domingo, 16 de outubro de 2016

Graça e paz, amiguinhos! Estou aqui para conversar com vocês sobre um assunto que já tratei faz algum tempo, na verdade graças a Deus esse assunto tem ganhado espaço principalmente entre as nossas meninas cristãs, o assunto é o feminismo.

Hoje, sabemos que o feminismo trouxe várias conquistas para as mulheres do nosso tempo, o direito ao voto, as melhores condições de trabalho, valorização do seu salário entre outras. Mas acredito que muitas feministas dos tempos atuais são apenas rebeldes com causas menores ou até mesmo sem causa.

Sem demorar muito tempo podemos encontrar muitas amigas que defendem o movimento piamente, inclusive algumas que se dizem cristãs. Isso é realmente assustador, mas no fundo, estamos nos acostumando com esse tipo de conduta, já que, no mundo que vivemos podemos ver essas disparidades em todos os lugares, a mesma história do socialista de iphone.

Acredito que alguns de vcs podem não conhecer o trabalho do cantor Tiago Iorc, mas eu estava ouvindo uma canção dele e todas as vezes que eu a ouço lembro as amigas feminazis, vou colocar um trecho aqui e se não houver escândalo posso até deixar o link (clique aqui) dessa música para vcs conferirem.

“Livre, era o que ela mais queria ser
Livre, pra ir e vir e ser o que quiser
Quando quiser e se quiser”

Esse primeiro trecho podemos ver que o cantor refere-se ao público feminino e deixa claro a postura feminista de pensar e de assumir responsabilidades, “meu corpo, minhas regras”. Mas o mais importante é que a canção não acaba nesse paragrafo e ele fala várias coisas fantásticas, nas quais podemos ver a mulher atual (ou algumas delas) expressadas em palavras e melodias.
Mas a mensagem mais importante dessa música em meu ver se encontra abaixo:

“Livre, não por acaso, acaso não condiz
Quando condiz com o que se quis
E só o tempo só pra descobrir
Se a liberdade é só solidão
E só o tempo só pra descobrir
O que vai ser...”

Uma das expressões mais ouvidas por mim por meninas a partir de 15 anos é “Pegue e não se apegue”. Até meninas que sonham com um lindo romance, se desencantam muitas vezes (até mesmo por não saberem escolher a pessoa certa) e preferem não viver a expectativas de um amor. Escolhem a liberdade, mas será mesmo que essa não é apenas solidão? Esse estilo de vida vem muitas vezes atrelados a uma vida profissional promissora gerada em úteros bem jovens ainda.

NUNCA tivemos problemas em a mulher trabalhar fora (biblicamente falando), depois vamos ver melhor com calma. Mas a mulher tem um papel muito importante dentro de seu lar. Um papel de cuidar e manter seu lar em harmonia. Com a ascensão da mulher no mercado de trabalho vemos muitas vezes seus filhos sendo criados pela internet e televisão, já podemos ver os frutos dessa geração criada sem a participação ativa das nossas mulheres, mas ainda quero expressar que com esse texto não quero isentar a reponsabilidade paterna de seu lar! E muito menos dizer que a mulher não pode trabalhar.

Acredito que o casal deve acordar sobre como proceder o ritmo de trabalho (dos dois inclusive) um tempo para o casal é fundamental e quando os filhos nascem é preciso que esse tempo se multiplique. Porque o tempo dos filhos e com a família não substitui o tempo do casal, guys!

Essa semana meu amado namorado me mandou um texto que fica no livro de provérbios, capitulo 31. Acho que a maioria de vocês devem conhecer, aquele mesmo da mulher virtuosa. Mas lendo o trecho com atenção pude perceber novas informações.

“Uma esposa exemplar; feliz quem a encontrar! É muito mais valiosa que os rubis.
Seu marido tem plena confiança nela e nunca lhe falta coisa alguma.
Ela só lhe faz o bem, e nunca o mal, todos os dias da sua vida.
Escolhe a lã e o linho e com prazer trabalha com as mãos.
Como os navios mercantes, ela traz de longe as suas provisões.
Antes de clarear o dia ela se levanta, prepara comida para todos os de casa, e dá tarefas as suas servas.
Ela avalia um campo e o compra; com o que ganha planta uma vinha.
Entrega-se com vontade ao seu trabalho; seus braços são fortes e vigorosos.
Administra bem o seu comércio lucrativo, e a sua lâmpada fica acesa durante a noite.
Nas mãos segura o fuso e com os dedos pega a roca.
Acolhe os necessitados e estende as mãos aos pobres.
Não receia a neve por seus familiares, pois todos eles vestem agasalhos.
Faz cobertas para a sua cama; veste-se de linho fino e de púrpura.
Seu marido é respeitado na porta da cidade, onde toma assento entre as autoridades da sua terra.
Ela faz vestes de linho e as vende, e fornece cintos aos comerciantes.
Reveste-se de força e dignidade; sorri diante do futuro.
Fala com sabedoria e ensina com amor.
Cuida dos negócios de sua casa e não dá lugar à preguiça.
Seus filhos se levantam e a elogiam; seu marido também a elogia, dizendo:
"Muitas mulheres são exemplares, mas você a todas supera".
A beleza é enganosa, e a formosura é passageira; mas a mulher que teme ao Senhor será elogiada.
Que ela receba a recompensa merecida, e as suas obras sejam elogiadas à porta da cidade.” Provérbios 31:10-31

A mulher descrita em provérbios é bela, empreendedora, patroa, administradora, agricultora, professora, boa mãe, costureira, representante da sua família, ela é bem mais que uma mulher que trabalha fora ou apenas “dona de casa”, ela é tudo e muito mais, ou simplesmente pode ser chamada de serva, onde executa muito bem os seus afazeres para cuidar bem de sua família e da sua comunidade.

Que nos espelhemos nessa mulher e sejamos mais valiosas que rubis!

Um beijo e até a próxima,
Isabelly Santos

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons