quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Todos nós (e nos incluímos nessa) adoramos criar expectativas. Quando estamos apaixonados vemos qualidades onde não existem, acreditamos que a pessoa é perfeita, e que jamais iria errar com você. A gente canoniza o ser amado e esquece de um pequeno detalhe: Ele(a) é tão pecador(a) quanto você, e , por ser pecador, está tão passível de cometer erros quanto você.

E aí quando acontece aquele deslize, aquela falta com a palavra, e quando no fim das contas você percebe que ele (a) não era assim... Aquilo que você pediu a Deus, ou quando ele (a) “apronta” com você e aquele coisinha se transforma em uma coisona , ou, simplesmente por um motivo qualquer, vocês rompem o relacionamento. Mesmo sem querer admitir, você sabe que no fundo no fundo, quando um namoro termina sempre ficam algumas mágoas em relação à outra pessoa… Seja pelos motivos que levaram ao fim do relacionamento ou até mesmo o simples fato de a outra pessoa ter decidido terminar com você!

Quando se trata de perdão, e em específico perdão ao ex-namorado (a), se deve compreender que muitas vezes, a falta de perdão está atrelada há uma expectativa que foi quebrada, causando uma frustração. Sendo assim, a frustração está atrelada a uma expectativa não suprida. Mas o que devemos entender é que independente do que foi feito a você ou de como você se sente, você precisa liberar perdão.

O perdão verdadeiro vem com a ajuda do Senhor, e é necessário compreender que o perdão é um processo. Quando temos nosso coração em Deus, e nos permitimos ser tratados (cuidado para Deus não virar apenas uma fuga da sofrência), vemos que Deus tem um plano maior na nossa vida. Tudo que acontece na nossa vida tem a finalidade de nos ensinar algo e nos fazer amadurecer. Logo, embora não pareça, algo deu certo no fim de toda a tragédia. 

Sem contar que o maior interessado em acompanhar seu crescimento é Cristo, e Ele não que apenas ver como também ter um relacionamento contigo. 
Para que a gente consiga perdoar a gente precisa olhar para tudo que Ele fez por nós na cruz, Ele nos perdoou, mesmo com todo o pecado, com toda a hipocrisia, com todo rancor que a gente alimenta quando vemos ou passamos por alguma “injustiça”. Quando percebemos o quanto fomos perdoados, sentimos mais desejo de perdoar. Porque essa divida nunca acaba, assim como a misericórdia que Deus por nós.

Deus não te deu opções, ele te deu uma chance de ser cada dia mais parecido(a) com Cristo. Perdoe. Não perca sua comunhão por causa de ressentimento. E se preciso for, se perdoe primeiro, mas não deixe de perdoar.

Natasha Zucolotto e Samir Santana

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons