Archive for Fevereiro 2017

"Se sua vida é controlada pelos seus medos...



...Você está se sabotando."

O medo faz parte da vida humana, e nós o percebemos quando descobrimos que não somos ilimitados. Existe sempre a expressão do medo onde existe um limite.Quem de nós não se sente ansioso e com medo diante das provações, de você mesmo, por medo de altura, de ser traído, de morrer, de envelhecer, no novo, no inesperado, de tentar, de ir além, de ser feliz, de cantar ou falar em público, do desemprego, crise familiar, violência?! A vida parece grande demais para caber dentro do seu coração. todos nós temos medo, e não é problema nenhum ter medo porque o medo na medida certa faz parte do nosso processo de sobrevivência, nos faz praticar a prudência. O problema está em transformar o medo num obstáculo para nossa provação. Quando ele começa a reger a nossa vida, o medo se transforma numa situação nociva pois, ele vai nos impedir de começar muitas coisas porque tivemos medo de arriscar, medo de ir além.



O primeiro passo se quisermos despertar a coragem, é reconhecer a nossa vulnerabilidade. o nosso medo precisa ser olhado de frente para que na medida certa, ele possa nos ajudar a alcançar os lugares que verdadeiramente precisamos estar. Somente quando conhecemos em quê nós somos vulneráveis, saberemos encontrar as melhores condições para nos defender. Quando a gente reconhece que não consegue nada sozinho, temos que lembrar que não estamos sós e que existe um Deus que desde o início nos oferece um braço que pode nos sustentar no momento do medo. Ele nos capacita e nos encoraja por acreditar em nós! Só Ele tem poder pra nos libertar porque é quando estamos fracos é aí que ficamos fortes. 

A fé é um instrumento que nos faz avançar nesses territórios e o medo não combina com a fé. 
Quantas vezes você se negou a fazer algo por ter medo de não conseguir, de não se achar capaz, de achar que outros vão te julgar?
Deus quer aperfeiçoar você e quer usar você onde Ele te colocou. Se você está onde está é porque Ele acredita que você é capaz de fazer MUITO mais do que você acha que consegue mas, você precisa colocar tudo nas mãos dEle. E ele resolve. Tenha certeza disso. 
Depois que você se entender com Deus, faz uma lista de todos os seus medos e dê um check em quais você conseguiu se livrar, são muitos, mas é assim, se livrando dos seus medos que você permite que Deus tenha uma oportunidade de agir. E lembra de sempre pedir a Deus pra que Ele trabalhe em seu coração pra que você seja cada dia mais livre, cada dia mais inteiro. E lembra, se tiver com medo, vai com ele mesmo mas vai. Só assim que as coisas acontecem.

E o que eu desejo pra você, é que assim como diz a letra da canção, que o seu único medo seja apenas de ficar longe do seu Redentor.




Da pessoa que era a mais medrosa do universo,

Natasha Zucolotto.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Carta a uma amiga noiva

Existe uma maravilhosa graça no casamento. A graça de ver as bênçãos de Cristo através das vidas daqueles que estão dispostos a sujeitar-se a soberania de Deus ao ponto de obedecer o santo mandamento explicito em Efésios 5:22-28.

Não sou o que se pode chamar de autoridade ao falar de casamento, afinal eu nunca me casei, mas ao observar as escrituras, podemos falar com propriedade sobre essa graça adquirida no casamento. A graça de amar um pecador como nós mesmos. Ao entender essa verdade bíblica podemos “engatar a primeira” e ir nessa viagem sem volta, que é, o casamento.

Não quero desanima-los, sabemos dos contratempos que acontecem no casamento, e sei que existe uma beleza muito rica, detalhes simples tecidos com amor. Mesmo havendo fraquezas, quando Cristo é alicerce as coisas ficam bem.

Um café bem feito, uma roupa cheirosa, as contas pagas, filhos bem criados, tudo isso demonstra a graça de Deus no casamento. Graça essa, que produz a bondade no homem e que ele acaba compartilhando com sua esposa e o faz ama-la como Cristo ama a igreja.

Contudo, peço que não embarque nessa viagem pensando nas vantagens de ser casado. Você vai casar com um pecador tão miserável quanto você!

Imagine como você era antes de Cristo, pense como Ele te ama tanto que perdoou os seus pecados mais banais, aqueles erros que um cristão antigo na fé não deveria cometer, mas vc sempre desliza... Pensou?

Pensa na toalha molhada em cima da cama, ou nos atrasos de meia hora, até mesmo na teimosia ou um ciúme sem motivos, pensou?
É com esse ser que você está casando. Aquele que sempre erra e que tem uma natureza pecaminosa. 

Lembre-se, odeio o pecado do seu futuro cônjuge, não o odeie!
Por fim, com o amor semelhante o do Pai (se é que é possível) que você deve amar seu futuro esposo. Com uma capacidade incrível de liberar perdão todos os dias. Não é à toa que o relacionamento de 
Cristo conosco é comparado a um casamento, pense nisso antes de casar!

Felicidades aos noivos!
Com amor,
Isabelly Santos
domingo, 12 de fevereiro de 2017

Expectador ou espectador? #ortografiafeelings

Nossa língua é muito rica, e, em alguns momentos, complicada até mesmo para nós falantes nativos. Uma das maiores "pegadinhas" da Língua Portuguesa é o que a gramática chama de parônimos. Parônimos são palavras bastante parecidas foneticamente (no som) e/ou graficamente (escrita), mas com significados diferentes, por exemplo: imergir  (mergulhar) e emergir (subir à tona); acento (sinal gráfico) e assento (banco, cadeira), censo (contagem) e senso (aquela coisa que poucas pessoas têm e não dá pra comprar: juízo =P)... e mais listas e listas que um só livro não daria conta.

Pois bem, viajando por uma destas listas, descobri os seguinte parônimos:

Expectador - vem de expectativa, é aquele que espera. 

Espectador - como sabemos, é aquele que assiste a algo. 

Resultado de imagem para espectador

A Palavra de Deus nos ensina em vários trechos a esperar. Esperar é um ato de quem crê. A Bíblia nos fala de esperar com paciência (Sl 40:1), sabendo quem Deus é (Sl 33:20130:5). Gosto muito do que disse o profeta Isaías:

Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão. (Isaías 40:31)

Esse famoso trecho associa o esperar ao mover-se. Longe de uma perspectiva passiva, mostra que quem espera em Deus, alça voos ainda mais altos, com forças sempre renovadas pelo eterno. Esperar em Deus é ser expectador de suas promessas e não mero espectador (e isso ganha tanto mais sentido quando pensamos na espera pela maior promessa: a segunda vinda de Cristo!). Quem você tem sido?

Espera no Senhor, anima-te, e ele fortalecerá o teu coração; espera, pois, no Senhor. (Sl 27.14)

Ósculos com expectativa, 
Iky Fonseca
quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Teus caminhos

Andando por seus caminhos por vezes perdia- se em suas rotas. Para onde mesmo estava indo? De repente era como se o mapa estivesse escapulido de sua mente, e em meio aos brancos da vida, já não sabia se subia a ladeira, virava a esquina, ou simplesmente tocava a campainha da porta ao seu lado. Tantas opiniões e conselhos! Ter percebido que em meros momentos de distração trocava sal por açúcar como fez em suas tantas caminhadas, carimbava um atestado confirmando que suas tomadas de decisões sérias com base no método tentativa e erro eram uma opção descartável.

E se toda a questão se resumisse apenas em tomar decisões respiraria mais aliviada. Existia todo um caminho a ser percorrido depois delas, qual a melhor maneira de prosseguir por ele? Esse trecho poderia trazer inspiração:

Há três coisas misteriosas demais para mim, quatro que não consigo entender:O caminho da águia no céu, o caminho da serpente sobre a rocha, o caminho do navio em alto mar, e o caminho do homem com uma moça. (Pv 30:18-19)

Compreendia Jesus como o Caminho base para todos os seus caminhos. Mas percebia que existem formas de caminhar melhores que as suas, orientadas por Ele em cada processo. 

A águia não precisa apenas estar no céu, a serpente estar na rocha, o navio por sobre as águas e o homem com uma moça. A forma como eles caminham em seus circuitos desde o primeiro passo traz todo um mistério e diferença pra cada desenrolar de suas trajetórias.

Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas. Salmos 25:4

Bom e justo é o Senhor; por isso mostra o caminho aos pecadores.
Salmos 25:8

Que cada dia seja uma oportunidade de aprender os Seus caminhos,

Resultado de imagem para pessoas caminhando

Abraços,

Bárbara Uinan
quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Ao casarmos devo me firmar na igreja dele(a)?

Atualmente, o leitor (a) deste texto poderá estar solteiro (a) ou namorando. O texto vai para ambos, porque, inicialmente parece algo bobo, mas não é. Imagine que você está conhecendo alguém ou o seu namorado(a) faz parte de uma igreja diferente. Durante o namoro é comum você visitar a igreja da pessoa amada, conhecer o pastor (es), fazer novas amizades, etc. Da mesma maneira, o seu namorado (a) irá a igreja que você é membro para conhecer o local, ir a festividades, para apresentá-lo (a) como namorado (a), dentre outros aspectos. Como somos jovens compromissados com a palavra de Deus, sabemos que um namoro deve ter propósitos e o casamento é um deles. 

Mas Rafa o que o casamento tem haver com isso? Tem TUDO haver. O homem ele é o sacerdote. A mulher deve ser submissa. Ao casarem-se, vocês devem compreender que não podem permanecer em igrejas diferentes. As mulheres devem acompanhar os seus maridos. Existem casais de namorados em que o rapaz, ao casar-se, decide ficar na igreja em que a esposa frequentava. Mas, a mulher deve estar preparada e ter maturidade para compreender que pode sim ocorrer o contrário. Não seria e nem será ideal que cada um fique na sua igreja, distante um do outro. É preciso que ambos andem na mesma direção.

Em Amós 3:4 diz: “Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?”


A amizade e o relacionamento são fases ideais para as decisões. Na amizade você tem a oportunidade de conhecer a pessoa, suas qualidades e defeitos, seu jeito de ser, o que gosta de fazer, a comida predileta, etc. O relacionamento é o momento de focar nos propósitos do casal e pensar seriamente se querem ir adiante, ou seja, até o dia do SIM. Ser de igrejas diferentes não impedem o casal de ter um relacionamento, mas ambos devem estar preparados para as mudanças, principalmente as mulheres. Pensem e analisem. Cada caso é específico. Mas devemos pensar se estamos dispostos a mudar de igreja. Todos nós servimos ao mesmo Deus, mas cada instituição possui suas doutrinas e devemos respeitá-las. Se você acha que não consegue ou não quer mudar, está na hora de pensar com calma e conversar com seu namorado (a) sobre o assunto. Não alimente esperanças de mudança no companheiro e nem force a barra até o casamento para que depois você não sofra por ter tomado a decisão errada. É de fundamental importância que o casal converse sobre o assunto e estejam em comum acordo. Aos poucos tudo vai dando certo. Se não der, não fique triste e nem desanime. 

É melhor o relacionamento se romper do que ter um casamento conflituoso. O casal deve andar juntos, como diz em Marcos 6 - 9: “Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea. Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, e serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.”
Pense como é bom e agradável ter a pessoa amada do seu lado todos os dias e como seria melhor ainda se ele estivesse ao seu lado na obra de Deus. Pensou?

Pois é amados. A vontade de Adonai é boa, perfeita e agradável.  Que possamos pensar neste assunto com mais cautela e ver se estamos prontas para sermos submissas e se você varão está pronto para assumir seu papel de sacerdote!

Você não é obrigado (a) a mudar de igreja por causa do relacionamento. Se for pra mudar, que seu motivo principal seja CRISTO e seu amor pela obra. Não estou desmerecendo o amor que você sente pela pessoa amada, mas o Senhor deve estar sempre no centro de tudo em nossas vidas. 

Se você está nesta situação, que Adonai possa te ajudar a tomar a melhor decisão e jamais esqueça que ele te direcionará para o melhor caminho a prosseguir. 

SHALOM na vida vocês!

Rafaella Lima


A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.
segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017
Tag :

Eu casaria com o Super Mario

Não sei se você leu o texto da semana passada, mas ele falava sobre os requisitos mínimos para ingresso em seu lindo coração. Pois bem, hoje eu vou falar porque eu consideraria o Super Mario um pretendente "aprovável" se ele fosse real.

O Super Mario é:

Corajoso: não sei se ele tem medos, mas se os tem, enfrenta a todos em busca de seu objetivo.

Esforçado e proativo: na terra, na água, no deserto, nas alturas... O super Mario continua lá buscando o que quer.

Apaixonado e dedicado: todo seu esforço é por sua amada, para livrá-la do perigo.

Trabalhador: quando não está enfrentando perigos, ele pode resolver problemas hidráulicos em sua casa.

Continuando nossa analogia, para que sua vida seja longa e ele alcance muitas vitórias, o controle do "jogo da vida real" precisaria estar nas mãos de um bom jogador. Quem melhor do que Jesus para estar no controle de alguém?

Apesar de ter aquele bigodão que por tanto tempo inspirou Silas Malafaia ;P, todos seus outros predicativos tornariam o Super Mário controlado por Cristo um super pretendente, concordam comigo, "Peaches" da vida real?

Jogando ósculos,
quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons