Archive for Fevereiro 2018

Rabiscos de Sábado: Posso te dar um conselho de amiga?

Mesmo que por menos de trinta segundos, todos nós já pensamos em ter ao nosso lado alguém para somar, multiplicar e dividir a vida. Não usaríamos calculadoras ou outras formas de contabilizar as tretas do cotidiano, mas a dinâmica da vida seria o caminho de aprendizagem dessa relação onde, de fato, dois formam um casal. Algumas vezes, seja o homem ou a mulher da relação, comportam-se e/ou sentem que gostam mais do que são gostados e isso, realmente, não deve ser nada legal, né?!

Seja por charme, linguagem do amor e até mesmo por estar esperando algo melhor aparecer muitas pessoas são encantadoras até a página dois da relação, pois em determinado momento mostram-se como manipuladores dos sentimentos alheios, dispostas sempre a receber muito e pouco no dar. As trocas saudáveis de afetos e ternurinhas perdem-se no meio do caminho e, por vezes, a rotina e a correria do dia a dia são usadas como desculpas frágeis para justificar o desinteresse da pessoa por você.


Ok... Ok! Ninguém é perfeito e idealizações levam a tragédia e ruína de muitos relacionamentos; bem antes do começo destes em alguns casos; mas existem sinais irrefutáveis que só não vê quem não quer! 

1º Tudo tem um limite, inclusive os joguinhos de amor: se antes, durante e depois do relacionamento, você percebeu que ocupa um lugar no “Banco das Possibilidades”, sai dessa logo que a cilada é grande. Ser um (a) das sete pessoas interessadas e / ou interessantes é pior do que não estar na lista. 

2º Use o cérebro... De preferência o lado que observa situações e comportamentos com distanciamento e racionalidade. Quando estamos no olho do furacão é mais complicado, porém extremamente necessário desenvolver um olhar crítico sobre como seus sentimentos e demonstrações de afeto são recebidos e tratados pelo alvo de sua atenção e interesse; 

3º Sim é sim e não é não. Tanto na Bíblia (Mateus 5: 37) como na vida, nota-se que ações que fogem dessa simples regrinha são perigosas e frágeis; também acho que neles tem aquele dedinho do “Capiroto”, sabe?!(Rs);

4º Não perca o chão, por quem nunca esteve de fato contigo. A sensação de que um investimento feito na área sentimental, não trará o retorno esperado, é algo doloroso, mas que tal aprender e/ou reaprender com essas situações, que:
Deus te fez tão completa,
Deus te fez tão esperta
Agora, vê se conserta, aprende com isso
Mais que um belo sorriso
Menos promessas, mais caráter e compromisso
Conselho de Amiga – Marcela Taís

Certamente vale a pena investir em emoções saudáveis e que confirmam o modo como Deus, enxerga e ama cada um de nós! Priorize o autoconhecimento que fará com que você enxergue mais do Senhor e menos dos medos, confirmados em situações antigas. Plante fé e a palavra que nos dá vida e veja, mais adiante, o seu “[...]e tudo se fez novo [...]” (2 Coríntios 5: 17).


Beijos e Queijos,





Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste trabalho em https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/
sábado, 24 de fevereiro de 2018

Já tomou seu remedinho hj?

Não, não, não vamos falar sobre loucura, nem descontrole emocional, se bem que, em parte sim... Hehehe... Num feriadão desses viajamos com minha sobrinha, uma pequerrucha que malmente largou as fraldas. Já sabemos que ela enjoa muito nas viagens, então sempre damos um remédio muito eficiente que evita naúseas e vômitos e faz dormir que é uma beleza, o qual não vamos dizer o nome aqui, porque ninguém paga merchandising pra este brógui =P, então vou apelidar carinhosamente o tal medicamento de "Precaução". 

Pois bem, por alguma causa desconhecida do universo, achamos que era melhor deixar o remédio para depois do almoço, já que a viagem duraria o dia inteiro. Ela tomou seu café da manhã, ou melhor, seu "gagau de cocolate" e dormimos tranquilamente até que acordamos molhadas e fedorentas daquele líquido direto do estômago da pequena totalmente assustada.

E o que você tem a ver com isso? Muitas vezes nas viagens desta vida louca, nos arriscamos sem tomar essa tal de Precaução. Desafiamos os limites, achamos que vai dar certo, que não vai acontecer com a gente, que daquela vez não vai ter nada, que somos resistentes e pimba! - nos assustamos com o mal cheiro de nossos próprios pecados. E o pior: outros tem que aguentá-lo também.

Então fica a dica: TOME PRECAUÇÃO (do mesmo composto da vigilância)! Não confie em si mesmo(a), enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso quem o conhecerá? Não brinque com os limites, não se coloque em situações de vulnerabilidade, fuja da aparência do mal

Bem, nossa pequena não teve como se limpar sozinha. Tivemos que trocar as roupas dela e higienizar toda aquela bagunça. Se a sujeira já está feita, não adianta tentar esconder o mal cheiro, corre logo pro Pai e pede pra Ele trocar suas vestes e te limpar, e daqui para frente não esqueça: PRECAUÇÃO, para evitar problemas nesse mundão.

Ósculos precavidos, 
quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Pra Você Que Gosta de Seriados



Há certo tempo, um homem foi levado a julgamento por ser acusado de causar baderna e transtorno, tirando a paz de uma sociedade. Encaminhado para as autoridades competentes, ele se defende diante deles e de seus acusadores (que por sinal não tinham nenhuma prova da acusação) e ao ser perguntado, esclarece o motivo das acusações: “estou sendo acusado porque espalho a esperança da vida eterna”.

Mesmo sendo inocentado, ele opta por se defender diante do imperador e embarca juntamente com os presos a caminho da Itália. Durante o percurso, Paulo, este certo o homem, avista uma tempestade que se aproxima e aconselha aos homens: “vamos ficar por aqui, essa tempestade será enorme”, todavia, o oficial romano confiava mais em quem conduzia o navio do que nas palavras de Paulo. Resultado: a tempestade chegou e instaurou o caos dentro da embarcação, mas Paulo calmamente dá outro recado: “fiquem em paz, ninguém vai morrer, mas vamos perder o navio. Quem me disse isso foi um anjo do Senhor. Portanto, tenham coragem e confiem em Deus”.

Paulo enfrentou uma tempestade enquanto viajava. Alimentado em Deus, confiou à vida nas mãos do Autor da vida. Ele confiou naquele que estava realmente conduzindo o barco. Paulo confiou em Deus.

Há um dito popular que diz; “saco vazio não fique em pé”. Sempre uso ele quando estou com fome e realmente saco vazio não fica em pé. Quando não estamos bem alimentados, ficamos fracos e a probabilidade de cairmos é grande. A vida espiritual é igual, se não temos devox, nosso espírito fica fragilizado. Quando não há alimentação, nosso corpo fica fraco. Quando não temos relacionamento com Deus nosso espírito fica fraco.

Refletindo sobre isso, para você que gosta de seriado, farei uma série com alguns capítulos/episódios sobre como agir em meio a tempestade. Então fique ligado!



domingo, 18 de fevereiro de 2018

Rabiscos de Sábado: Não fique RE-TA-DA (O)

Existem situações que tiram até os mais calmos do eixo. Dias, mudanças de humor e amores, trânsito (meu cunhado, por exemplo, às vezes fica possuído e eu só consigo rir e falar: rapaz... Calma... Olha o coração! Rsrs), a rotina do trabalho e às vezes um simples “aconteceu alguma coisa?” são o suficiente para fazer com que a paciência se assemelhe a frutas que só dão em determinados meses do ano. 
Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus.
Tiago 1: 19-20
O versículo acima é apenas um dos diversos ensinamentos, apresentados na Bíblia que dissertam contra a ira e a favor do domínio próprio, diante das situações que podem tirar qualquer ser humano da posição de multiplicador da graça recebida imerecidamente. Descontrolar-se nunca é um resultado proveitoso. Muitas vezes, consideramos utópica a ideia de que desviar da ira é possível, mas existem formas para defesas que não são, necessariamente, ataques. Acho incrível quando Cristo fala sobre dar a outra face e, assim fez quando se entregou na Cruz por nós, mas ainda não cheguei lá. Consigo no máximo controlar a língua pra não responder em cima do ato, respirar fundo pra diminuir o nível da ira e soltar com muita elegância uma frase que sirva como “tapa com luva de pelica”. Ainda não sou aquela ovelha obediente, alva mais que a neve e boazinha que deveria ser, né?! =/


Mesmo sabendo que na Bíblia existe uma série de advertências relacionadas com esse assunto, quando perco o rumo da tranquilidade, frente as tretas da vida, solto pra mim mesma pausadamente e em sílabas bem marcadas a seguinte frase: hoje estou RE-TA-DA! A expressão popular em destaque, segundo o site Dicionário Informal, significa:
RETADO(A)
Termo muito usado na Bahia para definir uma pessoa zangada, pessoa irada, nervosa por alguma situação que não o agrada;
Tudo passa... A paciência volta e a raiva pode ir embora se, nós não resolvermos deixá-la guardadinha em uma gaveta qualquer de memórias. Cá pra nós: considero as situações mal resolvidas como escolhas mais tontas que as feitas na libertação do nosso lado mais impaciente.  Os cultos que prestamos ao Senhor são maiores que canções, lágrimas e sentimentos. Não devemos esquecer que a razão também faz parte da fé e, com ela entendemos a importância de priorizar a paz uns com outros, acima de ofertas e qualquer outra ação que mostre aquilo que não vivemos em completude (Mateus 5: 24).  Caminhemos com Deus e aprendamos a arte de não deixar que nenhuma situação nos afaste de sermos tão misericordiosos quanto Ele tem sido conosco.

Amém, Igreja?! =]


Beijos e Queijos,




Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste trabalho em https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/








sábado, 17 de fevereiro de 2018

Simpatia para conquistar o amor!

Já se passaram quase dois meses de 2018 e nada de você encontrar o amor de sua vida? Quer arrebatar aquela toda-abençoada que conheceu no retiro? Está de olho no filho do pastor? Hoje vamos ensinar simpatia para conquistar o amor!



Socorrooooooooooooooooooooo! Sincretismo religioso! Não se fazem mais bróguis cristãos como antigamente! Relaxe, irmãozinho, tem nada a ver com o que você está pensando hehehehe...

O texto de hoje é pra que você entenda um ingrediente indispensável na conquista: a simpatia! Muito dificilmente as pessoas vão buscar alguém rabugento para se relacionar, seja como amigo(a) ou para qualquer coisa além disso. Quem deseja de todo coração encontrar uma nova parceria que seja mal-humorada? É como dizem por aí: é para ser sal, mas não precisa ser grosso...

A simpatia é tão importante para os relacionamentos que o Dicionário Priberam define-a como:
Sentimento de atração moral que duas pessoas sentem uma pela outra.
Não estou querendo dizer aqui que você precisa ser uma pessoa "denteaberto" o tempo todo, ou que você tem que seguir um padrão de como se deve ser. Existem várias formas de ser simpático, seja ao seu próprio modo, mas algumas características são fundamentais, por exemplo, 

1. ser educado(a). Gente, as pessoas chegam nos lugares, não dão bom dia, como ainda querem ser vistas pela sociedade? Tudo bem, há várias formas de falar bom dia, você não precisa chegar cantando e dançando na chuva (a não ser que você queira), pode falar baixinho, sorriso tímido (tem seu charme), mas seja educado;

2. outra característica dentro da simpatia é a gentileza. quase ninguém vai achar ruim se você o ajudar abrir uma porta quando ele(a) estiver com as mãos ocupadas, por exemplo (a não ser que o ser em questão não seja simpático);

3. seja agradável! Tá, nem Jesus agradou a todos, mas faça a sua parte para ter paz com todos. Trate as pessoas como você gostaria de ser tratado, dê o seu melhor para que as pessoas ao seu redor se sintam bem (desde que para isso você não exceda os limites da lei de Cristo e assim machuque a si mesmo);

4. talvez a esta altura você já esteja dizendo: "mas, Iky, todas estas coisas tenho observado desde a minha mocidadade, e até agora naaaaaadaaaa". Então me conte sobre a murmuração! Ser grato, além de muitos outros benefícios, torna a convivência com você muito mais prazerosa. Quem gosta de lamúria o tempo todo? (Pv 19.13; 27.15)

Se mesmo tendo todo este currículo preenchido nada deu certo para você, não se preocupe: nem toda simpatia traz o amor em 7 dias, pode demorar um pouco. Há ainda alguns casos em que este amor não chega (sim, isto é possível, mas não é sinônimo de infelicidade - não mesmo! - Este trecho é um oferecimento da nossa parceira Realidade). Mas acredite, ainda assim, é melhor para sua própria qualidade de vida ser um solteiro simpático do que um ser antipático. É mais tranquilo para lidar consigo mesmo e com as doideiras dessa passagem por aqui. Para me despedir, deixo uma dica de Tio Salomão:

O coração alegre aformoseia o rosto. (Pv 15.13a)

Ósculos simpáticos,
Iky Fonseca

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Oração

Entre medos,
Anseios.
Vontade de desistir,
Sei que estou fraco,
Mas contigo encontro minha força.

Ouve-me na angustia
E acalma o meu coração.
Faz-me parecido contigo.

Que a escuridão que existe em mim,
Suma com a Tua glória,
Pois a Tua graça que me constrange
E me persegue...
Até mesmo quando minha carne desfalece e se inclina a podridão dos meus atos.

Socorre-me em Ti
E livra-me de mim,
Faz-me viver só para tua glória,
Amém.




Isabelly Santos 
domingo, 11 de fevereiro de 2018

Rabiscos de Sábado: Aprendendo a dirigir e digerir algumas emoções

Estou vivendo uma das experiências mais inusitadas da minha história: aprender a dirigir tem sido um tremendo desafio e, como quase tudo em minha “nada mole vida”, vem gerando uma reflexão muito profunda sobre como anda meu relacionamento com Deus. Nessa semana tive minha última aula prática, mas desde o primeiro dia muitas coisas me fizeram pensar que, de certo modo, aquele carro era uma figura de linguagem sobre minha vida. Ainda nas aulas teóricas, fiz parte de uma turma incrível a quão apelidamos de “Cidade Sem Lei”; até hoje temos um grupo e compartilhamos os avanços e temores desse processo para conseguirmos a CNH. Nesse espaço de comunicação fiquei sabendo das características do meu instrutor e, obviamente, criei o meu conjunto de expectativas.


Quando entramos no carro notei pedais para o motorista e no lado do carona, saquei assim que mesmo quando eu estivesse com o volante na minha frente, meu instrutor teria como controlar o veículo e isso me deu aquele alívio profundo de quem realmente, não sabia muito bem o que fazer.  Dia após dia, fui conhecendo quem estava ao meu lado e entendendo que, mesmo dirigindo, não tinha o controle total e justamente por isso, confiar em meu instrutor era essencial! Por um longo tempo, pensei em como seria maravilhoso ver Deus controlando as coisas e me ensinando a dirigir minha vida. Perguntar se devo ir pela esquerda ou direita e, ouvir do próprio Senhor, que na hora certa Ele moveria o volante comigo e assim, aprender que nas curvas do caminho é necessário sinalizar, diminuir a velocidade e manter a calma para fazer e desfazer o movimento do volante; certamente é o tipo de experiência que sempre desejei viver com o Pai.

Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em mim.
 João 14:1

Cada um tem suas necessidades frente à fé e a relação com o Senhor. Eu, sinceramente, invisto muito emocionalmente para me entender e respeitar quem os outros tem sido, diante das vivências que constroem seus pontos de resistência e fragilidade. Ninguém é perfeito, fácil e 100% confiante, pois as aflições desse mundo têm tirado de nós espaços do florescer contínuo do crer. As pessoas que conseguem ser mais constantes nessa jornada relacional com o Pai ou que nesse momento, estão vivendo situações onde até nos problemas a fé revela-se como uma certeza, não são a regra da vida. É tão fácil que na tentativa do amar e exortar o outro, acabemos meio que sem querer, tentando empreender um padrão de desempenho perfeito, mas isso não acontece com muitas pessoas... Comigo, também não!

Ainda não sou a motorista que desejo ser, mas tenho tentando usar de generosidade com essa nova situação de aprendizagem. Busco esse mesmo lugar diante do que vejo em mim em outros pontos particulares, inclusive na relação com Deus. Por mais que a Palavra me diga que eu posso e devo confiar, essa constância é muito complicada pra mim, como para outras pessoas. Questões múltiplas representam murros que seguem crescendo, enquanto tentamos transformá-los em pontes que nos aproximam dos braços do Senhor. Quem sabe, nessas situações também possamos aplicar o entendimento de que entre o bem que desejamos e o mal que rejeitamos, muitas vezes é o segundo ponto de observação que acabamos cometendo (Romanos 7: 19)?

Beijos e Queijos,

Tacila Sousa


Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste  trabalho em  https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/.
sábado, 10 de fevereiro de 2018

Amor descendente

Sempre ouvi dizer que por mais que a gente ame nossa mãe/pai , não se compara ao amor que a gente sente por um filho. É um amor grande e forte, que domina a gente a partir do momento que se descobre/suspeita a vida nova. Não, não estou grávida e ainda não sou mãe, pelo menos não de filhos carnais, mas desde 2012 eu posso pelo menos, ficar pra titia. E, cara, essa foi uma das melhores coisas que me aconteceu! 

Então aprendi um pouco mais do grande amor de Deus. O amor de Deus não é como de um filho para com sua mãe, não é ascendente, é descendente, é de cima para baixo e acreditem: é infinitamente maior! E a parte intrigante é que  de cima para baixo há muito mais doação do que se pode cogitar em receber um dia, é "irrecompensável" (At 20.35).

Tenho duas sobrinhas, uma delas é especial e a outra é descomunal hahahaha. E incrível como nosso coração se move para auxiliar nossos descendentes (mesmo indiretos, no meu caso) em suas fragilidades, deficiências e necessidades. Você sabe que ele vai cair muito, seja pela limitação física, no caso da primeira, ou pelo jeito peralta no caso da segunda. Mas se isso acontecer, ainda que você dê uma bronca - se a falha foi culpa da indisciplina, você primeiro se ocupa de levantá-la, então vê os estragos, limpa as feridas, procura o remédio. E como toda boa criança, sempre há uma relutância para aceitar os gelos da vida. Cara, exatamente assim que Deus faz conosco!

É também extremamente prazerosa cada conquista, as primeiras palavras, as primeiras frases, a sabedoria crescente, as apresentações na escola mesmo que elas errem toda coreografia e quando crescem, desafios ainda maiores. Às vezes eu passo um tempo olhando para elas e babando, quando eu dou um banho, perfumo, penteio os cabelos, como são lindas! Imagino o Senhor admirando sua criação. Enquanto nós o adoramos com sinceridade pueril, ainda com algumas desafinações, Ele vê o coração e agrada-se! (Não seja relaxado para se aperfeiçoar - isso tem a ver com seu interesse em servi-lo bem, mas nem todos são bons em tudo.) Estamos sujos do pecado, então o Pai nos purifica, troca nossas vestes, nosso coração, nos perfuma com seu Espírito e Ele, olhando para nós, mesmo cheios de imperfeição, suspira: meus filhos!

Amor tão grande assim nem a melhor mãe do mundo (a minha, claro) tem!

Receba esse amor descendente, porque Ele quer que você seja filho!
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; (João 1:12)

Ósculos amáveis,
Iky Fonseca
quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Rabiscos de Sábado: Transforme problemas em soluções

Máscaras! Todo mundo tem e usa em momentos diversos. De certo modo, a própria sociedade impõe a utilização de disfarces que cubram a humanidade com luminosas doses de falsas perfeições. Você simplesmente não pode revelar nada que caracterize fraqueza, medo, limitação e imperfeição. Seja isso, faça desse jeito, viva uma vida plena seguindo esses dez passos... Até parece que peregrinar nessa terra estrangeira é simples e fácil, mas não é!

Eu tenho espaços vazios dentro da minha subjetividade. Projetos que falharam e sonhos que se tornaram expectativas frustradas. E quem não tem? Hein?! Definitivamente não devemos classificar pessoas por aparências superficiais, pois a verdadeira essência de cada um de nós é revelada no detalhe das reações mais inerentes.  Agora, eis a pergunta que todos nós já fizemos, pelo menos uma vez na vida: como lidar com uma jornada que às vezes é doce, mas mole nunca?


Creio na beleza do exercício de transformar o “lixo em luxo”, através do autoconhecimento de quem somos e da busca por sermos melhores aos olhos do Senhor. Já vi muita gente abrir mão das dores que carrega e, diligentemente apoiar pessoas que claramente precisam de cuidado. Outros, sabe Deus como, tiram do centro de momentos traumáticos um caminho para evitar que o mesmo pesadelo vire realidade em outras histórias. Alguns usam da criatividade para transformarem seu lamentos em luz sobre os caminhos, por vezes tortuosos, da vida.

O ser humano tem a capacidade de adaptação inata, mas aqueles que creem são guiados pelo Espírito Santo e ganham uma espécie de “canivete suíço” com funções e habilidades diversas, ou seja, o caminho da revelação que a Bíblia mantêm sinalizado em nossa frente.  Mesmo nos dias mais dolorosos, não devemos esquecer que existe um alguém que tudo vê, controla, transforma e vence por nós. 

Quando sentir que não existe mais para onde ir, lembre-se que a voz do Criador nos inspira e guia na busca pela transformação de problemas em soluções, no momento exato em que nos diz:
Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.
Isaías 41:10

Mesmo quando não conseguimos sermos fortes e corajosos, devemos nos esforçar para não esquecer que Ele continua sendo bom e, que seu amor não mudou, muda ou mudará!


Beijos e Queijos,





Gratidão ao Guilherme Bandeira, pela liberação do uso de seus cartoons nos meus "Rabiscos de Sábado: Razão x Emoção". Conheça mais deste trabalho em https://www.facebook.com/objetosinanimadoscartoon/.


sábado, 3 de fevereiro de 2018

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

Jesus Cristo te ama e em breve vai voltar!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons