quinta-feira, 15 de junho de 2017

Luiz é um cara muito esforçado. Desde o início seu pai lhe ensinou o valor do trabalho e de uma vida digna. Com o exemplo, ele aprendeu o valor do serviço e o fazia não apenas por dinheiro, mas por amor, aos seus e até mesmo aos desconhecidos. Era estudante de engenharia e sempre ajudava os mais novos com as disciplinas de exatas. Em casa era "homem bombril" e sua mãe sabia que podia contar com ele. Na igreja, era "pau pra toda obra" e assim em todas as esferas em que se relacionava. Mas Luís se machucava todas as vezes em que alguém de seu grupo de amigos com quem sempre estava junto não se esforçava quando ele precisava de ajuda. Luís ficou doente e nenhum daqueles brothers se ofereceram para um turno com ele no hospital, mas uma senhora do círculo de oração todos os dias levava o almoço para sua mãe e acompanhante. Ela lhe lembrava sua vó e a "adotou " assim, Amou-a até o fim de seus dias!

Olá, pessoas lindas! É feriado!! E eu aqui falando de serviço... Mas servir não é um fardo, especialmente para quem tem essa como sua principal linguagem de amor (LA), como o Luiz. Entendemos que o amor é ação e servir é uma excelente forma de praticá-lo, deixando marcas que duram para sempre na vida de quem recebe. Vejam o exemplo das mães: elas dedicam sua vida para cuidar de seus filhos. Perdem noite, cozinham, lavam, passam, ajudam nas tarefas da escola, trocam fraldas etc. etc. E quando as pessoas são questionadas quem elas realmente acham que as ama, a maioria vai lembrar-se da mãe. Xingue alguém, mas nunca sua mãe, e até Deus fala deste amor de uma maneira especial (Isaías 49,15).

Pessoas que tem os atos de serviço como sua LA principal sempre se esforçam para ajudar os outros ainda que não seja fácil, se envolvem em causas sociais e dão aquela mãozinha a quem necessitar. Elas se desdobram e geralmente têm um defeito: fazem tudo por todos e muitas vezes esquecem de si mesmas. Bem, isso precisa ser corrigido, afinal o amor próprio é a baliza para o amor ao próximo.

Nem sempre, entretanto, as pessoas correspondem o amor nesta linguagem, especialmente neste mundo egoísta e acelerado de que fazemos parte, e isso pode deixar o reservatório de amor de muitos "falantes do serviço" vazio. Nos conforta que o Senhor Jesus é fluente em cada LA e toda a Bíblia demonstra como Ele fala a dos atos de serviço bem. Ele opera milagres e maravilhas, se dobra para lavar pés, ensina, liberta, protege, começa e aperfeiçoa esta obra que somos nós. Ele é o nosso auxílio!
Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos. (Marcos 10.45)
Se você identifica alguém de sua convivência que sempre trabalha por você e por outros de alguma forma, lhe dá caronas, presta favores, talvez esta seja a LA dessa pessoa. Retribua, mesmo quando não tiver muita vontade. Tenha em mente que não está fazendo um trabalho, mas demonstrando amor por alguém especial. Mais que isto, sirva a todos. Siga o exemplo do Senhor que se fez servo e você irá marcar muitas vidas e quem sabe, gerações!

Ósculos prestativos,


Inspirada na coleção As 5 linguagens de amor, de Gary Chapman.

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons