolt, contribuem para que eles sejam estes "fenômenos", mas como diz Pedro Gabriel: "Sem esforço, o que é dom dura pouco." O que você precisa para cumprir e viver seu propósito, Deus deu gratuitamente a você, como para eles. Agora é hora de dedicar-se e viver por Ele. Se esforçar, sim, renunciar. Você tem não uma medalha, mas uma coroa para conquistar. 

Enquanto pensava neste texto me senti arguida: "E você, Iky, seu propósito lhe mudou em quê?" Então comecei a lembrar de como Cristo tem mudado meu jeito de ser, meus projetos, minha forma de pensar, de amar, me levou a abrir mão de algumas coisas e valorizar outras. Percebi que não sou mais a mesma e tenho a plena convicção de que muito mais marcas ainda precisam me mudar.

Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, uma incorruptível. Pois eu assim corro, não como a coisa incerta; assim combato, não como batendo no ar. Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado. (1 Co 9:24-27)
Ósculos olímpicos,
Iky Fonseca
quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Romantismo

As folhas caidas se multiplicavam com o vento. Por mais que fossem varridas e deixadas junto ao amontoado de lixo, novas caiam e enchiam o chão das cores do outono. As nuvens estavam cheias e sem formas. Que canção caberia entre o céu nublado e as folhas no chão? Alguém havia dito sobre Deus ser romântico. Como? Como seria o romantismo para o Criador? Talvez aquela manhã precisasse de lentes românticas sobre ela. Em que "lugar" estariam as do Eterno?

Alguém que te inspire a cantar poesias? Fidelidade? Amor eterno? Alguém que morreria por você? Que viveria ao seu lado mesmo nos dias sombrios? Que discorde e te corrija por te amar? Que te traga doces consolações? Que tenha um olhar amigo com ou sem palavras? Que te faça rir? Concordei, Deus é romântico.

Poderia saber pouco sobre o romantismo dEle, sem saber ao certo se esse seria o melhor nome para essa virtude no Amado; poderia também pouco saber sobre o romantismo literário. O moço trazia esse que as mulheres tendem a guardar um pouco mais, o romantismo que acontece nos relacionamentos. Que se poderia levar de bom sobre ser romântic@? A forma de ver as coisas a volta, as pessoas, de contemplar a Deus? De viver um relacionamento a dois? 


Romântic@ sem pretexto de escapulir da realidade, pés no chão. Eram lentes de sensibilidade, de contemplação da vida.



Sobre contemplação:
Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas que se derivam da tua lei. Salmos 119:18

Música de Henrique Cerqueira para @s romantic@s de plantão:




Bárbara Uinan





quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Amor vira poesia

Quando eles se olhavam, tudo ao redor desaparecia, tudo se tornava um vácuo. Os dois olhares se conversavam numa conversa inaudível, conversa olho no olho e alma na alma. Ao ouvido dela as batidas do seu coração soavam como melodia que toca na sua caixinha de bailarina. Ao ouvido dele era o canto dos pássaros que costumava ouvir na sacada da sua casa. Talvez ela não soubesse, mas ele era a resposta das suas orações. Talvez ele também não soubesse, mas ela era a resposta das suas orações. Era o amor. O amor que Deus havia preparado para ambos. 

Quando o vácuo ao redor se dissipou, eles se cumprimentaram com um sorriso tímido, e foram até o vendedor de algodão-doce. Ficaram conversando até o crepúsculo da tarde pintar o céu. O que eles conversaram, só Deus e os algodões-doces sabem. Só sei que depois, um tempinho depois, a união foi consolidada. Duas almas foram unidas, formando um elo que nada no mundo poderia separar. Era o amor que foi escrito para aquelas duas vidas. Era amor e poesia, da forma que só Deus escrevia.




Amanda Moreira
segunda-feira, 22 de agosto de 2016
Tag :

2000 caracteres

Hi guys, como vão vocês? Hoje me lembrei de uma coisa bem acadêmica, quando fazemos resumos geralmente nossos professores pedem a extensão de 2000 caracteres, então decidi fazer o texto abaixo com esse tamanho para você enviar a pelo menos um amigo não cristão. Para que ele possa ser tocado e talvez entender porque ele ainda não se rendeu ao evangelho.



Talvez você nunca tenha ouvido falar de Jesus ou do evangelho, ou possa ser que ouviu alguém falar sobre um escândalo envolvendo pastores ou cristãos. E talvez isso possa ter te impedido de procurar a conhecer Jesus. Um senhor tão bom quanto Deus poderia muito bem viver sem as nossas vidas, mas o seu desejo era que todos fossemos salvos e alcançados pelo seu terno amor, alegre-se porque hoje você ouvirá as boas novas do nosso Senhor!

Esse ano tive uma experiência que mudou a minha vida, dispersar as boas novas, ou se preferir, lançar as sementes do evangelho. E isso mudou a minha forma de ver o evangelismo. Bem, não sou tão nova na fé e já tinha feito evangelismo várias vezes, mas esse ano pude participar de um evento da Igreja Batista, chamado Caravana Missionária da Esperança. Minha avó já vai a vários anos e sempre me perguntei como seria lá e decidi ir.

Acredito que muitos de vocês leitores já tiveram alguém batendo em suas portas para falar de Deus, eu já tive, confesso que não gostei, mas estar do outro lado da porta é simplesmente maravilhoso. Eu vi em olhos a esperança para mudar de vida, olhos sem brilho enxergando um futuro melhor ao lado de Cristo, mas também pude notar pessoas que rejeitaram a Cristo por problemas dentro de igrejas ou com irmãos. Refletindo sobre isso, pergunto: “O que aconteceu com o evangelho genuíno?”

Ontem ouvi um podcast que falava sobre profanar o nome de Deus ou se preferir, falar o nome de Deus em vão. Será que o maior problema atrelado ao evangelho é falar o nome de Deus ao ver uma catástrofe? Se você acha que sim, lamento dizer que o nome de Deus em vão vai muito além disso. Quando um pastor ou pessoa fala em nome de Deus por uma coisa que não foi Deus realmente que falou, ele está usando esse nome tão poderoso para dar crédito a algo que veio ele mesmo pensou, ou seja, está dizendo o nome de Deus em vão.

E talvez seja isso que tenha afugentado as pessoas de Cristo, porque as pessoas erram e algumas pessoas de "Deus" julgam e outras hipócritas pecam, mas não se rendem a Deus e não confessam os seus pecados nem a Deus, porque Ele já sabe, não é verdade? 

Nós as cartas vivas do evangelho que muitas vezes está manchada pelo ego inflamado e pela santidade exacerbada que não vem de nós. Muitos esquecem que a presença de Deus é tudo que pode nos impedir de pecar e fracassar mais uma vez, não vem de nós para que não gloriemos, vem Dele para que dependamos desse Pai tão amoroso.

Que nós cristãos possamos ser mais dependentes da soberania de Deus e de entender que nossos esforços santos de nada valem se não for pela graça e misericórdia. Desejo também, que você não cristão entenda que a igreja é um hospital, um lugar cheio de pessoas doentes, mas que sabem que precisam da cura, então se houver um pecado ou confusão em uma igreja, lembre-se eles são tão humanos quanto você, logo podem errar também.


XOXO, 

Isabelly Santos

P.S. 1: O texto não tem só 2000 caracteres, acabou ficando com 198 a mais; 
P.S. 2: O último paragrafo do texto não é uma justificativa para pecar, afinal, estamos em guerra! 
domingo, 21 de agosto de 2016

QUANDO FOI A SUA PRIMEIRA VEZ?

Hoje quero bater um papo sério contigo... Não precisa responder na frente da tela, bem como, sentir-se constrangido (a). Você lembra quando foi à primeira vez em que foi exposto à Pornografia? A infância na década de 90 era uma maravilha! Ainda podíamos correr pela rua, nada de internet como distração primordial e a imaginação era a maior aliada das crianças, que como eu não tinham muito dinheiro ou brinquedos de última geração. Lembro-me que, a Pornografia chegou em minha vida primeiramente pelos ouvidos: Eu amava os Mamonas Assassinas, e sabia com destreza as coreografias do É O Tcham. Hoje, compreendo que expressões como “descendo na boquinha da garrafa” ou “ ainda não comi ninguém”, possuem mais contextos subliminares do que minha criança interior e exterior poderia compreender naquela época.


E o pior: O nível de mensagens pornográficas, ofertadas para meninos e meninas já na primeira infância (entre 0 á 7 anos) é mais claro e objetivo a cada dia, fomentando assim o despertar extremamente prematuro de uma sexualidade inapropriada. Músicas, filmes, comerciais, jogos, novelas e até mesmo propagandas, bombardeiam todos os dias apelos diversos pra questões sexuais que comunicam visualmente e sensorialmente com nossa carne. 

Paulo nos alerta em Gálatas 5:19 que “ As coisas que a natureza humana produz são bem conhecidas. Elas são: a imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes” e, não é preciso mover muito na feriada individual para perceber que carência e incertezas sentimentais, são armas bem eficientes para tirarem a santidade como foco dos solteiros cristãos, como eu e você.

Condenar, apontar e julgar não é caminho de cura para pessoas que desenvolvem ao longo da vida o vício em consumo de Pornografia, bem como, a santidade não é um lugar alcançado por meio de um voto de silêncio. Creio que o caminho mais fácil é trabalhar as nossas fraquezas com sinceridade, buscar as respostas para nossas dúvidas sexuais e clamar ao Senhor pelo renovo dessa parte tão importante para nossa caminhada na fé. Esse ano, o Workshop de Solteiros vai colocar o dedo nessa e em outras feridas, reconhecendo as nossas dúvidas e crendo nas respostas que a Bíblia traz sobre essa e outras questões relacionadas ao verdadeiro presente que Deus nos deu, para ser aberto e desfrutado no momento certo; e você é o nosso convidado. Vamos falar francamente sobre Sexo?
Chega logo Dezembro!

Beijos e Queijos,
Tacila Sousa
sábado, 20 de agosto de 2016

Você vai doar sangue pra alguém?

Esta semana indo buscar minha carteira de doadora, vi uma dessas cenas simples que reacendem a esperança: um senhorzinho na faixa dos seus 50, 60 e poucos anos me abordou prontamente e perguntou:
"Você vai doar sangue pra alguém?"

E em seguida me explicou que ele estava buscando doadores pra sua esposa que estava fazendo cirurgia. No pouco tempo que precisei esperar por lá, vi que ele repetiu o "procedimento" com todos que chegavam. Era muito mais ágil que os atendentes. Ele ainda pedia que conseguíssemos outros doadores em nosso círculo de amigos.

Mas por que estou contando esta história para vocês? É porque em tempos de tantos casamentos dando errado, tantos maus exemplos, tantas histórias frustradas, ver a dedicação daquele homem pelo bem da sua esposa, moveu meu coração e o encheu de esperança. Ainda existem cônjuges que se doam um pelo outro, sabe? Que se importam.

Eu acredito muito na família, eu vejo-a como o grande projeto de Deus na Terra, como meu pastor diz: família é uma coisa tão boa que até Deus quis ter uma. E olha, até a família dEle aqui neste mundo é imperfeita.

 "Famílias perfeitas são como montanhas azuis, você só vê de longe" (Jeremias Pereira)

Mesmo com toda sua imperfeição a família foi criada pra representar o amor de Deus e eu acredito nisso, tenho vivido isso e espero viver ainda mais quando tiver meu próprio lar. Isso é plenamente possível, mas não é fruto de geração espontânea, como dito num texto muito bom do Pe. Léo que li esta semana. O amor exige esforço, dedicação, treino, começo e recomeço, sem isso, ele vai morrer. Por isso temos tantos casos mal sucedidos até dentro de nossas igrejas.

Pra terminar, deixo este trecho inspirador:

Não existe nenhum amor mais intenso e profundo do que o amor conjugal. O envolvimento amoroso de um casal é o mais pleno que existe, pois implica corpo, alma, coração, sentimentos, emoções, sangue e sonhos. Tudo isso porque Deus o fez instrumento de revelação do seu amor por nós. (Léo Tarcísio Gonçalves Pereira)

Ósculos de esperança para sua família,
Iky Fonseca

P.S.: E você, vai doar sangue (vida) pra alguém? Experimente fazer isso pelos seus! ^_^
P.S.2: Procure o banco de sangue de sua cidade e seja um doador regular (desta vez no sentido literal). Jesus doou, vamos imitá-lo? ")
quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Alguém que lhe corresponda

Joana estava vivendo um dilema em sua vida sentimental, sua amiga Cássia também. A primeira havia conhecido Marcos, alguém que a atraia muito. No entanto, eram poucas as afinidades entre eles. Viviam estilos de vida diferentes. Apesar de logo perceber esses desacordos, permitiu que as conversas se estendessem, e passou a gostar dele mais do que gostaria. Cássia, por sua vez, estava em outro conflito. Rodrigo seu amigo há anos estava visivelmente interessado por ela. Mesmo rodeados por inúmeras afinidades, não conseguia sentir atração por ele. 

Passado algum tempo, Joana deu continuidade ao "trelelê" entre eles. Chegaram a namorar. Mas depois de diversas situações com relação a ele que a afligiam, de "abrir mão" de atitudes essenciais para ela, e das muitas promessas não cumpridas, resolveu deixar de lado aquela história.

E Cássia? Ficou um bom tempo indecisa, pois todos falavam que formariam um "belo casal", e que ele era "um rapaz pra casar". Entre sinceras conversas amigas com ele percebeu que seria possível acontecer de gostar além da fronteira da amizade. Eles tinham muito em comum. O que de fato aconteceu. Começaram a namorar. Espero que estejam bem, e que gerem bons frutos juntos.


(Esses causos são apenas ficção. Qualquer semelhança é mera coincidência.)


Encontrar afinidades nos ajudam a corresponder uns aos outros. A querer estar perto, a retribuir o sentimento. A atração física, no entanto, é relativa, nem sempre é possível explicá- la. Embora seja importante, não é suficiente em um relacionamento cristão. 

Deus nos trouxe uma ideia sobre correspondência em Gn 2:18:

"Então o Senhor lhe declarou: Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda". 

(Corresponder: retribuir, ser conforme, adequado; trocar cartas, mensagens, etc.)

Há um cuidado de Deus em fazer a mulher correspondente ao homem e o homem a mulher. Lembrando alguns princípios bíblicos é possível perceber que esse cuidado se estende ao estilo de vida das pessoas, e principalmente as formas de encarar a vida espiritual e o relacionamento com Deus. 

Quem nunca passou por um "amor" não correspondido, seja sentimentalmente ou nas afinidades?
A boa notícia é que há pessoas que lhe correspondem por aí, embora apenas uma é necessária. Que seja abençoado segundo a vontade de Deus.



Bárbara Uinan
quarta-feira, 17 de agosto de 2016

A vida

O sonho de uma vida pré-feliz
É viver o sonho de outras vidas.
Querer viver a vida de outra pessoa
É o mesmo que anular a sua vida, querer ter tudo e não perder nada é o mesmo que perder tudo e viver nada.
Não há vida de sonhos, ou sonho de vida.
Na vida o que sonha é o que se constrói e tudo passa como o vento ou o dia.
E cada dia é um novo dia o que não se podia ontem poderá amanhã ou hoje, só poderá acontecer se você viver um dia de cada vez sem esperar muito dele, e fazer tudo que puder de Bom nele.




MSM. 28/09/2002
segunda-feira, 15 de agosto de 2016
Tag :

In my arms - Jon Foreman ♫♥ #fridaysong

Então, eu não acreditei quando percebi que esta música ainda não estava aqui. Ela é simples e linda, tem uma melodia suave e apaixonante. É a canção de um noivo para uma noiva na véspera de seu casamento. "Love, we sleep apart for the last time...." ♥ Vomitei corações agora rsrsrrss... Ah, é linda, é Jon Foreman (da Switchfoot), é voz e violão, é... Ai, ouve aí!



Aqui,
Minha querida,
É onde
Nós nos livraremos do pesadelo
Eu sonho
Em segurá-la em meus braços
Eu sonho
Em segurá-la em meus braços
Em segurá-la em meus braços
Bem acordada
Em meus braços...
Acho que imaginei isso
Temos de ficar juntos
Como o litoral e o mar
Nós não somos só um
Estamos desenhados aqui juntos
Meu oceano e eu...
Eu sonho
Em segurá-la em meus braços
Eu sonho
Em segurá-la em meus braços
Em segurá-la em meus braços
Bem acordada
Em meus braços
Amor,
Nós dormimos separados
Pela última vez
Pela última vez
Eu sonho
Em segurá-la em meus braços
Eu sonho
Em segurá-la em meus braços
Em segurá-la em meus braços
Bem acordada
Em meus braços

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Encontros inesperados

Como nas poucas ocasiões em que acharam ouro na rua, há encontros incomuns. Esbarramos e sem esperar encontramos. Quem sabe uma música no ritmo procurado, aquele sapato "inumerável" para o seu pé, livros sempre indisponíveis, cursos; um tipo específico de sorvete, uma cor de batom, um perfume, um novo brother ou amooor, um pokemon (risos), um perfil de canal no YouTube, uma gama de coisas, pessoas, paixões e amores nossos. Criamos gostos e preferências que tornam os encontros especiais ou comuns. Não exatamente pela forma como acontecem, mais pelo o que é ou quem é encontrado. 

Os cenários, o frio ou o calor do dia, o nosso estado de espírito, quando não são o alvo do encontro, tornam- se secundários. Embora tenham importância pelos seus encadeamentos, o clima, o lugar, o nosso estado podem mudar numa topada.




Com certeza você já foi encontrado em estados diferentes. Como o encontraria agora? Muitas são as opções. Mas Deus não passa pelas variações que passamos. Quer passar a eternidade ao nosso lado. Ele quer estar com a gente, porque nos ama, ainda que estejamos em dias de mal humor, sem se importar com o nosso penteado, barba por fazer ou linguagem, mesmo que queira nos puxar as orelhas ou permanecer em silêncio. Ele sabe o quanto são especiais esses encontros. Que sejam também para nós, prazerosos, esperados e inesperados.

Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna. João 3:16



Bárbara Uinan
quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Esperança

Nesse último domingo ouvi uma mensagem sobre esperança. Fui levada a pensar no circuito que está a nossa volta, impulsionando muitos a deixar de esperar por boas notícias. Esse que vc também tem ouvido falar: conflitos socioeconômicos, políticos, crises humanitárias em diversos cantos do mundo, situações antigas que tem se intensificado. Mas voltando a mensagem, ela nos encorajava a esperar por boas novidades, a ter esperança, ainda que em meio a guerra.

Voei cá pra área das coisas do coração. Uma pergunta ficou comigo: Ainda temos esperado por notícias animadoras? Acreditamos que ainda tem café na garrafa? Que aquela matéria não está perdida? Que os alunos irão aprender pelo menos o sumo do conteúdo que vc tanto se esforçou pra passar? Que as crianças podem ser bem criadas? Que os jovens podem tomar juízo? Que é possível viver um relacionamento duradouro de pessoas imperfeitas, mas recheado com as coisas do alto, firmado em Jesus?

Observando as calçadas das ruas, percebi que mesmo em meio a superfície dura do cimento, em cada pequeno espaço onde havia terra, crescia uma faísca de verde. 



Seu "coração" está cimentado? Deve haver um pequeno espaço de terra em algum cantinho aí. Espaço suficiente pra esperança crescer. 


Todavia, lembro-me também do que pode me dar esperança:
Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a sua fidelidade! Lm 3: 21-23



Bárbara Uinan
quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons