segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Imagem inline 1

Não sei se você é mulher, mas se não for já conheceu alguma que fez algo parecido com o que fiz hoje. Cheguei mais cedo no trabalho e fui arrumar minha bolsa. Fui tentando ajeitar pegando as coisas uma por vez mas, não deu muito certo, porque as que permaneceram na bolsa mudaram de lugar, se misturaram mais ainda e eu não sabia mais qual papel já havia aberto ou não. Então despejei tudo em cima da mesa. A minha mesa que antes estava toda arrumada, com o material de trabalho em ordem, agora estava um caos.

Conforme fui selecionando o que jogar fora ou armazená- lo em outro lugar, me veio a palavra que um dia ouvi em algum lugar: "para arrumar é primeiro necessário bagunçar". Com isso passei a lembrar- me de situações que vivi.

Ás vezes achamos que já superamos determinadas situações e seguimos nossas vidas, porém nem sempre isso implica que houve a cura completa, e nem muito menos que perdoamos quem as causou, principalmente se fomos nós os causadores da nossa própria dor.

A situação pode estar bem camuflada, aparentemente insignificante e superada, até que um dia de forma inesperada tocam no assunto e você não consegue nem calar- se e nem falar sobre, sem que aquilo te cause dor ou que fales mal ou de forma inadequada sobre outrem.

Dai vem a vozinha no pé do ouvido dizendo que isso ainda meche contigo. Quer dizer, as vezes damos a falar que não dá para ouvir nem que o estamos falando, que dirá uma voz sábia no ouvido.

O que fazer então? Primeiro é bagunçar tudo por dentro mesmo, e se auto analisar no que ainda te causa dor. Sempre funciona de cara? Não! Mas, pode acontecer. As vezes, outra situação da vida bem diferente daquela que passastes te fará ver isso, ou as vezes uma simples análise resolva, como disse. Uma ajuda psicológica também é muito válida, e sobretudo clamar ao Senhor que te mostre e te ajude.

Depois desse processo difícil e doloroso aquela dor vai passando e você passa a se libertar das cadeias que te prendem, passa a respirar e sua necessidade de "descarregar" reclamando e etc, nem existe mais, ou se existir você consegue resistir a ela.

Acredite, quando você menos esperar já arrumastes tudo na bolsa, ela estará limpa por dentro e por fora e sua mesa prontinha para você começar a trabalhar.

Tamires Rocha

A coluna de segunda, "Presentes", publica textos de nossos leitores e não expressa necessariamente a opinião deste site. Se também deseja que seu texto seja publicado, envie-nos para o e-mail worksolteiros@gmail.com.


Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons