sábado, 22 de julho de 2017

Na Bahia, vivemos um inverno atípico. Mesmo em cidades em que as temperaturas geralmente são estáveis, os casacos não estão mais no fundo dos armários e circulam pelas ruas, principalmente durante a noite. Não sou uma estudiosa dos conhecimentos relacionados à saúde, mas percebo as mudanças e a dificuldade de aquecer meu corpo quando o frio me pega de “calças curtas”. Seria maravilhoso se as baixas temperaturas fossem limitadas ao externo do nosso ser e, nossa alma não recebesse rajadas de vento que mudam a constância do relacionamento que temos com Deus.
"Que o fogo nunca se apague do altar"
Foi a ordem que você me deu
Eu pensava estar atento, mas
O fogo apagou
Mas a glória se foi [...]
Eu quero voltar a queimar – Ministério Zoe

Às vezes nos sentimos distantes do primeiro amor. Em algumas circunstâncias, as murmurações são as palavras que falam do que o nosso coração está cheio. Mesmo nos aquecendo, através da participação nas programações das nossas comunidades de fé e no aconchego dos amigos - irmãos, em determinados momentos o frio brota de dentro pra fora e a sensação da temperatura espiritual cai bruscamente. Tudo isso, se não for remediado e blindado com as armas do Espírito Santo, pode nos levar mais a fundo, em níveis inimagináveis até para Previsão do Tempo dos telejornais mais conceituados do Brasil.


A coisa complica mesmo quando já não vemos sentido em buscar o calor do amor de Deus e, nos contentamos com o morno do dia a dia. Não clamamos, choramos e buscamos sua presença como antes, o frio congela nossa mobilidade emocional e a indiferença, diante das promessas de presença constante e cuidado do Senhor, já não nos convencem e então percebemos: saímos do limite da segurança e espiritualmente nossa temperatura já está abaixo de zero.

Quando o esfriamento é corporal, buscamos cobertas, roupas e meias quentinhas, pois sabemos que elas ajudam na proteção externa, mas não esquecemos de providenciar um café, chá, sopa, caldo ou um delicioso chocolate quente para que o calor seja sentido dentro e emanado para fora diluindo assim a concentração do frio, naqueles pontos estratégicos do corpo: nariz, mãos, pés... E como fazer para resolver o inverno da nossa caminhada na fé?

1.  Fuja do processo de negação: como cada novo ano traz consigo o ciclo das quatro estações, espiritualmente também viveremos muitos verões, outonos, invernos e primaveras;
2.    Busque o conselho dos sábios: converse com pessoas que te inspirem a buscar mais de Deus e a se reinventar, por meio do enfretamento de velhas crenças que sufocam seu fervor espiritual;
3.   Estabeleça uma rotina de ações práticas que colaborem para manutenção do seu relacionamento com a fé: leitura e estudo da palavra, boas conversações, consumo de pregações e literaturas edificantes (como os textos disponíveis no site do Workshop de Solteiros... #PropagandaSanta! =] );
4.     E siga as instruções do nosso “bom companheiro” Paulo:
Amai-vos dedicadamente uns aos outros com amor fraternal. Preferindo dar honra a outras pessoas, mais do que a si próprios. Não sejais descuidados do zelo; sede fervorosos no espírito. Servi ao Senhor. Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração. Cooperai com os santos nas suas necessidades. Praticai a hospitalidade.
Romanos 12: 10 – 13
As dicas supracitadas, não são como uma receita de bolo ou algo do tipo, mas precisamos buscar estratégias para não fazermos como os ursos que víamos nos desenhos animados e entrar na toca para dormir até que o inverno passe. Mova-se e fique perto do calor que emana do amor de Deus.  Na vida espiritual o inverno só vira primavera se não deixarmos a tríade corpo, alma e espírito parada, refém da própria sorte.

Beijos e Queijos,


Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste  trabalho em  https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/.

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons