segunda-feira, 24 de abril de 2017

Hoje me peguei fazendo uma comparação esquisita entre diferentes áreas da minha vida e quero compartilhar essa experiência. Tenho uma imensa dificuldade em realizar qualquer tipo de atividade física, e essa com certeza não é a minha única dificuldade. No semestre passado eu precisava me matricular numa disciplina obrigatória de educação física, e a única que estava disponível era natação. A aula começava 12: 30 h, não acho que seja um bom horário para uma pessoa sedentária e desmotivada nadar, principalmente depois de uma manhã inteira assistindo aula. 
Enfim, os primeiros exercícios não foram nada empolgantes, e a esperança de que iriam melhorar foi totalmente frustrada. No final do semestre, quando estávamos praticamente “nadando”, o professor nos ensinou a utilizar a respiração lateral e sugeriu que a fizéssemos a cada duas braçadas, explicando que quanto maior o número de braçadas a cada respiração, mais cansados ficaríamos, pois realizaríamos o metabolismo anaeróbico. Eu não me importei muito com a fisiologia, não conseguia encontrar o lado que eu respirava melhor e achava aquilo tudo uma tortura. Eu sempre começava a nadar primeiro, mergulhava e não lateralizava a cabeça para respirar até chegar ao outro lado da piscina, ou quando fazia, era apenas uma vez. O professor me corrigia, eu fingia que escutava e continuava fazendo a mesma coisa. Da mesma forma que eu sempre começava primeiro, eu sempre era a primeira a sair da piscina. As minhas colegas não reclamavam tanto do cansaço, mas eu nunca conseguia terminar o treino. Saía esgotada, além de ter passado mal por duas semanas seguidas.  
Essa não é a primeira vez que faço isso, tampouco apenas nessa área.  Frequentemente faço isso em meu relacionamento com Deus, e talvez eu não seja a única filha teimosa que se recusa a “lateralizar a cabeça”.  Quando a situação é desconhecida, e difere da nossa vontade (piscina) a tendência quase sempre é que busquemos resolvê-la do nosso jeito e no nosso tempo. O Senhor (professor) nos ensina em sua palavra tudo o que o precisamos fazer (lateralizar a cabeça) para enfrentarmos situações difíceis, inclusive que devemos “nos aquietar e saber que Ele é Deus”(Salmos 46:10). Entretanto, renunciar o nosso eu nunca foi fácil, e ouvir um não do Pai de quem esperamos “tudo” parece insuportável. Então esse é o momento onde ignoramos o que está escrito em Jeremias 29:11:“ bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança”; ou em Isaías 55:8: “ porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os seus caminhos, diz o Senhor”;  e mergulhamos de cabeça em tentativas frustradas , que minam a nossa fé e esgotam toda nossa força, pois esquecemos da verdadeira fonte dela.
Mas o Senhor nos ensinou a “lateralizar a cabeça”.  Quase sempre ele não nos diz como ou se a dor vai passar, quando ou se vamos alcançar os nossos objetivos, mas nos diz para respirar a cada braçada, e o segredo de encontrar o melhor lado para respirar está em ESPERAR nele.  Procurei num dicionário online o significado de esperar e me surpreendi: “ficar em algum lugar até que chegue alguém ou alguma coisa que se tem como certa ou provável ”. Sabe o porquê da minha surpresa? Porque lembrei que precisamos de fé para esperar, “pois a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se veem”(Hebreus 11:01),   e que toda vez que saio nadando desesperadamente com medo de uma piscina que não conheço, eu estou dizendo que não tenho fé no “professor” que sabe exatamente a profundidade daquela piscina e que jamais deixaria que eu me afogasse, pois Ele me prometeu que estaria comigo “todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mateus 28:20). 
Hoje esse Professor me mostrou que não preciso mais de tanto metabolismo anaeróbico, e que não vou mais precisar ficar sem forças para sair da piscina, não apenas sofrendo com fadiga muscular, mas também de alma. Ele me disse que “os que Esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como de águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão” (Isaías 40:31). Mas sabe o que mais me tocou? Não foi o fato de Ele me ensinar como respirar com a cabeça lateralizada, mas o fato de Ele me mostrar o porquê de não apenas me levar para uma piscina desconhecida para fazê-lo, mas de muitas vezes me lançar num mar bastante turbulento e “aparentemente” sem nenhum professor de natação ou salva-vidas por perto. Ele faz isso porque me ama e porque não sou apenas uma aluna que Ele encontra uma vez por semana durante o semestre letivo, eu sou FILHA, “pois o Senhor corrige ao que ama, e açoita a todo o que recebe por filho” (Hebreus 12:6), e “na verdade, nenhuma correção parece no momento ser motivo de gozo, porém de tristeza; mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos que por Ele têm sido EXERCITADOS” (Hebreus 12:11).
A minha oração é que aprendamos a esperar no Senhor, confiando que Ele nos ama, e que nos aperfeiçoa a cada provação, unicamente para que o nome dele seja glorificado. E quanto à disciplina obrigatória, descobri que respiro melhor do lado esquerdo, que fico horrível com aquela touca e que ela estraga os meus cabelos. Não pretendo voltar a fazer natação, mas quanto a ser exercitada por Deus, essa não é uma escolha minha. No entanto, aprendi a minha lição e finalizo com um conselho de amor: respire a cada duas braçadas.

[Jacqueline Marques]

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons