Archive for Novembro 2018

Expectativa x realidade

Você já parou para pensar quantas expectativas nós temos? Nós idealizamos muito as coisas. Talvez você considere que não, eu também achava assim, mas nos últimos tempos tenho percebido como idealizar pode ser espontâneo. Idealizamos que vamos entrar pra faculdade assim que terminarmos o colégio e que vamos ter o emprego perfeito ou nossa própria empresa assim que sair da faculdade. Projetamos como estaremos e o que teremos com tal idade. Idealizamos como o outro deve se comportar, criamos um modelo ideal para nossos pais e nos frustramos quando percebemos que eles não chegam perto do que esperávamos. Idealizamos até as refeições (eu só queria um yakisoba hoje de noite!) e frequentemente damos de cara com o pão nosso de cada dia (só eu? kkkkkkkkkk).

Não há problemas em criarmos expectativas, desde que a gente entenda que a nossa realidade quase sempre será diferente -
será que estamos prontos? 

Eu sempre sonhei em ser tia, quem me conhece bem, sabe o que penso disso (kkkkkk). Ficava imaginando eu chegando e as crianças correndo pra mim: "Tia Iky, tia Iky!" Depois de muitas orações e alguns milagres eu tive duas sobrinhas, uma delas faz exatamente assim quando me vê: "Tia Iky, Tia Iky!" (exceto se ela estiver assistindo desenho, aí é outra história), mas a outra, bem... Ela tem autismo, como contei no texto passado. Quando ela me vê, ela para onde está, dá um sorriso discreto, abaixa a cabeça e fica esperando meio de lado eu chegar até ela. E eu? Bem, eu vou o mais rápido que posso até cada uma, abraço e encho de cheiro e é uma delícia!

Percebi com isso que mesmo que as coisas não sejam exatamente como imaginei e que às vezes sejam muito, muito diferentes, isso não quer dizer que as coisas não possam ser maravilhosas. Eu tenho o amor sincero das pequenas e isso é mais que suficiente, é sensacional - e eu me sinto totalmente realizada! 

Daqui para frente, quero me relacionar com a realidade assim, aceitando-a como ela é e mudando o possível. E você, como tem se relacionado com suas expectativas?


Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, segundo o poder que opera em nós, a esse seja glória na igreja e em Cristo Jesus por todas as gerações do século dos séculos. Amém. (Efésios 3:20,21)

Ósculos realistas,

P.S.: Vou tentar não escrever sobre minhas sobrinhas no próximo texto kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

O que aprendi com João



Então Jesus tomou os pães, deu graças e os repartiu entre os que estavam assentados, tanto quanto queriam; e fez o mesmo com os peixes.
Depois que todos receberam o suficiente para comer, disse aos seus discípulos: "Ajuntem os pedaços que sobraram. Que nada seja desperdiçado".
Então eles os ajuntaram e encheram doze cestos com os pedaços dos cinco pães de cevada deixados por aqueles que tinham comido.
Depois de ver o sinal miraculoso que Jesus tinha realizado, o povo começou a dizer: "Sem dúvida este é o Profeta que devia vir ao mundo".
Sabendo Jesus que pretendiam proclamá-lo rei à força, retirou-se novamente sozinho para o monte.
João 6:11-15

No texto acima, Jesus realizou o famoso milagre alimentando uma multidão de cerca de cinco mil pessoas inicialmente cinco pães e dois peixes. Primeiro fato que chama atenção é o versículo 6 quando Jesus Pergunta a Filipe sobre o que fazer, porém Ele só queria ver a intenção do coração de Felipe.

Curioso é pensar que Felipe fala acima que duzentos denários não seriam suficientes para alimentar aquela multidão. Mas o que não sabemos, sem um estudo mais profundo, é que um denário era aproximadamente igual a um dia de trabalho, então imagine duzentos denários eram mais ou menos o que um Judeu trabalhava durante quase um ano para se sustentar, logo podemos admitir que era uma bela quantia monetária!

Jesus sabia que no momento só um milagre seria possível para alimentar a todos, justamente por que não existiam os recursos materiais suficientes para comprar alimentos para a multidão. Embora também, Cristo sabia que ele tinha o poder suficiente para mudar a estrutura molecular das Pedras e transformá-las em pão, como outrora tinha sugerido Satanás, mas Jesus fez algo sobrenatural.

Contudo, já existiam pães e peixes no local e essa analogia pode ser feita em muitas áreas das nossas vidas. Às vezes oramos para que Deus levante jovens ou líderes na nossa igreja ou bairro e acabamos esquecendo de pedir para que o Senhor nos use.

Na verdade, gostamos de ficar acomodados e nossos problemas cotidianos e quando um jovem problemático chaga até nós, acabamos por dizer: “fulano, não tem pai e mãe?!”. Esquecemos que muitas vezes podemos ser esse mecanismo de fulano se reconciliar com os pais e ser de fato transformado pelo evangelho.

Outro Versículo importante para o meu entendimento do texto é o 12. Ajudem os pedaços que sobraram que nada seja desperdiçado, através desse versículo nós podemos ver que Jesus queria ilustrar que Ele não estava ali apenas para dar o pão material, por isso que Ele pediu para que se guardassem os pães para que quando o povo estivesse fome novamente.

Jesus em sua soberania, sabia que o povo teria vontade de comer mais e talvez só estivessem com ele aguardando o próximo banquete, mas a concepção de um líder político era muito pouco para enquadrar o filho do Deus vivo!

Conforme podemos observar no verso 15, Jesus retrata que os homens o queriam transformar em rei dos judeus. As pessoas queriam que Jesus fosse um rei político não é espiritual. Eles queriam Salvador político, não Salvador do reino celestial.

Que venha o Teu reino e o Teu governo, Tu és o salvador das nossas vidas!

Voltemos ao texto bíblico, 
Isabelly Lino
domingo, 25 de novembro de 2018

Não viva para o prazer, viva para Cristo!

Sei que estou sumida, mas pretendo estar de volta! Bom, desde já peço ajuda em oração a todos os leitores do #works, depois do casamento se tornou muito difícil manter as minhas rotinas de leitura e escrita para o blog. estou pedindo a Deus inspiração para temas que de fato ajude a nossa juventude e a igreja do Senhor, mas sem mais demora vamos ao que interessa!

Todos os dias é cada vez mais difícil saber por onde começar com os nossos jovens, não sabemos por onde tratar, ou como começar esses assuntos delicados. Sabemos que realmente é complicado passar pela fase da juventude sem termos marcas graves, todos os dias vemos em nosso congresso pautas cada vez mais progressistas e assustadores. 

Por que é tão importante que o aborto seja legalizado? 

A resposta é simples! As pessoas desejam cada vez mais a sensação de liberdade, mesmo que essa seja acorrentada as correntes do pecado. A legalização faz com que o pecado deixe de ser crime e isso faz o nosso ego encher de orgulho.

"Se é legal, LOGO, posso fazer!" 

Contudo para o reino de Deus as coisas são mais simples, elas não precisam de um papel falando que é legal para deixar de ser pecado. Tudo aquilo que Deus mostrou a humanidade que era pecado na criação, continuará até a sua vinda. Por mais que um papel te informe que você pode fazer, os princípios de Deus jamais mudarão, eles serão sempre os mesmos.

As nossas igrejas estão cada vez mais cheias de subjetividade e a necessidade de autossatisfação e aceitação vai cada vez mais fundo. Porém o desejo de Deus é que o nosso coração seja tocado por Ele e que seja convencido do pecado da justiça e do juízo. 

Outro fato que devemos perceber que o pecado é uma reação em cadeia. Um abismo leva a outro. Ninguém chega de repente e pensa: "cansei, vou transar", geralmente a defraudação começa aos poucos, primeiro ficadas quentes, mãos bobas, nudes, pornografia/masturbação, sexting (ou sexo por telefone/internet) sexo oral e finalmente a tão esperada penetração.

Depois disso as consequências é uma vida sexual precoce que na maioria das vezes leva a relacionamentos imaturos, conturbados e até mesmo abusivos. Em outros casos acontece a gravidez precoce e na pior das hipóteses o aborto acaba sendo a "melhor" opção.

Diante disso, vemos como o pecado corrói e destrói as nossas vidas, no entanto temos uma boa noticia! Cristo pode restaurar sua vida sentimental e sexual. Ele pode te dar a segunda chance que você precisa! Ele é vida! Ele é a nossa alegria! Ele é o único na sociedade que pode te abraçar quando todos apontam as mãos e você não vê a saída. Porém, lembre-se, "vá e não peques mais". 

Sabemos que a igreja tem um papel importante na Terra que é mostrar Cristo e o evangelho, que diz, "arrependam-se e venham após mim". Os prazeres gerados pelo sexo podem causar danos se são experimentados antes do casamento, por que eles podem te defraudar. 

Entretanto, dentro do casamento cristão, o sexo é celebrado por ser consensual, carinhoso e um momento que é demonstrado amor por ambos. Já para o 'mundo' o sexo é algo casual, algo que nem sempre é consensual, algo em que pensado em apenas se satisfazer e o outro é apenas um objeto, o cenário é qualquer um, até mesmo atrás do muro do colégio. Mas o desejo de Deus para a nossa vida sexual é que seja um momento de glorificar a Ele, onde o amor e o prazer do nosso cônjuge seja a nossa maior felicidade.

"A esposa deve ter uma atitude piedosa, percebendo que a intimidade física com seu marido não é um ato profano ou menos santo do que orar ou cantar no coral. Uma vez que seus pensamentos, motivações e ações sejam puros ela estará agradando a Deus; e Deus vê que ela está fazendo algo bom".  [1]

Por fim, entendo que as sensações são coisas que nos proporciona prazer, porém o que nos difere de sermos animais irracionais é o fato de podemos esperar e agradar o nosso Criador de forma consciente! Não se deixe levar pelos maus conselhos e viva com toda a intensidade do seu ser para o Reino de Deus!

"O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor (..)". 1 Coríntios 7:32


Com amor e cuidado,

Isabelly Lino 

[1] PEACE, M. Esposa excelente: uma perspectiva bíblica. 1 ed. São José dos Campos, SP. Ed. Fiel, 2008, p.140.


domingo, 18 de novembro de 2018

Especial

Quando era criança, uma de minhas melhores amigas tinha uma irmã com necessidades especiais. Ela era mais velha e beeeem grande. Algumas vezes ficava um pouco agitada e outras até um pouco agressiva e, confesso, aquilo me assustava. Minha amiga, muito espoleta, mas sempre muito fofa e muito família, sempre foi apaixonada pela irmãzinha dela. Sempre teve muito cuidado e eu confesso que não entendia muito aquela paixão toda. 

Bem, eu cresci. Quase nada em estatura, mas em graça e conhecimento eu acho que cresci kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Voltando à seriedade. Em 2012 nasceu minha sobrinha, cheia de características especiais. Não sabemos ao certo se ela tem alguma síndrome, mas ela já foi diagnosticada com TEA (transtorno do espectro autista), tem dificuldades de locomoção e comunicação, ainda baba e não desfraldou. E eu sou completamente apaixonada por ela (inclusive já escrevi sobre ela mais de uma vez rsrs...).

Viver esta experiência me fez entender totalmente minha amiga. Pessoas com necessidades especiais tem uma graça especial em sua vida, tem uma pureza, uma beleza e uma leveza que contagiam. Nem sempre ela quer me abraçar, mas quando faz isso é com uma sinceridade e um carinho sem par. 

Desejo que você não espere viver certas coisas você mesmo para aprender amar e admirar as pessoas, mesmo as mais diferentes. Seja diferente da pequena Iky. Aprenda com seus amigos, com as pessoas ao seu redor. Ame! E abra seus olhos para as pessoas especiais, elas precisam muito da gente e tem tanto para oferecer que as palavras não podem contar!

Ósculos especiais,
quinta-feira, 15 de novembro de 2018

MAKE THE BED


Oi, meu povo! Estamos aqui para discutir um pouco sobre fazer coisas. No inglês o verbo “to make” significa fazer e “bed” é o substantivo cama. A pergunta de agora é: “E daí?”. Não seja rude vamos tentar entender o raciocínio e como esse pode influenciar na nossa vida cristã.

Antes de me casar sempre tive o costume de arrumar minha cama todos os dias pela manhã e mesmo quando eu não tinha tempo e saía atrasada, ao chegar em casa minha cama estava arrumada, minha mãe o fizera novamente. Semanas antes de casar-me minha mãe disse: "Isabelly, antes de sair de casa para ir ao trabalho, arrume sua cama todos os dias!"

Porém, quando eu me casei tinha uma rotina bastante frenética de trabalhar 40 horas semanais e estudar no turno oposto, ou seja, minha casa era bem último plano. Saía as segundas, terças, quartas, quintas e sextas, mas o cansaço impedia que a minha cama permanecesse arrumada.

Durante várias semanas eu ia para o trabalho com lágrimas nos olhos, por me sentir um fracasso como homemaker. Não, eu simplesmente não poderia ser o que pensei conseguir facilmente, não tinha como chegar em casa e as coisas aparecerem prontas, como acontecera anteriormente. “Alguém precisa fazer a cama”.

Assim como os lençóis amarrotados e uma cama desfeita, o meu coração estava em pedaços, o vinculo de comunhão com Cristo estava destroçado, não tinha tempo para meus devocionais, entrava semanas e só pegava a bíblia nos cultos do fim de semana. Minha falta de tempo não justifica a falta de prioridade com as coisas do alto.

E na sua vida quais são as camas que precisam ser feitas? Hoje precisamos fazer muitas coisas ao mesmo tempo, mas será que realmente precisamos? Será que o Soberano não nos deu tempo suficiente para priorizar o que realmente precisamos realizar no cotidiano?

Irmãos, não somos super-heróis, não conseguimos fazer tudo, mas contudo, precisamos fazer o que é essencial no nosso dia a dia. Ter minha casa em ordem é importante para mim e tento manter as coisas organizadas e limpas, para uma maior agilidade para realizar as tarefas diárias (o famoso ganhar tempo). Porém, o mais importante não pode ser as coisas passageiras do dia a dia, existe algo mais importante para você, cristão!

E para não perder o foco, presta atenção! A nossa vida espiritual precisar ganhar um destaque durante o cotidiano, para que a nossa lâmpada esteja sempre acesa. Leia bons livros teológicos, veja boas pregações, leia a sua bíblia e ore mais, faça da sua vida um culto a Deus. Alguém precisa "fazer a cama" e esse alguém é você!


Keep calm and make the bed,

Isabelly Lino

domingo, 11 de novembro de 2018

Mais que uma categoria taxonômica


Recentemente pude conviver de formas diferentes com diferentes pessoas. De estudante a mestre, de médico a procurador, de administrador a secretário, de militar a poeta, de biólogo a cientista da computação, de tantos tipos. Mas sobretudo, pude conviver com pessoas que não podem ser apre(e)ndidas se eu apenas quiser prendê-las em uma dessas ou quaisquer outras categorias, que por vezes já nem são reais, mas são preconceitos travestidos de verdades estatísticas. Pessoas não cabem em taxonomias. Pessoas são únicas, concordam, discordam, mudam de opinião e por vezes você pode até ser o gatilho desta mudança, principalmente quando você está mais ocupado com o bem do outro do que com estar certo. Verdades duras podem ser expostas com franqueza, sem todavia levantar o dedo exaltado em riste. Às vezes um olhar que se demora marca mais profundamente que palavras e escreve cartas que mudam sua vida definitivamente. Pessoas podem ser cruéis, mas também podem ser incríveis, não há nada mais complexo e belo nesta criação do que ser humano.

(Da Série Não me deixem pensar muito)

Ósculos singulares,
Iky Fonseca

P.S.: Pra quem não me conhece, eu sou essa pequenininha de blusa azul com pose de time na frente hahaha...

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Fuja das distrações

Entre os anos 30 e 70 d.C., os Hebreus passavam por uma situação delicada. Eles eram judeus cristãos e estavam sofrendo perseguição pelo Império Romano, liderado por Nero, onde desconfia-se que o próprio imperador ateou fogo em Roma e acusou os cristãos de tal ato para justificar de vez a perseguição ao povo de Deus. Esse período foi o da Igreja Primitiva, que anunciava o evangelho e cumpriam o ide deixado por Jesus, acreditando que o Filho do Homem voltaria brevemente.

Os Hebreus viviam exaustos, cansados, provavelmente desanimados e questionando se todo aquele sofrimento, viver escondido, correr risco de vida valeria a pena, tudo isso por alguém que disse que voltaria em breve. Muitos pensaram em voltar com suas práticas judaicas até Paulo escrever uma carta em 66 d.C. dizendo: “Não desanimem! Fujam das distrações e foquem em Cristo!” (Hb 2) . Dois anos depois, Paulo encerrou a sua carreira e guardou a fé.

Nossos dias são agitados e tensos, guardada as devidas proporções comparado aos hebreus. Nosso mundo globalizado e rápido nos faz muitas vezes cair nas distrações diante uma correria quase infernal (principalmente no calor), esquecemos de Deus. Com isso, nos tornamos pessoas ansiosas e não sabemos descansar porque nos achamos autossuficientes, embora Deus nos diga o tempo todo “É Meu somente Meu todo trabalho, e o teu trabalho é descansar em Mim”. O filósofo alemão Nietzche diz “se você olhar para o abismo, o abismo olha de volta para você”. Muitas vezes estamos passando por problemas diversos e paqueramos o abismo, caímos no pecado e nos afastamos de Deus, tudo isso porque esquecemos de quem nos dar armas contra a distração. Nós esquecemos de Deus.

Deus nos dá armas. Ao buscar o poder que vem do alto, nos consagrando, meditando e dando prioridade a Deus, lutamos contra as distrações do dia a dia, sejam afazeres ou a tecnologia – instagram, joguinhos – e alimentamos a natureza do Espírito de Deus em nós, e não nossa própria natureza, que produz coisas ruins. (Gálatas 5: 19-22). Dessa forma, estaremos sendo responsáveis conosco e estaremos protegendo nossa alma contra as distrações.

Não ande distraído! Quem pega estrada distraído causa acidentes. Olhamos o céu, a linda coloração de azul, a perfeita aurora do pôr do sol, a apaixonante lua mas muitas vezes esquecemos que existe alguém além do que tudo isso, algo maravilhoso! Precisamos viver bem! Precisamos viver Cristo!

“O que fazemos agora ecoa na eternidade” (Maximus – personagem do filme O Gladiador)



Samir
segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Quem somos?

Jovens que escolheram a santidade para todas as áreas de suas vidas, inclusive para os relacionamentos. Acreditamos que a família é um projeto tão importante que devemos investir nele antes mesmo do namoro e do casamento.

+ lidos da semana

Tecnologia do Blogger.

Jesus Cristo te ama e em breve vai voltar!
Textos e logomarca do Workshop de Solteiros sob Licença Creative Commons Não-comercial 4.0 Internacional . Workshop de Solteiros Blogger - Designed by Johanes Djogan
Licença Creative Commons