domingo, 20 de agosto de 2017

Ainda criança, já se apresentava como um sujeito forte e destemido, não se acovardando frente aos desafios que a vida já lhe postava desde cedo. E assim foi crescendo, um garoto/jovem/adulto carismático. Seus amigos respeitava-o e admirava-o pela pessoa que era e pelo amor e dedicação que ele depositava naquilo que mais gostava de fazer, que era lutar.

Apesar de estar superando a si mesmo, sempre aparece alguém que apresenta uma habilidade maior e uma força superior a sua, que o obrigava a treinar cada vez mais. Sem problemas, ele gostava de romper limites. Forte! O que tem de força, tem de ingenuidade. Como recompensa por uma boa ação que fez, ganhou um meio de transporte no qual só tinha acesso que possuísse um coração puro, sem maldade: a nuvem voadora, a qual foi sua companheira tanto em momentos difíceis quanto em momentos festivos. Ele dava o comando e ela levava-o aonde queria.

Quem é este? Este é o Goku, ou Son Goku, ou ainda, Kakaroto. Personagem da série japonesa Dragon Ball, criada por Akira Toriyama e que fez sucesso no mundo inteiro. Quando criança, afundado nas fantasias infantis, eu tinha o sonho de um dia ser Goku, todavia, após certa idade eu percebi que esse sonho era apenas uma idealização infantil e que eu nunca me tornaria um Goku. Infelizmente, talvez. Não, graças a Deus não sou Goku.

Assim como ele, eu também tenho uma nuvem próxima a mim, entretanto, não sou eu quem a guia e sim ela quem me direciona. Esta nuvem é Deus. Assim como os israelitas levavam seu acampamento de um lugar para outro apenas quando a nuvem se movimentava (Ex 40), eu estou aprendendo a colocar meus passos na direção aonde a nuvem se dirige. Os nossos planos podem nos distanciar da direção da nuvem e não segui-la pode ser sinônimo de retorno ao Egito – local de sofrimento e escravidão (ver texto de Tainan Piantavinha).

Nós devemos nos deixar guiar pela nuvem porque ela nos liberta da escravidão (Rm 8:14). Porque mesmo sem merecer, somos tratados como filho de Deus (1João 3) e nos guia pelas veredas da justiça. Os planos de Deus são maiores que os nossos, por isso devemos nos deixar ser guiados por Ele. É Nele que devemos depositar a nossa esperança.

Goku talvez nos deixe um exemplo de perseverança, de como ser lutador e buscar os objetivos. Ser um bom amigo, uma boa pessoa... Mas perdoe-me, não sou Goku. Eu não guio a minha nuvem, eu prefiro ser guiado por ela.



Samir Santana

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons