quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Antes do texto, três notícias: 1- VAGOU a coluna de quarta-feita aqui no WS. Nossa querida Barbie, Bárbara Uinan está de licença por período indeterminado. 2- A VAGA FOI PREENCHIDA. 3- Eu, Tainan Piantavinha, finalmente criei coragem para assumir mais essa função no WS. Não foi proposital, mas o meu primeiro texto como colunista oficial é sobre vaga. Preparem-se! Trocadilhos são bem a minha cara. Literalmente ao tema do texto: vamos ao trabalho! rs

Em tempos de alto índice de desemprego no Brasil e reforma trabalhista recém-aprovada, meditando em Êxodo achei pertinente o paralelo do trabalho dos filhos de Deus no Egito. Quem conhece o velho testamento sabe que temos CASES de sucesso no Egito, porém, permeados de muito sofrimento. José passou de escravo para governador (GN. 41:40). Antes de viver como fugitivo, Moisés pertenceu à realeza (Êx. 2:10). Depois de anos de escravidão, os israelitas saíram para o deserto cheios de joias e mimos egípcios (Êx. 12:35).

Deus permitiu que seu povo AMASSASSE BARRO PARA FARAÓ, mas não deixou de ouvir seus gemidos (Êx. 2:23) e agir com compaixão em livrá-los. O mesmo poder em fazer grandes coisas no Egito, Deus demonstrou aos seus no deserto.

Disse o Senhor: "De fato tenho visto a opressão sobre o meu povo no Egito, e também tenho escutado o seu clamor, por causa dos seus feitores, e sei quanto eles estão sofrendo. Por isso desci para livrá-lo das mãos dos egípcios e tirá-los daqui para uma terra boa e vasta, onde manam leite e mel: a terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus." (Êxodo 3:7-8)

Meu ex-emprego, meu Egito

Recentemente tive uma experiência profissional muito boa para ilustrar o cuidado de Deus em nossos Egitos atuais. Morar em outro estado, ganhar bem, ocupar um cargo de confiança, de status e ser elogiada pelo seu trabalho. Tudo parecia no lugar, mas, alguns egípcios tornaram o barro muito pesado. Intrigas. Mentiras. Armadilhas. Em um primeiro momento, acreditei que era necessário resistir e esperar o CASE de sucesso acontecer.  Clamando ao Pai, era hora de abandonar tudo o que parecia bom e caminhar um pouco com a nuvem de Deus no deserto. (Êx. 40: 36-38).

Onde você está agora? Prefere o Egito ou Caminho ao lar? Realmente confia que Deus é poderoso para te sustentar no Egito, deserto ou Lar? Qual é o cenário dos seus sonhos? No que Deus tem trabalhado em você?

O deserto é melhor que o Egito

Sair do Egito não foi uma decisão fácil para alguns israelitas. Eles já estavam acomodados com a rotina do trabalho escravo. Mergulhados na cultura egípcia, nem se davam conta do quanto tinham perdido da própria essência cristã. Cogito que talvez, no anseio de receber um digno tratamento ao continuarem colaborando com a 1° grande potência mundial, muitos hebreus sentiram saudade do Egito diante do deserto. Mas, a verdade é que muitos dos israelitas duvidaram e estavam insatisfeitos com a provisão de Deus no deserto. O mesmo Senhor que poderosamente lançou as 10 pragas para livrá-los da opressão não seria suficiente para mante-los vivos no deserto? Deus também não os tirou do Egito para morarem no deserto. ERA PASSAGEIRO. Rumo ao prometido lar.

No deserto ou em Canaã também existe muito a que ser trabalhado, por isso, esqueça o Egito. Tudo tem um tempo determinando. (Ec.3) Nem todo sofrimento é válido. Nem toda estabilidade é benéfica. HÁ VAGAS NO DESERTO! Que tal encarar essa experiência?!

Beijinhos e brigadeiros para você,

Tainan Piantavinha

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons