sábado, 9 de dezembro de 2017

Tornei-me “ovelha” em 2011 e, nesse ano em especial, convivia muito com um amigo geógrafo que tinha a seguinte frase, nas Redes Sociais que utilizava: foco no objetivo. Ele, sempre me pareceu muito determinado para dizer sim e não para cada oportunidade que aparecia em sua frente. Aprendi muito com ele, bem como pessoas de outros contextos me ensinaram a ser “sim, sim, não, não”. Determinação não é (na minha humilde opinião) uma característica inerente a todo ser humano. Alguns aprendem na família e outros com a vida, afinal quando dá, usar a chance que se tem na mão é fundamental para avançar, rumo aos objetivos estabelecidos.
Se é do mato, amanse
Trabalhou, descanse
Se tem festa, dance
Se tá longe, alcance
Use sua chance
Use sua chance
Do It – Lenine
Outro amigo (de um tempo muitoooo distante) me ensinou a ser o tipo de pessoa “bora, borá”: eu quero e quero agora, sabe como é?! Lutar, semear, fazer uns arrumadinhos e vender o seu melhor com agilidade, presteza e assertividade, objetivando metas especificas em cada empreitada. O mundo exige uma atitude de ataque e não de espera. A vida passa e nós, cada um ao seu modo, sabemos bem disso. Com tantas distrações, necessidades, e vozes que gritam sobre o que devemos buscar, fica complicado “focar” no que realmente é importante e possui um valor que não diminui com o tempo.


O tempo acelera nos fazendo apressar nossos passos, muitas vezes, rumo a realidades vazias da eternidade. Somos alimentados de necessidades que devem ser saciadas entre o nascer, crescer, reproduzir e morrer, mas essa “fome”, geralmente não diz respeito as coisas do alto. Buscar por realizações finitas em si mesmas, mais cedo ou mais tarde, levará cada um de nós para o lugar onde, pensar no depois daqui de modo tristonho e sem esperança, é um fato inegável. Ninguém é 100% focado sempre. Às vezes, somos surpreendidos por planos que falham e a sensação de fracasso que tais situações provocam, geram aquela vontade de só deixar a vida passar, sabe como é?!
Toda vez que eu chorei, eu Te senti
Quando menos esperei, eu Te senti
Quando já não me aguentava, eu Te senti
Dando a coragem para viver
Sendo mais que imaginei
Eu Te Senti – Preto no Branco
É do Pai que vem o rumo para onde devemos marchar, enquanto “turistamos” pela Terra. Não esqueça que aqui somos apenas estrangeiros, ok?Ok! (1 Pedro 2:11) É super importante pensar, focar, elaborar objetivos e buscar alcançá-los, mas acima de tudo isso sempre estará a vontade soberana de Deus, e essa certeza não deve deprimir nosso coração, mas sim atraí-lo para o Senhor, a fim de que nossos sonhos estejam conectados aos dele para nós. Por hoje, basta que meditemos sobre o futuro sem esquecer que, segundo Provérbios 21:30:
Não há sabedoria alguma, nem discernimento algum,
nem plano algum que possa opor-se ao ­Senhor.

Seguremos na mão de Deus e, mesmo remando contra as marés da vida terrena, sigamos para o único alvo que realmente vale nosso esforço: Ele!


Beijos e Queijos,





Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste  trabalho em  https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/.

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

#novembroazul Seja macho e se cuide, man!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons