sexta-feira, 24 de novembro de 2017

O perdão na verdade é uma dádiva. Toda vez que somos perdoados, certamente é porque não merecemos, essa é uma manifestação da graça Divina em todos os dias que  de alguma forma precisamos perdoar e sermos perdoarmos e esse dom vem de Deus.

Para aprender a perdoar, precisamos observar aquele que veio ao mundo dar significância a palavra PERDÃO, sem a sua vida não saberíamos o significado real dessa palavra. A expiação do nosso pecado vem de Cristo e por esse motivo somos perdoados por Deus, o cordeiro perfeito foi imolado e graças ao seu sacrifício podemos renascer e gerar os frutos do Espírito (Gl 5:22-23).

Em conformidade, podemos notar que quando estamos em um relacionamento sempre precisamos exercitar a prática de perdoar e essa será constante durante toda a sua vida. Justamente, porque o outro a quem compartilho a vida é tão pecador quanto eu, somos decaídos, pois precisamos da graça de Deus (Rm 3:23).

Desde a Criação, Deus designou papéis distintos para homens e mulheres e aí está a beleza do que Deus fez. O muito bom dEle consiste em especificidades, em características marcantes e precisas como o desenho nas asas das borboletas. Mas o importante é observar que mesmo em meio essas diferenças há um princípio de igualdade entre os pares que faz com que seja representada em nós detalhes do caráter Divino:

 “A relação de homem e mulher - uma relação de unidade e diferenciação de partes não idênticas, mas iguais da humanidade - reflete, de alguma maneira, a perfeita unidade e diferenciação das pessoas eternas do Deus trino: um só Deus em três pessoas, iguais em divindade e pessoalidade, que amam, agem e se relacionam em perfeita unidade” Clarie Smith.

Mesmo sabendo do propósito de Deus de criar pares diferentes, com funções sociais e espirituais distintas, não podemos negar que depois da queda isso muitas vezes se torna quase impossível para tratarmos diariamente, a guerra dos sexos foi instaurada e por essa razão Paulo aconselha os casais a submissão e ao amor sacrificial (Ef 5:22-26).

“O principal dever da mulher é a sujeição, o do marido, o amor” Thomas Gataker.

Somos distintos e acreditamos que essas diferenciações nas diversas esferas da vida (aspectos físicos, funções sociais e espirituais) juntamente com a nossa natureza carnal nos fazem muitas vezes nos desentendermos nos nossos relacionamentos, mas cremos que com a graça de Cristo somos regenerados e podemos nos aperfeiçoar mutuamente para que vivamos dia após dia para a glória de Deus até que Ele venha! 

Isabelly Santos e Mateus Lino


Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons